V – Família: Posicionamento dos filhos de Deus no corpo de Cristo

Menu

Culto Online Web Rádio

V – Família: Posicionamento dos filhos de Deus no corpo de Cristo

familia5siteok


O profeta pregou a Mensagem “Paralelo de Efésios com Josué”, na série Adoção, onde nos mostra a correlação entre o posicionamento dos filhos de Israel na terra prometida, naquele caso uma terra literal, e o posicionamento dos filhos de Deus hoje na terra da promessa, que é o Espírito Santo. Sabemos, portanto, que Canaã não é um tipo do Milênio, mas do Espírito Santo, já que tiveram guerras e lutaram por cada polegada daquela terra, assim como continuamos tendo lutas enquanto estamos tomando posse de cada promessa que temos que conquistar. Mas, Josué (Jeová Salvador), que é um tipo do Espírito Santo, posicionou cada filho em sua porção, de acordo com sua linhagem patriarcal estabelecida, seguindo a inspiração dos nomes já falados a respeito deles. A possessão de cada um era ser posicionado no lugar onde a benção fora proferida quando do seu nascimento, pois somente assim poderiam prosperar, mesmo estando todos na terra prometida.

hjk,lk


Na Mensagem “Adoção: paralelo de Efésios com Josué”, o profeta nos revela claramente como o Espírito Santo posiciona os filhos no Corpo de Cristo, sua Igreja.

48 E observem! Oh, isto simplesmente queima nossos corações! Cada uma daquelas mães hebreias, dando à luz àqueles filhos, elas falaram no mesmo lugar, em sua dor de parto, onde eles seriam colocados na terra prometida. Oh, é um grande estudo! Se pudéssemos simplesmente entrar nisto em detalhes, tomaria horas após horas. Algum dia quando tivermos nossa igreja preparada, eu simplesmente gostaria de vir e tomar um mês ou dois, e simplesmente permanecer nisto. Observe quando eles, cada uma daquelas mães, quando ela chamou, “Efraim”, usando ela estava em dores, o colocou exatamente onde seus pés estavam colocados em azeite. Exatamente cada um deles onde eles estavam.

49 E Josué, não sabendo disto, mas através da inspiração, dirigido pelo Espírito Santo, depois de ter estado na terra prometida, deu a cada homem sua promessa, exatamente o que o Espírito Santo prometeu através de seus nascimentos lá atrás.

50 Como Deus tem colocado alguns na igreja, através de suas dores de parto! Oh, as vezes é tremendo. Quando uma igreja está gemendo sob uma perseguição do mundo de fora, crendo no Senhor Jesus, que a promessa do Espírito Santo é simplesmente tão real como o era no Pentecostes, como elas gemem e choram sob suas dores de parto! Mas quando eles nascem, e posicionalmente nascem no Reino de Deus, então o Espírito Santo tem colocado na igreja, alguns apóstolos, alguns profetas, alguns ensinadores, outros pastores e outros evangelistas. Então lá Ele dá, o falar em línguas, interpretação de línguas, conhecimento, sabedoria, dons de cura, todos os tipos de milagres.

51 Onde a igreja está, agora este é o meu propósito de fazer isto. A igreja está sempre tentando levar alguém à parede. Mas não faça isto. Você nunca pode criar milho na terra de Efraim, se você estiver em Manassés. Você tem que tomar o seu lugar em Cristo, tomá-lo realmente. Oh, isto se torna profundo e rico quando chegamos aqui, como que Deus coloca um na igreja para falar em línguas, outro… Agora, temos sido ensinados muitas vezes, “todos nós temos que falar em línguas”. Isto é errado. “”Todos nós temos que fazer isto”. Não, não temos. Todos eles não fizeram coisa alguma, cada um era…

52 Cada terra foi provida e dividida através da inspiração. E, cada uma, eu poderia tomar as Escrituras e lhe mostrar isto exatamente, que ele as colocou no lugar onde eles tinham que estar, em seu lugar, como que as duas tribos e meia tinham que permanecer do outro lado do rio, como suas mães choraram em seus nascimentos, e como cada lugar estava suposto a ser.

Entendemos então que a verdadeira Igreja do Senhor Jesus Cristo é um organismo vivo, trabalhando em perfeita harmonia, onde todos os membros devem exercer sua função. O batismo nas águas em nome do Senhor Jesus Cristo no insere no corpo de crentes local, mas o batismo com o Espírito Santo nos insere no corpo de Cristo, disse o profeta. Por isso, depois de receber o batismo escriturístico, nas águas, o próximo passo de todos deve ser buscar o batismo com o Espírito Santo. Questionado certa vez se a noiva teria um ministério antes do arrebatamento (Mensagem “Perguntas e Respostas sobre os Selos”), o irmão Branham respondeu afirmativamente:

233 Com certeza. É isso o que está ocorrendo agora mesmo, veja, a Noiva de Cristo. Certamente. É a Mensagem da hora, veja, a Noiva de Cristo. Com certeza. Ela consiste de apóstolos, profetas, doutores, evangelistas, e pastores. Está certo? [A congregação diz: “Amém.”—Ed.] Essa é a Noiva de Cristo. Com certeza. Ela tem um ministério, grande ministério, o ministério da hora. Será tão humilde.

Vejamos que ele apontou para Efésios 4:11, porque é o ministério quíntuplo que trabalhará para o aperfeiçoamento dos santos, debaixo da unção da mensagem do dia. A revelação dos Selos, portanto, não anula a operação dos ministérios, muito pelo contrário, pois são esses homens, colocados por Deus para servir ao corpo, é que trarão a unção de posicionamento dos filhos à imagem da Palavra, no próprio corpo de Cristo. O apóstolo Paulo, escrevendo aos Hebreus, fala sobre espíritos ministradores enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação. Deus sempre usa homens para falar com homens. Portanto, Ele mesmo estabelece homens para fazer Sua obra, e mesmo os eleitos só podem alcançar salvação se vierem por meio desse caminho provido por Deus. Como exemplo disso, podemos citar que o apóstolo Paulo encontrou-se com a Coluna de Fogo no caminho de Damasco, mas o próprio Senhor Jesus Cristo dirigiu um homem chamado Ananias para impor as mãos sobre ele para que voltasse a ver (Atos 9).

Na mensagem a “A Ordem da Igreja”, pregada em dezembro de 1963, o profeta estabelece diretrizes, princípios, para o bom funcionamento da igreja do Deus vivo, que geralmente são famílias reunidas, ou seja, o corpo de crentes em Cristo no local reunidos debaixo da liderança pastoral estabelecida por Deus. Tudo isso para que o exército do Deus vivo não caia nas armadilhas propostas por Satanás e seja invencível, trabalhando em harmonia:

9 E recordem-se, Deus espera ver que eu permaneça na Palavra, e espero que nesta igreja vocês levem a cabo a Palavra. Vêem? E preserve o Espiritual, porque recordem, toda a força das trevas do reino de Satanás se tornarão contra você à medida que comece a crescer no Senhor. E vocês devem ser soldados, não só um recruta novo. Agora vocês são soldados com experiência e tem sido treinados para pelejar, e Satanás se meterá entre vocês e fará com que disputem mutuamente, se puder conseguir. Expulse-o imediatamente. Vocês são irmãos e esse é o inimigo.

Na mensagem “Tomando toda armadura de Deus”, vemos que os dons dados pelo Espírito Santo para o corpo de Cristo são as armas (presentes) que o Pai nos reveste para derrotarmos nosso inimigo. Obviamente, não falamos de dons na perspectiva da visão distorcida denominacional, mas à luz da mensagem da hora em que o dom é dado àqueles já batizados com o Espírito Santo:

“147 Quando eles estão treinando, os soldados, se há alguém aqui… Eu acho que é um pacote de 90 libras (40 quilos – Trad.) que eles colocam nas costas de um pequeno estreante. Para iniciá-lo aqui, e ele parece transpirar quase à morte. No treinamento, ele não acha que é necessário, mas espere até chegar a hora. Ele vai precisar de tudo o que está nesse pacote. Ele terá todo o prazer em ter isto. Sim, senhor. Ele tem que ter isso e terá toda a gratidão por aqueles que o treinaram para usá-lo.

148 E então agora, Deus, sabendo que nestes últimos dias viriam gigantes intelectuais, que viriam muitas coisas intelectuais, todos os tipos de inimigos com poderes da razão, tentando provar para a igreja que os dias de milagres já passaram e tudo isto. Deus encheu o batismo do Espírito Santo com o quê? Com o falar em línguas, interpretação de línguas, profecias, dons, e todo tipo de coisas. Pode parecer difícil o treinamento para eles, mas, irmão, na frente da batalha, cada um deles tem que ser usado. Deus equipa Seus soldados exatamente com o que é preciso usar. Amém.

