O Processo De Fecundação Pela Palavra | Assim Está Escrito

Quando tivemos a garantia que tínhamos a semente da Palavra dentro de nós, um intenso processo de transformação começou a surgir internamente em nossas vidas, a tal ponto que algumas alterações nos mudaram radicalmente.

A vida de um cristão pode ser facilmente tipificada na formação de um feto. Após a fecundação (união do espermatozóide com o óvulo) ocorre a formação do zigoto, que é o que ocorre no interior das trompas para que o óvulo se encaminhe para o útero. Logo, o zigoto se desmembra, fragmentando-se em duas células, que, após isso, fragmenta-se repetidas vezes até formar o blastocisto, que se implanta na parede do útero por algumas semanas até formar o embrião. E quando o embrião alcança o útero, o Hormônio Coriônico Gonadotrófico (HCG), que induz a produção de progesterona e estrogênio no ovário, é produzido.

 

A progesterona e o estrogênio são os responsáveis por avisar a mulher que ela está grávida, quando chega à hipófise. Dado o aviso, a hipófise produz hormônios que cessam a ovulação, impedindo o ciclo menstrual. Após ler todas essas informações, muitos devem estar se perguntando o que isso tem a ver com a vida cristã. Como sabemos, Deus está em Sua Palavra e Sua Palavra é Sua Criação. Assim, todas as coisas que vieram à existência vieram através do poder da Palavra falada. Portanto, a Palavra Falada é A Semente Original. E estando Deus em sua criação temos grandes motivos para contemplá-la, respeitá-la e até mesmo aprendermos com ela. 

 

Assim como ocorre o processo de formação do embrião, acontece conosco. Considerando o fato de que nós somos o óvulo e que o espermatozoide é a Semente-Palavra, temos um belo fundamento para crer na nossa eleição. Nós éramos errantes e moribundos dentre muitas pessoas. E se pararmos para pensar, muitas das pessoas que estavam ao nosso redor eram bem melhores que nós! No entanto, no dia em que a Palavra de Deus foi pregada a cada um de nós, nossos corações (óvulos) como terra sedenta absorveu rapidamente a semente (espermatozoide) de Deus e logo começou o processo de fecundação pela Palavra.

 

Quando tivemos a garantia que tínhamos a semente da Palavra dentro de nós, um intenso processo de transformação começou a surgir internamente em nossas vidas, a tal ponto que algumas alterações nos mudaram radicalmente. Podemos dizer que nessa fase o zigoto estava em formação no interior das trompas. Mas, após várias mudanças internas, encontramos o caminho e nos estabelecemos nas paredes da revelação da Palavra, assim como o zigoto se anexa nas paredes do útero. E assim que conseguimos nos assegurar na revelação da Palavra algo diferente aconteceu, uma mudança externa começou a surgir. Nossas palavras mudaram, nossas vestes mudaram radicalmente, a nossa atmosfera mudou e literalmente nos desfragmentamos para o mundo. Nós queimamos todas as pontes que haviam ao nosso redor e morremos para o velho “eu”.

 

Após todas essas etapas nós nos implantamos na Palavra e permanecemos imóveis e firmes esperando o tempo certo de nossa manifestação.

 

Finalmente chegou o momento em que o embrião foi formado. A sua formação provocou em nós uma sensação diferente que tomou conta do nosso ser, e isso fez com que um “hormônio” de Vida fosse produzido em nossas vidas. E imediatamente esse “hormônio” enviou uma mensagem a satanás dizendo: “A produção de ações (óvulos) de satanás nessa vida (útero) está interrompida, pois essa Mulher (Noiva) já está grávida!” 

 

E por nove meses (período das três etapas da graça) permanecemos ali, assimilando o que Deus nos dizia através de Sua Palavra até que finalmente chegou a hora de nascermos no Reino de Deus. Aí foi quando já estávamos maiores, com o corpo formado e bem alimentados através do canal da Palavra. Mas como esse conforto não é tudo o que Deus reservou para Seus filhos, chega a hora de sair da zona de conforto. Dores, força, esforços são feitos para que a bolsa seja rompida. Uma barreira já se foi! E quando parece que vamos sair, passamos por um canal apertado, pois o caminho para alcançar a Deus é estreito. E finalmente saímos através de muita pressão! Esse é um grande momento de regozijo para aqueles que nos assistem. É um momento de grande gozo.

 

Todos ao nosso redor riem. Mas é engraçado que quando nascemos nós choramos. Um bebê chora quando nasce, pois precisa abrir os pulmões para expulsar o líquido que está dentro dele, substituindo-o pelo oxigênio e isto gera um lapso de muita dor. Aí está o porquê de chorarmos quando nascemos no Reino de Deus. Antes de nascermos havia dentro de nós vários espíritos, dificuldades e fraquezas que nos impediam de respirar, mas, quando chegou a hora da manifestação dos filhos de Deus algo aconteceu dentro de nossos pulmões espirituais e a força do Espírito Santo expulsou de nós todas as nossas impurezas que ocupavam o espaço da Palavra (oxigênio), e isso causou dor em nós. E assim como um bebê recém-nascido, nossas pupilas dilataram, lágrimas começaram a escorrer de nossos olhos e um grito (choro) de Vida e liberdade surgiram de dentro de nós. 

 

Portanto, não nos critique por chorarmos no Espírito, por dançarmos no Espírito e por cantarmos no Espírito; pois, a única maneira de realmente nos entender é sendo nascido do Espírito de Cristo.

 

Adquira Conhecimento

Adquira Conhecimento


3 comentários

  • Avatar
    Isabel Maertz

    29/01/2021 as 12:36

    Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.
    João 1:12-13

    Comentar

  • Avatar
    dionisio

    02/02/2021 as 18:50

    A vontade perfeita de Deus para os seus filhos é que vivam toda palavra, pois, cristo é a palavra.

    Comentar

  • Avatar
    Ione Lopes

    04/02/2021 as 10:32

    Amém! Tão claro, e mesmo assim, nem todos podem ver….

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias