Obrigado Pr. Wanderley Lemos!

Menu

Culto Online Web Rádio

Obrigado Pr. Wanderley Lemos!


Qual seria a retrospectiva de 2017, em relação ao nosso pastor, no término deste ano?

Na verdade, seria incoerente dizer que o senhor, como pastor, tenha se portado diferente do que tem sido dentro destes seus quarenta e cinco anos de ministério pastoral. Para nossa segurança, como suas ovelhas, essa sua postura de continuar dentro do propósito para o qual foi chamado, e como o senhor mesmo sempre fez questão de deixar muito claro, que o seu ministério é local! Para a igreja de Belo Horizonte isto é motivo de muita gratidão e alegria! O senhor é apenas nosso!

Mas, não somos indiferentes diante do que o senhor representa para a Esposa do Cordeiro, para o Corpo de Cristo na terra hoje. Vaidade é uma coisa que o senhor nunca teve, mesmo sabendo de sua influência e que suas atitudes e palavras são de grande peso, o senhor nunca usurpou desta posição e nunca quis ocupar o lugar de o grande líder.

O fato é que na nossa visão, quando olhamos para o quíntuplo de Efésios, podemos encontrá-lo como um mestre. Cremos que não erramos ao chegar nesta conclusão, até porque os seus longos e dedicados anos a este ofício te colocam na posição de ensinador. Suas experiências podem traçar caminhos que outros podem trilhar sobre eles. Caminho de muitas batalhas e muitas lágrimas. Não lágrimas de um fraco ou covarde, mas de um pai extremamente zeloso. Advertências e duras correções fazem do senhor um pastor ímpar. Estas características são marcantes por todos estes quarenta e cinco anos.

O tempo trouxe desgaste. A saúde e as forças foram se esgotando devido ao extremo zelo. Para a honra e louvor do nosso Deus, em Quem nos gloriamos, podemos reconhecer que somos agraciados por tê-lo como nosso pastor. Sabemos que homens de seu calibre estão em extinção. Poucas igrejas hoje podem descansar com segurança como o Tabernáculo BH pode! Deus tem chamado um homem para nos colocar em posição de rapto, pregando a pura Palavra Dele!

Bravo? Sim! Muito bravo. Talvez reconhecido como um dos mais bravos pastores. Mas, na verdade, com o passar dos anos e com a maturidade da igreja, podemos ver hoje que essa braveza é na verdade uma grande habilidade para usar o cajado, e também o bálsamo! Nossa consciência cristã nos mostra que tinha que ser desta maneira. A prova disso é só olhar a posição da nossa igreja hoje. Podemos contemplar o resultado de tantas lágrimas e lutas. As duras  e dolorosas cajadadas foram exatamente o que restaurou famílias, resgatou vidas e, principalmente, salvaram almas.

Em resumo, em 2017, o senhor foi aquele mesmo que sempre foi. O mesmo pastor que sempre esteve à porta do redil por estes longos quarenta e cinco anos.

Mas, o que podemos destacar neste ano de 2017 como nosso pastor?

Como sendo aquele que sempre guardou a entrada, e sendo a sentinela, estava sempre olhando o que estava vindo. E para nossa salvação, sem nenhuma vaidade, o senhor abriu as portas à Abertura de Palavra e disse: seja bem-vindo, Filho do Homem! Ali, sim, se deu a grande mudança, pois individualmente Deus mudou a vida de cada um dos eleitos desta casa. Pastor e ovelhas sofreram o processo de transformação de vida. Dentro deste ano este processo se tornou cada dia mais doloroso. A chamada foi para o posicionamento. Fazer morrer-se a si mesmo e ceder todos os nossos direitos, essa foi e continua sendo a ordem do Espírito Santo!

Tomai posição, foi este o teor principal das pregações em 2017. Os temas de suas mensagens mostram isto. Observemos alguns destes títulos: Crescimento Através Da Ordem Da Palavra. Obediência Por Padecimento E Perfeição. O Seu Coração É De Deus, E Sua Cabeça?(pregada em duas partes: 1 e 2). A Culpa Não É Do Diabo, Ele Não É Tão Poderoso Assim. Não Seja Menos Que O Que Diz O Seu Cartaz (pregada em duas partes: 1 e 2). Lei Não Se Discute Se Obedece.

Certo é que o senhor também trouxe a exposição de grandes mistérios como em sua pregação intitulada de “A Voz Da Nuvem”. Só um homem que captou a visão poderia, com tanta maestria, trazer-nos um ensinamento tão profundo! Mas, o marco deste nosso ano foi Deus escondido e revelado em simplicidade e que o Sétimo Selo não é apenas um sermão pregado, mas sim uma mensagem vivida. Tomai posição, igreja! Não se conforme em ter o conhecimento da Abertura da Palavra. Não pense que isto é suficiente para te colocar no rapto! Faça morrer-se a si mesmo. Cedam seus direitos. Posicione-se!

Pastor, podemos confessar que durante este ano, por várias vezes, chegamos a pensar que, devido à debilidade de sua saúde, não conseguirias chegar ao final de sua pregação. Houve dias que o senhor subia tão visivelmente cansado e abatido que ficávamos preocupados. Mas, o Anjo do Senhor sempre esteve à sua direita na plataforma e tomou o controle! O senhor nunca nos escondeu a condição de sua saúde, e isto faz com que tenhamos a percepção de como que é no púlpito, pregando esta Palavra, que o senhor se revigora e rejuvenesce. Sim, é neste lugar que tens tido o vigor de um jovem!

Se por vezes faltou saúde e força, uma coisa é muito clara: são mais de quatro décadas onde coragem e posição pela verdade nunca lhe faltaram. Aqui estão famílias que há cinco gerações confiam neste ofício, mesmo que em algum momento nem mesmo entendiam  o porquê de certas decisões, mas sabiam que era melhor continuar confiando, crendo sempre que quem está no comando é sempre DEUS!

O desespero para que este povo nunca saia da fila é o motivo de tanto desgaste físico e emocional. A carga realmente é muito pesada.

Dentro deste 2017, o senhor tem dividido estas cargas com seus meninos. Estes filhos de seu ministério têm sido treinados para, numa eventual necessidade, estejam prontos para assumir a frente da batalha, enquanto o general descansa! Para nossa alegria e para a satisfação do senhor, como que tem filho tão parecido com o pai. Isso com certeza nos traz muita segurança.

Numa das nossas últimas escolas, quando o senhor se referiu à possibilidade de chegar um dia que tenhas necessidade de descansar e um deles tiver que assumir o comando, o senhor se dirigiu aos filhos de seu ministério e quase como que em um clamor o senhor disse assim: “nunca mude nada aqui! Não permita, principalmente que sua família, coloque sua opinião!”

Temos um corpo ministerial muito fiel. Fiéis à Palavra, e ao senhor também, e vemos o orgulho que sentes dos seus meninos.

Cremos que todos nós vamos descansar juntos. Juntos, seremos raptados. Mesmo que tenhas que ficar assentado, mesmo que tenhas que falar menos. Pastor, suas preleções são únicas. É o nosso momento família. É o pai em sua conversa com seus filhos. Este é uma característica que torna seu ministério ímpar e admirado por todos os amigos, e os que não são amigos também. Essa peculiaridade que preservas por mais de quarenta anos de ofício faz do senhor, Pr. Wanderley Pereira Lemos, uma referência dentro e fora do país. Sabemos que esse tipo de consideração não tem muito valor para o senhor, até porque não tem vaidade e nem pretensão de ser um grande homem.

Permita-nos hoje dizer que temos muito orgulho de tê-lo como nosso pastor. Para outros o senhor é o Pr. Wanderley Lemos, mas para nós seu nome é Pastor. Simples assim. Pastor, nosso pastor.

O ano de 2017 foi marcado pelo cuidado que o senhor teve de mostrar à igreja de BH que não se deveria conformar por fazer parte do grupo da Abertura da Palavra. Não é suficiente dizer que crê. Na verdade, desde que recebemos esta gloriosa revelação, o senhor tem nos advertido neste sentido. Não poderíamos contentar em dizer que a era acabou, que somos os Messias de hoje e outros tantos mistérios que foram abertos para nós. Mas, ao virar esta esquina, fomos chamados a tomar posição por esta Palavra! Posicionamento foi a palavra de ordem deste ano que se finda. A descida do Anjo forte, os selos abertos, tudo maravilhoso e necessário, mas nosso velho pastor se manteve firme na dura correção que coloca seu povo na posição de arrebatamento.

Sem vaidade, o senhor nunca se preocupou em pregar grandes sermões, mas sim nos levou à condição de não apenas conhecer, mas se posicionar e viver!

Mesmo com esta linha de admoestações, não tem como falar do pastor Wanderley Lemos sem citarmos Redenção. Este tema  sempre o acompanhou por todo seu ministério; e hoje com a Revelação total da Palavra podemos dizer que és um mestre neste assunto, e todos amam parar para ouvi-lo.

Dentro de 2017 podemos destacar algumas pregações: O Cordeiro Envolvido em Toda Redenção; e A Eternidade Interrompida Pelo Pecado e Retomada pelo Curso da Redenção.

Como é maravilhoso conhecermos este plano de redenção com tanto sentimento!

Não vamos esquecer que, em dois momentos diferentes neste ano, o senhor esteve ausente em duas noites de Santa Ceia. Foram dois sentimentos distintos. Na primeira, passamos pela experiência de receber em vídeo suas palavras gravadas em um quarto de hospital. Uma cena comovente, porque nenhum filho espera ver seu pai guerreiro numa situação de fragilidade. Mas foi por pouco tempo, e o bravo leão voltou!

Em outra Ceia, o senhor foi oferecer seu sacrifício  de louvor pela grande vitória alcançada por um amigo. Nesta oportunidade o que sentimos foi muita gratidão e orgulho pelo respeito que muitos outros ministros e suas igrejas têm pelo nosso pastor. Mais uma vez, do alto de sua experiência, o senhor se dirigiu aos seus colegas ministros da Abertura da Palavra e fez um rogo: “Pelo amor de Deus! Não permita que a veneração a um homem se torne uma desgraça entre nós. Somos uma só família. Vamos continuar como começamos! Vamos continuar livres como uma pomba!”

Nós, aqui em BH, sabemos que desde sempre o senhor teve esta postura de sentinela.

Para alegria de todos que o respeitam e o amam, pudemos nos deliciar com uma grande mensagem que o senhor intitulou assim: “A Redenção Acompanha a Trajetória do Sangue”. Pastor; é nesta trajetória que trilhamos com o senhor neste ano de 2017. E é por este mesmo caminho, de redenção pelo sangue, que por graça adentraremos juntos na eternidade!

Redação Assim Está Escrito