149 Oh, eles podem dizer: “Basta aprender psicologia.” Isto não vai funcionar. Não, senhor. Isto é tão fraco quanto o caldo feito da sombra de uma galinha que morreu de fome. Então isso não é bom. Nós temos que ter o poder do Espírito Santo sobre um homem, com todos os nove dons espirituais habitando nele. Oh, você diz: “Eu simplesmente não gosto de sair. Eu não gosto de orar toda noite. Eu não…” Bem, então você vai ser morto na frente da batalha.

150 Você fique ali até que Deus o equipe com o batismo do Espírito. Então tudo que você precisa neste mundo ou no mundo vindouro, vive exatamente em você. O Deus que de tudo é sabedor, Ele sabia como equipar Seu exército. Ele equipou Seu exército com o batismo do Espírito Santo. Isso foi exatamente o que Ele enviou para esses últimos dias.”

Ainda na mensagem “A Ordem da Igreja”, o profeta afirma que os dons são ministérios, sendo administrados pelo pastor do rebanho que Deus estabeleceu no corpo local, pois o pastor (apascentador) é o supervisor da parte espiritual ou, em termos familiares, é também o pai de família (a roupagem que Deus veste para exercer tal atributo, estando na porta do aprisco). Debaixo do ministério pastoral, que está fundamentado na mensagem do profeta-mensageiro (o anjo para a era), é que os demais ministérios constantes em Efésios 4:11, bem como todos os dons (ministérios), devem harmonicamente funcionar, pois o pastor é o anjo para a igreja local. O pastor, assim como Josué, é aquele que tem a prerrogativa de posicionar os filhos (os dons) na possessão onde farão o reino de Deus prosperar:

30 Agora, creio que tem chegado a hora ao Tabernáculo Branham, para que conheça como tomar os dons que Deus nos dá, para que Deus possa confiar-nos algo maior que o que temos. Porém não podemos estar em acordo, se você vê a um homem que sempre está falando e toda coisa. E recordem: “O Espírito do profeta é sujeito ao profeta”, diz a Escritura. Quando vês a um homem ou uma mulher que continua a sair da ordem depois de ser corrigido com a Verdade da Escritura, isto mostra que o espírito que está neles não é de Deus, porque a Bíblia diz que o espírito do profeta (profetizar, testificar, pregar, falar em línguas ou o que for, porque línguas interpretadas é profecia) está sujeito ao profeta, e a Palavra é o profeta. Assim vemos que está fora da ordem que um homem ou uma mulher salte e dê uma mensagem, não importa o muito que queiram fazer,  enquanto o pregador está no púlpito.

31 Agora, sugiro isto para o Tabernáculo Branham, sendo que nossos dons que temos encontrado, e aqui temos boas pessoas dotadas de dons. Agora, em si cada um destes dons é um ministério. São dons assim como a pregação é um dom, como a cura é um dom, como as outras coisas são dons. Estes são dons e em si são ministérios. E a cada homem lhe é ordenado servir em seu próprio ministério.

 

Convém citar textualmente o capítulo 12 de I Coríntios, onde Paulo mostra de maneira indiscutível o funcionamento do corpo de Cristo bem ajustado:

Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.
Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados.
Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.
Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;
E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;
E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.
Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.
Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.
Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?
Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo.
E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós.
Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários;
E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra.
Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela;
Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.
De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.
Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.
E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.
Porventura são todos apóstolos? são todos profetas? são todos doutores? são todos operadores de milagres?
Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam todos?

Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho mais excelente.
1 Coríntios 12:1-31

 

Também aos Romanos 12, o apóstolo Paulo, na mesma linha do Espírito, mostra como deve ser o funcionamento do corpo, havendo racionalidade (entendimento) entre os membros, recomendando: “sedes unânimes entre vós”:

Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.
Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação,
Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros.
De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé;
Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino;
Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria.

Romanos 12:3-8

Olhando para nossos pais apostólicos vemos que a Igreja Primitiva, que foi estabelecida nas bases sólidas da Palavra, pôde produzir o livro de Atos (Atos do Espírito Santo nos Apóstolos), em perfeita sintonia com o Espírito Santo. Aquela igreja estava “pegando fogo” e simplesmente tendo um tempo maravilhoso, pois os poderes de Deus estavam sobre ela (Mensagem “Atos do Espírito Santo, parágrafo 48). Cremos que temos voltado à fé de nossos pais, pois é o tempo de haver o coroamento da obra que Deus começou no calvário. Na Mensagem “Obra Prima”, parágrafo 172, o profeta diz “o Alfa e o Ômega são o mesmo. A primeira e a última mensagem são a mesma coisa, pois Deus nunca disse nada do meio! Jesus disse: eu sou o Alfa e o Ômega!”. O irmão Branham, apontando para as características do Elias deste dia, mostra que seu ministério era o ministério que converteria os corações dos filhos aos pais do Pentecostes. No Livro “Exposição das Sete Eras da Igreja”, página 295, vemos: “agora este mensageiro de Malaquias 4 e Apocalipse 10:7 fará duas coisas. Primeiro: Segundo Malaquias 4 ele converterá os corações dos filhos aos pais. Segundo: Ele revelará os mistérios dos sete trovões em Apocalipse 10, os quais são as revelações contidas nos sete selos. Serão estas “verdades mistérios” divinamente reveladas que literalmente converterão os corações dos filhos aos pais do Pentecostes. Exatamente assim.”

Enquanto os membros do corpo de Cristo não estiverem guardando suas respectivas posições, como filhos adotados, compreendendo seu lugar e exercendo seu papel, não podemos exercer a dinâmica do funcionamento da Palavra em nossas vidas, pois, antes da dinâmica vir à tona, é preciso que a mecânica esteja em perfeita ordem. Cremos que este é o tempo em que a vida voltou à igreja (dinâmica), pois a Árvore Noiva foi restaurada, para que manifestássemos nossa posição em plenitude no corpo de Cristo. Não apenas em forma de palavra (letra), porque “a letra mata e o Espírito vivifica”. Na Mensagem “Cristo é o Mistério de Deus Revelado”, vemos como o Espírito Santo estava já ansiando para que soubéssemos nossa posição:

240 O novo Nascimento é Cristo, é a revelação. Deus tem revelado a vocês este grande mistério, e isso é um novo Nascimento. Agora o que você vai fazer quando você reunir todo esse grupo, onde a revelação está perfeitamente em harmonia, e Deus expressando-a através de Sua Palavra pelas mesmas ações, as mesmas coisas que Ele fez, fazendo a Palavra manifestar! Oh, se a Igreja tão somente soubesse a sua posição! Ela saberá, um dia. Então, o Rapto se irá quando ela souber o que ela é.

290 É Jesus Cristo, o novo Nascimento, revelado em você, que Ele tem as preeminências, para que Ele possa expressar Suas Palavras. E qualquer coisa que Ele tenha prometido nestes últimos dias, Ele pode realizá-la, através de Seu Corpo enquanto Ele opera. Amém! É precisamente a Palavra de Deus manifesta. Notem. Está bem

 

Os dons de Deus sempre encontram seus lugares. Paulo mesmo disse, no último versículo do capítulo 12, de I Coríntios, que deveríamos buscar os melhores dons e que ele mesmo nos mostraria o caminho mais excelente. Em I Coríntios 13, ele ensina que, ainda que tivéssemos todos os dons e não tivéssemos amor (não um sentimento, mas a Pessoa de Cristo em nós), nada seríamos. Lemos em I Coríntios 13:8-10: “O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.” Na Mensagem “Amor Divino”, o profeta diz que, “quando o amor Divino é projetado e chega a seu destino, a graça soberana toma o seu lugar.” Isso significa a coroação ou o selo de que uma obra está concluída!

 

Quando o diabo e seus anjos caíram, Deus não manifestou seus atributos de redenção, pois quem havia pecado eram criaturas. Mas, quando Adão e Eva pecaram, Deus, por amor, fez o caminho de volta para seus filhos, que Ele havia gerado e eram partes de Si mesmo. Assim, como Deus sustentou toda sua família fundamentada no amor, assim também a família de Deus manifesta o vínculo do amor entre seus membros, expressando os atributos do Pai.

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.
Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.

João 13:34-35

Fernando Alves