Uma Perfeição Sem Formosura

Menu

Culto Online Web Rádio

Uma Perfeição Sem Formosura


Visando às experiências dos grandes homens e mulheres da Bíblia, os vemos como pessoas inabaláveis. Mas ao aprofundarmos em suas vidas, percebemos que todos eles passaram por momentos de rejeição, incapacidade, insuficiência e fraqueza. Mas, por que quase todos os heróis da fé usados na linha de frente de Deus foram um dia considerados homens e mulheres rejeitados, fracos, incapacitados e insuficientes?

Ora, este é o ponto que Deus procura em um homem ou mulher, para que Ele possa usá-los e moldá-los conforme a Sua imagem e semelhança. Pois, aqueles considerados fracos e insuficientes, mesmo em todas as suas debilidades, estavam dispostos a se renderem ao Espírito de Deus. Eles até podiam ser falhos, mas Aquele que estava neles não podia falhar. Eles tiveram que ser fracos antes de se tornarem fortes, pois foi em suas fraquezas que obtiveram forças.

Visando suas vidas, é evidente que durante a jornada de suas vidas estes obtiveram marcas e cicatrizes deixadas pelos tropeços de suas fraquezas. Mas estas marcas, ainda que profundas, não fizeram deles homens e mulheres fracassados, mas determinou a grandeza e vitória dos mesmos, já que perante seus momentos de debilidades recobriram o ânimo, tiveram coragem, levantaram e tentaram novamente.

Tomemos Moisés como um tipo. Quando Deus chamou a Moisés, ele tinha fraquezas com as quais jamais em nosso conceito humano o capacitaria a um Profeta. Moisés tinha falta de mensagem, falta de autoridade, falta de eloquência, falta de adaptação, falta de sucesso e falta de aceitação. Mesmo ainda estando sob esta situação, Moisés tinha o seu nome escrito no Livro da vida do Cordeiro desde antes da fundação do mundo, e toda a sua vida já havia sido preordenada por Deus para o propósito de libertar Seu povo. Moisés usou de vários argumentos para justificar a sua insuficiência, sua incapacidade, sua imperfeição à Deus, não percebendo que o pretexto usado por ele era a confirmação de que ele estava pronto para ser usado por Deus. Deus jamais usaria Moisés se ele se auto-avaliasse como capacitado a fazer aquela obra predestinada por Deus.

Deus tem Sua intrigante peculiaridade ao escolher os Seus. Quando Moisés se sentiu imperfeito, Deus o viu como perfeito. Deus viu em Moisés uma perfeição sem formosura, Deus viu em Moisés um homem mais que capaz a ser usado por Ele. Deus viu em Moisés um homem falho, mas apto a carregar em si Aquele que jamais pode falhar.

Moisés realmente era imperfeito e desprovido de qualquer formosura humana que o pudesse capacitar a um profeta, a um libertador. Entretanto, este mesmo homem que um dia visto por si mesmo como um homem cercado de erros e falhas, entrou na brecha por todo um povo cercado por erros e falhas.

Oh, Meu Deus! Quando o povo de Israel se encontrava atolado em erros ao ponto do próprio Deus desejar os aniquilar, aquele homem que um dia se viu imperfeito entrou na brecha como perfeito e intercedeu por eles.

Para Deus não há grandes ou pequenos, todos somos grandes diante Dele. A perfeição visada por Deus não é formosa aos olhos naturais. E assim, como Moisés e todos os tipos bíblicos, nós também passamos diariamente por fraquezas e debilidades. Mas o que determina a nossa vitória, assim como a deles, é a forma como nós, cristãos, nos entregamos e nos rendemos completamente a Deus. E assim, em nossas demasiadas fraquezas, Ele pode operar a Sua vontade perfeita em nós.

Um bom soldado sempre estará sujeito a ferimentos. Mas sendo um bom soldado, ele tem um propósito, um alvo pelo qual lutar. Então, ainda que machucado, um verdadeiro soldado se levanta e tenta novamente, pois o seu propósito é o seu único foco.

Somos soldados de Cristo e, embora muitas vezes tropecemos e venhamos a cair, temos um alvo pelo qual temos como propósito alcançar. E embora este alvo seja a perfeição, ainda não somos perfeitos. Cometemos erros e muitas vezes fazemos coisas erradas. Porém, nosso propósito é certo, nossa vitória é certa. Então estejamos inteiramente dispostos a nos levantar e tentar novamente sempre que cairmos. Prosseguindo com grande confiança a esta perfeição, aparentemente sem formosura.

“Pois não temos um sumo sacerdote que não seja capaz de compadecer-se das nossas fraquezas, mas temos o Sacerdote Supremo que, à nossa semelhança, foi tentado de todas as formas, porém sem pecado algum. Portanto, acheguemo-nos com toda a confiança ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e encontremos o poder que nos socorre no momento da necessidade.” Hebreus 4: 15, 16

Redação Assim Está Escrito 

  • Tiago José

    ‘Perfeita força por perfeita debilidade.’ ‘E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.’ 2 Coríntios 12:9

  • Jônatas Elias

    “Mas sendo um bom soldado, ele tem um propósito, um alvo pelo qual lutar. Então, ainda que machucado, um verdadeiro soldado se levanta e tenta novamente, pois o seu propósito é o seu único foco.”
    PERFEITO! Deus vos abençoe! Veio no momento certo!