Agitação Gera Agitação e Paz Gera Paz

É certo que se considerarmos os acontecimentos ao nosso derredor, se dermos atenção à eles, seremos envolvidos pela agitação do momento; e são muitos os acontecimentos que nos trazem agitação/preocupação; acontecimentos que tiram a paz de qualquer um.

Que Deus abençoe a cada um de vocês!

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; São Mateus 5:9

Viver em paz é o desejo de qualquer pessoa. Porém, será que é possível viver em paz no tempo em que estamos vivendo?

É certo que se considerarmos os acontecimentos ao nosso derredor, se dermos atenção à eles, seremos envolvidos pela agitação do momento; e são muitos os acontecimentos que nos trazem agitação/preocupação; acontecimentos que tiram a paz de qualquer um. E não precisamos de muito para que possamos perceber tais acontecimentos, basta observar.

Considerando todos esses acontecimentos, que são muitos, as perguntas que persistem são:

  1. É possível viver uma vida pacífica e quieta?
  2. E se é possível, o que devemos fazer para alcançar esta referida paz?

É muito comum encontrarmos pessoas que se dirigirem à lugares mais retirados/afastados como sítios, fazendas, beiras de rios e etc em busca de paz. Ou, quem sabe, pessoas que pensam que quando acabarem os seus problemas -as suas dívidas, dentre outras coisas-irão finalmente ter paz. Mas vejamos o que o profeta William Branham diz na mensagem ‘A Unidade De Um Deus Numa Única Igreja’, a partir do parágrafo 116:

116. A algum tempo atrás, lá em cima em Indiana, haviam dois garotos que foram criados numa fazenda. E eles eram simplesmente tão pobres como um pobre pode ser, meninos fazendeiros. E eles cresceram juntos. E, certo dia, um deles se casou. E poucos dias depois, o outro se casou.

117. E um deles foi viver na cidade. E ele começou a jogar nas cotações de ações na bolsa, se afastou dos seus ensinamentos de infância, foi para a coisa errada. E ele jogava com eles, e ele foi ficando rico e rico, até que finalmente ele se tornou um multimilionário. E ele mudou-se para Chicago, e se instalou em uma das grandes ruas e construiu um palácio para si próprio. Ele e sua esposa iam para as boates, e bebiam os cocktails, e saiam todas as noites. Eles possuíam mordomos e tudo mais, para lhes fornecer qualquer coisa que quisessem. E eles pensavam que estavam realmente vivendo.

118. Mas um homem que vive assim, não tem paz! Não existe paz num coração problemático. Para um coração pecaminoso, ali não pode haver paz. Se um homem deseja beber, e ele chama aquilo de “vida”, ele acha que está tendo um grande momento, isto mostra o seu vazio. Tome um homem, que ganha um milhão de dólares, ele deseja dois. Tome um homem que vai a uma festa e bebe um drink a noite, ele deseja outro. Tome um homem, que viveu infiel à sua esposa uma vez, ele o fará outra vez; e vice-versa. Vêem, é algo, e ele nunca está satisfeito. Ele pode ter um milhão de dólares em suas mãos, ou dez milhões em sua mão; ele deita a noite com a agitação da bebida em si; ele levanta na manhã seguinte perseguido, com pesadelos, a mente problemática. Você chama isto de paz? Isto não é paz.

119. Mas um homem que talvez não tenha nem mesmo um travesseiro para descansar sua cabeça, talvez ele não possua nem mesmo um par de sapatos decentes, nem tenha uma refeição decente em sua casa; mas se Deus mora em seu coração, ele vai para a cama feliz e acorda feliz. É uma paz duradoura. É algo que Deus faz.

Lendo os parágrafos fica claro que as respostas para as duas perguntas feitas acima são:

  1. “Sim, é possível ter paz mesmo em meio aos problemas, afinal, somos criadores de atmosfera. Somos filhos de Deus! Nosso Reino é Celestial!”
  2. “O que devemos fazer é entregar todo nosso coração e mente ao Senhor Jesus Cristo e viver Sua Palavra, para assim podermos ter a paz que tanto almejamos.”

Apresentemos sempre para as pessoas este reino glorioso, onde há paz e gozo, onde Jesus é o nosso Rei, onde toda agitação se acaba; pois sua presença nos traz paz. E então, ao invés de agitações gerando agitações, teremos paz gerando paz.

Shalom!

Min. Adelson Santos

Min. Adelson Santos

No ano de 2003 foi chamado para integrar o corpo de diáconos o qual serviu com uma dedicação digna de ser mencionada, cumprindo com responsabilidade, disponibilidade e sempre com muita determinação para com o ministério que a ele foi outorgado até o dia 3 de janeiro de 2016; Quando foi convidado pelo pastor Wanderley Lemos, a fazer parte do corpo ministerial no qual de igual forma tem empenhado-se para contribuir com o crescimento da igreja; passando então a ministrar no Tabernáculo, nas congregações, auxiliando em visitas hospitalares e residenciais, realizando os batismos dos novos convertidos que o Senhor tem acrescentado a esta casa e recentemente passou a cuidar da congregação que está situada em São Sebastião da Barra, a 340 km de Belo Horizonte.


3 comentários

  • Avatar
    Isabel Freitas

    09/06/2020 as 08:50

    Glória a Deus, eu tenho essa paz!!!!! Deus me ajude a permanecer com ela em meu coração!!! Deus abençoe ministro Adelson.

    Comentar

  • Avatar
    Ylberty de souza oliveira

    09/06/2020 as 22:46

    Maravilhoso graças à Deus por mais estas pepitas.

    Comentar

  • Avatar
    Alessandra Policarpo

    11/06/2020 as 18:04

    Amém, Graças a Deus mesmo em tantos problemas poço alcançar essa paz. Shalom Ministro Adelson

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias