IV Encontro de Equipes AEE

IV Encontro de Equipes AEE

AEE NewsAEE News11/02/202014min3
E ficaram, todos, maravilhosamente surpresos ao descobrirem que o palestrante seria um membro da equipe mais estimada dentre os departamentos AEE, o Ministério; que foi representado pelo Pr. Wanderley Vilaça.

Em mais uma reunião anual de equipes, as equipes de voluntários atuantes nos departamentos do Tabernáculo Belo Horizonte (TBH), tendo por objetivo prestar apoio e agregar conforto aos membros da casa, se reuniram na quarta reunião de equipes realizada pelo Ministério Assim Está Escrito (AEE).

Na ocasião um dos líderes de cântico do TBH, João Wesley, emprestou seu talento e prestou adoração a Deus juntamente com a equipe de música e as demais equipes presentes. Assim uma atmosfera de harmonia foi criada possibilitando um ambiente propício para Deus realizar Seu projeto para reunião.

A reunião iniciou-se com o orador da vez, Pedro Vilaça, falando concernente à ordem, conduta, organização e ao relacionamento entre equipes. De forma sucinta e rápida, transmitiu a mensagem pretendida de forma precisa; demonstrando que sempre haverá a necessidade de empatia (se colocar no lugar do outro), pois é através dela que um indivíduo consegue olhar para as diferenças entre o próximo e si mesmo, sem permitir que tais se transformem em indiferenças.

Um exemplo de onde a empatia deveria ser aplicada, foi: ‘Ao olhar para o seu líder’.  Mesmo porque estes estão sempre à frente do trabalho buscando aperfeiçoamento, mas nem sempre é possível consegui-lo de uma forma que agrade a todos. E a estes, os líderes, foi dada a incumbência de direcionar suas equipes, durante os desenvolvimentos dos trabalhos ao longo deste ano de 2020. Em uma dinâmica, uma palavra foi atribuída a cada equipe, que deverá trabalhar a palavra recebida ao longo do ano. O propósito da dinâmica é que ao trabalhar com a palavra obtida, a equipe irá descobrir porque ela é necessária. As palavras para as respectivas equipes foram:

  • Apoio ao Diaconato: Paciência;
  • Brigada de Emergência: Equilíbrio;
  • Enfermagem: Firmeza;
  • Infraestrutura: Coragem;
  • Música: Perfeição;
  • Vídeo: Criatividade;
  • Professoras: Continuidade;
  • Mocidade: Continuidade;
  • Mídia: Agilidade;
  • Limpeza: Disposição;
  • Cozinha: Simplificação.

E ficou claro que a equipe que trabalhar colocando em prática o significado da palavra recebida alcançará sucesso em seus objetivos.

Como em todas as reuniões há um palestrante designado para falar sobre um tema propício para o dia, todos esperavam ansiosos para saber quem seria o palestrante daquela tarde, 08 de fevereiro. E ficaram, todos, maravilhosamente surpresos ao  descobrirem que o palestrante seria um membro da equipe mais estimada dentre os departamentos AEE, o Ministério; que foi representado pelo Pr. Wanderley Vilaça.

E para a surpresa de muitos, não houve uma palestra, pois “não seria possível” a equipe do Ministério lecionar uma palestra, ao invés de ministrar. Como foi dito pelo Pr. Wanderley Vilaça: “A palavra do ministério é baseada na Bíblia.” Sendo assim, a ‘Reunião de Equipes’ passou a ser um ‘Culto das Equipes’.

 

Convocados a Ser Completamente Íntegros

Leitura Bíblica: Jó 1:1; 29:1-25 e 31:1-40

“Ao lermos o livro de , especificamente nos capítulos 1:1; 29:1-25; 31:1-40, é possível ver que este possuía muitas características que além de serem essenciais na prática da vida cristã, são para o executar de algo para Deus. Isso para aqueles que querem ter uma vida cristã e exercer funções com excelência. Dentre as muitas qualidades que é preciso ter, todos, membros de equipes ou não, devem(os) olhar com mais apreço para a sua integridade. 

Jó foi tomado como o exemplo daquela tarde, por sua integridade. Por causa da integridade de Jó as pessoas o estimavam, o reverenciavam, valorizavam suas palavras e acreditavam nele; pois além de bom, Jó era justo. Foi mostrado que ser bom não é tão difícil, mas ser justo é muito difícil. Foi ensinado que Jó era um homem cuja as palavras tinham peso, e ele, mais que todos, tinha consciência disso e carregava em seu coração a certeza de que era um homem íntegro em todos os aspectos de sua vida.

A prova de que ele sabia de si, que era justo, reto e íntegro, foi que mesmo quando todos acusaram-no, difamaram e suspeitaram de seu testemunho ele se levantou e questionou a Deus sobre onde havia uma única falha em sua vida/testemunho. Jó tinha tanta convicção de ser um homem justo, que ele próprio ao fazer o questionamento para Deus, deu a Ele sugestão de punição para si (disponibilizou sua esposa para outro homem, para se caso tivesse cobiçado uma outra mulher; pediu que Deus arrancasse seu braço se tivesse negado ajuda aos órfãos, ou desprezado as viúvas…).

Contudo, ao fazer tal coisa, Deus o convidou a se assentar com Ele para que assim tivessem uma conversa. Porém, Jó, mesmo sendo íntegro como era, viu-se completamente indigno de fazê-lo.

Neste momento, o nosso amado pregador também nos fez um questionamento: “E se Deus nos fizesse o mesmo convite hoje, como ficaríamos diante d’ Ele visto que na maioria do tempo nos falta integridade?”

Depois disso explicou para os membros das equipes, que usar a responsabilidade de/em exercer funções na igreja como desculpa para deixar de lado a vida espiritual não é uma demonstração de integridade. E que tal ação na verdade demonstra a falta dela, a tão necessária integridade.

Muitos de nós achamos que pelo fato de estar fazendo algo para Deus, estamos imunes e/ou não precisamos corresponder a todos os critérios que Deus exige para as nossas vidas espirituais. Pensamos que por ajudar na igreja estamos livres das nossas responsabilidades para com nossos lares, nas nossas famílias e nosso emprego. Muitos têm se descuidado da vida cristã ao fazer algo para Deus. Quando na verdade sem essas coisas nenhum trabalho para Deus é aceito por Ele.

Um outro ponto da ministração, foi sobre a necessidade de não pular etapas na vida, sobretudo na vida cristã. Diversas pessoas querem estar no topo, mas não querem caminhar para chegar lá. Muitos não conseguem entender que não é vantagem estar no topo da montanha se não tiveram o trabalho de caminhar e enfrentar as dificuldades necessárias para chegar lá. 

Foi ressaltado que o critério para chamar alguém para exercer uma função na igreja é o bom testemunho. Mas o problema é que ao começarem exercer, tais funções acabam fazendo com que fracassem em seus  testemunhos ao invés de melhorá-los. E a desculpa que usam para sanar a omissão com Deus é a de que estavam ocupadas demais com o trabalho na igreja. Vidas estão sendo destruídas e lares sendo desfeitos em nome de “trabalhar na casa de Deus”. Isso não pode acontecer. E a forma de não acontecer é justamente obtendo a integridade.

Como já deu para perceber, a palavra principal para todas as equipes esse ano é: ‘INTEGRIDADE’.

E assim o Pr. Vilaça concluiu sua ministração nos mostrando que há etapas de integridade nas nossas vidas, sendo elas: vida Cristã; vida conjugal; vida com os filhos, a vida no trabalho e só então, depois de cumprir com integridade cada uma dessas etapas será possível haver o/um cumprimento íntegro do trabalho para Deus.

 

Interessante

Um vídeo foi passado para os presentes que foram convidados a observarem através dele, o nível de integridade de alguns civis norte-americanos que se inscreveram em um treinamento para serem membros das forças especiais. E uma das etapas do treinamento era chamada de ‘As Cinco Estações da Integridade’.

Obs: O vídeo pode ser encontrado no youtube com o nome: ‘Estações de Integridade’.

Acontece que como parte do treinamento militar, era necessário subir uma montanha e ao longo do trajeto cumprir alguns exercícios; cinco repetições fazendo 50 vezes a mesma série de cada exercício. Durante o trajeto todos eram filmados nos pontos específicos que tinham que cumprir com o designado. Eram cinco soldados e apenas um deles, que era também o líder do grupo, deixou de fazer duas sequências das 50 repetições. E este, ao final do dia, foi chamado à sala do treinador para uma conferência e se assistiu falhando no que lhe havia sido proposto.

Muitas lições foram aprendidas com o vídeo. Mas enfatizando apenas uma, usando o aprendizado do aspirante a soldado nos foi mostrado durante a ministração, que chegará um dia em que uma tela descerá diante de cada cristão, e Deus mostrará onde cada um deixou de ser íntegro.

Agora, comentando acerca de um outro aprendizado do vídeo em questão, o Pr. Vilaça mostrou que quando alguém deixa de cumprir sua função acaba ferindo e atingido outras pessoas pois alguém que ama a obra de Deus jamais permitirá que algo fique sem ser feito e tomará para si responsabilidades que podem acabar sendo um peso que não conseguirá carregar.

 

Dinâmica

Assim como nas reuniões anteriores, não podia faltar uma dinâmica. E mais uma vez a equipe do ministério entrou em ação com uma das dinâmicas mais necessárias na vida cristã, a oração. E após irmãos fazerem uma roda e igualmente as irmãs, deram as mãos e foram conduzidos pelo Min. Adelson Santo à dinâmica de entrar na dinâmica do Espírito Santo permitindo que Ele intercedesse em cada um e por cada um, para que fossem mais íntegros consigo mesmos. 

Assim sendo, ficou explícito que naquela tarde Deus estava requerendo de todos os  voluntários mais do que trabalho. Estava exigindo de cada um o lado espiritual daquilo que é apresentado para Ele.

 

Clique aqui e veja o álbum completo.

 

3 comentários

  • Avatar
    Raquel Aline

    12/02/2020 as 13:04

    Maravilhosas palavras. Que ensinamento!

    Comentar

  • Avatar
    Mariane Oliveira

    14/02/2020 as 20:16

    Que dom maravilhoso Deus concedeu à cada um! Que Ele possa continuar abençoando a vida de cada irmão que se dispõem tão prontamente a nos ajudar neste ministério em vários setores. Um corpo, uma igreja!

    Comentar

  • Avatar
    Renata sales

    17/02/2020 as 06:33

    Amem! Que Deus sempre seja o condutor de todos os trabalhos na igreja,condutor de nossas vidas e nossas ações.

    Deus continue abençoando o Ministério e a todos que juntamente colaboram para nós proporcionar momentos na presença do senhor Jesus Cristo.

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias


%d blogueiros gostam disto: