Mudanças e Posicionamento Requerem Ação

Menu

Culto Online Web Rádio

Mudanças e Posicionamento Requerem Ação


Quando Moisés guiou o povo de Israel em direção ao Mar Vermelho, aparentemente não parecia ser aquele o caminho que os levaria a tão almejada “Terra Prometida”, mas Moisés os estava guiando ao caminho do dever.

Assim que Moisés tirou o povo da escravidão do Egito, os mesmos começaram a caminhar sob um ápice de mudanças. Mudanças estas não baseadas no deixar das velhas práticas referentes ao Egito, ora porque isto foi apenas posicionamento; mas sim mudanças ancoradas no clímax do manifestar de ações requeridas conseguinte ao posicionamento.

E assim enquanto o povo caminhava sobre o exalar do renovo das mudanças tão recentes um quadro espantoso se forma: uma tempestuosa nuvem de poeira se levantando sobre o grande exército de faraó que vinha fervorosamente após eles e uma imensidão de águas barrando o escape.

E no auge deste momento talvez alguns deles tenham se questionado o porquê de tamanha provação, já que eles não mais viviam como antes. Mudanças haviam sim ocorrido em suas vidas e posicionamentos baseados nas Palavras do próprio Deus ditas através de Seu profeta Moisés foram cumpridas. Talvez no desesperar de tamanho sufoco proveniente de uma fragilidade humana estes não tenham percebido que Deus estava requerendo algo além de posicionamento e mudança, Deus estava requerendo AÇÃO!

Moisés diante do ocorrido se desesperou e começou a clamar ao Senhor, pois nem mesmo ele havia entendido que não era mais hora de mudar e de se posicionar diante de Deus, mas sim de agir.

Deus precisava da ação de Moisés para o cumprimento da Sua promessa. As grandes mudanças que tinham acabado de vir à tona na vida deste povo começaram a requerer algo mais: ações. Pois as mudanças requerem ações, e Deus constantemente age para nos mover em direção a isto.

Moisés havia passado pela experiência de trazer coisas a existência. E isto é criação. E quem pode criar, senão Deus?! Deus havia feito Sua Palavra ser criada através dos lábios de Moisés. E quando uma circunstância surgiu, Moisés clamou a Deus por um escape. Mas Deus já havia concedido a Moisés “O Assim Diz O Senhor”. Chegara o momento onde Deus estava concedendo à um homem a liberdade de agir no lugar Dele mesmo e que as suas ações eram as de Deus. Aquele tempo clamava urgentemente por ação!

O profeta William Branham nos diz na mensagem “Por que clamas?   Fala!” que Deus vive na Igreja e vive em nós. E que nós somos o tabernáculo onde Deus mora. Nós mesmos somos a Igreja do Deus Vivo. E que se o Deus Vivente vive em Sua Essência Vivente, as nossas ações são as Dele.

Assim como Moisés, ainda estamos sujeitos a nos desesperar perante as adversidades a nós impostas, já que ainda estamos em um corpo de carne e ainda não entramos no corpo Palavra. Mas assim como ele estamos sujeitos a Palavra. E a Palavra de Deus está nos afirmando que o tempo de adquirir mudanças e posicionamentos em nossas vidas cristãs tem cessado e a ascensão de um novo tempo tem desabrochado, e neste novo período uma nova visão de um largo horizonte tem se formado diante de nossos olhos espirituais; “Fale a Palavra, Deus fará a abertura do mar”.

Posicionamentos e mudanças exigidos pela Palavra cumprida em nossas vidas deveriam nos colocar sobre o patamar da ação. Pois as mudanças e posicionamentos clamam continuamente pelo agir em prol de trazer à pleno cumprimento todas as promessas de Deus outorgadas a cada um de nós para os dias de hoje.

Chegou o tempo de atravessar a fronteira da ousadia na presença de Deus e começar a trazer a cumprimento tudo aquilo que já nos pertence. Ações são os frutos das mudanças e posicionamentos. E o período o qual estamos precursando tem exigido uma Igreja que esteja completamente mudada e posicionada, mas que também faça com que todas as suas ações e movimentos sejam “O ASSIM DIZ O SENHOR”.

Que ações suas mudanças e posicionamentos tem exigido de você? Lembremo-nos das palavras do nosso profeta William Branham: “As suas ações mostram quem você é”.

Redação Assim Está Escrito 

  • Leonardo Paixao

    Sim !
    Verdade!
    Reconhecendo e agindo sobre a Palavra de Deus.

  • Tiago José

    Verdade!