O Mundo Virtual Está Transformando Sua Realidade | Assim Está Escrito

Nossas redes sociais são mais atualizadas do que os nossos níveis de fé. Investimos mais tempo em uma diversão no celular e/ou computador do que investimos no nosso crescimento pessoal, profissional e espiritual. E o mais grave, é que podemos estar “vendendo”, doando o nosso tempo para algo que diminuirá o nosso tempo de vida, nossa condição intelectual, nossas relações interpessoais e pior, nossa proximidade com Deus.

O Mundo Virtual Está Transformando Sua Realidade

A nossa mente é traiçoeira; não é à toa que nosso profeta William Branham, nossos pastores e ministros nos ensinam que a maior batalha acontece dentro dela. Nossa mente opta, sempre, por aquilo que nos oferece o menor esforço físico ou mental nas tomadas de decisões. E isso é simples comprovar; vejamos: você prefere ler um livro ou assistir um vídeo divertido? Estudar ou dormir? Divertir-se ou trabalhar? Suponho que as repostas sejam óbvias. E com certeza são compreensíveis. O problema é que as nossas escolhas, as mais fáceis, estão nos tornando cada vez menos donos da nossa própria vida.

O mundo virtual pode ser responsável por diversos problemas físicos, intelectuais e espirituais. Redes sociais, vídeos interativos, filmes, programas, jogos e muitos outros relacionados a este mundo são inegáveis formas de distrações que nos divertem e entretêm. Passamos horas na frente de um computador assistindo conteúdos que nos influenciam, na maioria das vezes, negativamente. Nossas redes sociais são mais atualizadas do que os nossos níveis de fé. Investimos mais tempo em uma diversão no celular e/ou computador do que investimos no nosso crescimento pessoal, profissional e espiritual. E o mais grave, é que podemos estar “vendendo”, doando o nosso tempo para algo que diminuirá o nosso tempo de vida, nossa condição intelectual, nossas relações interpessoais e pior, nossa proximidade com Deus.

Eu e você vamos ver agora, como o mundo virtual pode nos levar a renunciar, por um valor insignificante, bens preciosos: tempo, saúde e os relacionamentos com as pessoas que amamos.

 

PASSAMOS MAIS TEMPO CONECTADOS DO QUE DORMINDO.

Segundo a Hootsuite e We Are Socialo o internauta brasileiro fica, em média, nove horas e quatorze minutos por dia conectado. Imaginemos agora, o quanto eu e você podemos evoluir tendo 9 horas diárias de estudo; realizando ações em benefício de outras pessoas, ou estudando algum instrumento. Aprendendo algo novo… É impressionante como, às vezes, sem perceber, passamos mais tempo com o celular ou computador nos entretendo do que passamos dormindo, considerando que o tempo ideal de sono, por noite, seja 8 horas.

 

O RELACIONAMENTO INTERPESSOAL ESTÁ CADA DIA MAIS BANALIZADO

No mundo virtual as pessoas não possuem identidade; elas podem ser o que quiserem, quando, onde e como quiserem. Os relacionamentos estão ficando mais instantâneos e irreais a cada dia que passa. Temos dificuldades para nos expressar porque estamos acostumados a reagir sem emoções ou sinceridade; pois nossas reações foram reduzidas a um clique. Passamos inúmeras horas absorvendo informações insignificantes, perdendo a oportunidade de adquirir conhecimentos que nivelam a nossa sabedoria. Temos menos tempo para nos comunicar no “ao vivo” do que para escrever uma mensagem de texto.

Hoje, a vida é vivida assim: 80% do tempo das pessoas é gasto se preocupando com trabalho e se conectando nas redes sociais. Os outros 20% são divididos em 10% do tempo para o lazer e no tempo que sobra (10%) preocupam-se com suas famílias.

 

A EXPOSIÇÃO DA IRREALIDADE

A busca pela interação e/ou por aceitação nas redes sociais, levam pessoas a se exporem a situações ridículas; mostram suas vidas para pessoas que não as conhecem; ficando em situações desagradáveis na tentativa de obter mais visualizações, likes e comentários. O desejo por interação as induz a tornarem-se aquilo que não são, para mostrar às pessoas que também expõe realidades que não lhes pertencem. E assim tudo o que se consegue é construir laços frouxos entre pessoas irreais; pois a exposição de uma vida perfeita faz com que as pessoas se apeguem a uma condição inexistente que ao ser comparada com a realidade causa inúmeros problemas emocionais, intelectuais e interpessoais.


AS PESSOAS SE TORNAM JUÍZES DE CAUSAS QUE NÃO LHES PERTENCEM

Com a constante interação, a opinião e julgamento são expostos sem medo das consequências, afinal, a internet é tida como uma terra sem lei (apesar de não ser bem assim). É comum observarmos as pessoas opinarem em algo que não lhes compete. Muitos simplesmente se envolvem pelo prazer de querer oferecer sua opinião, se promover, julgar e ou ofender. O que muitos não sabem é que o ato de interagir de forma ofensiva, abusiva, preconceituosa ou expositiva pode gerar processos judiciais, caracterizando crimes cibernéticos – aqueles cometidos em ambientes virtuais – com punições que vão de multa a detenção.

 

DESENVOLVIMENTO DE PROBLEMAS DE SAÚDE

A constância e a intensidade do uso de dispositivos móveis podem ocasionar problemas graves de saúde como: depressão, insônia e problemas físicos, como na coluna. A busca pela aceitação, já citada, transtorna a vida das pessoas e faz com que elas anseiem desesperadamente pela aprovação do outro. O que atribui a elas quadros de ansiedade. A falta “do que é real” deixa um “vazio” e faz com que o desejo pela conexão aumente criando um ciclo vicioso que pode resultar na tão temida doença do século, a depressão. Já quando o assunto é a insônia, o maior problema é a luz emitida pelos dispositivos, pois afeta a melatonina (hormônio responsável pela regulação do sono) fazendo com que seja produzida, no organismo, em menor quantidade. Os problemas de coluna derivam das más posturas que desenvolvemos ao passar horas com nossos celulares em mãos.

 

E como se esses não bastassem, a intensidade que nos envolvemos com nossos aparelhos digitais pode nos roubar o tempo que deveríamos estar empregando no crescimento espiritual. Imagine só: eu e você, eleitos, adquirindo uma doença espiritual por não estabelecermos limites em nossas distrações e entretenimentos.

Pois é. Parece absurdo, mas, é possível!

 

 

 

Adquira Conhecimento

Adquira Conhecimento


2 comentários

  • Avatar
    Tiago José

    23/12/2020 as 11:19

    Um necessário alerta! Simplesmente fato!

    Comentar

  • Avatar
    Ana Caroline Sidnei

    31/12/2020 as 08:07

    Pura verdade! É um tempo mau investido que vai sem percebermos e que vai afetando varias areas da vida e automaticamente vai nos enfraquecendo.

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias