Profeta William Branham


01234567890012345678900123456789001234567890

Você pode encontrar facilmente sobre a história da vida de William Marrion  Branham e os inúmeros derramamentos de milagres ocorridos através de seu ministério. Mas você sabe quem William Marrion  Branham realmente era?

Através da Bíblia, podemos ver que o método usado por Deus para Si revelar ao homem em todas as junções de tempo sempre foi através de Seus servos, os Profetas. Tão importante é o ofício de um profeta, que a Bíblia diz: “(…) Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis” (2 Crônicas 20:20). E na mesma, encontramos novamente: “Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas” (Amós 3:7). Conseguinte, Deus enviou o profeta William Marrion  Branham nos últimos tempos com o ‘Assim Diz O Senhor’, exatamente de acordo com Seu método original.

A vida de William Marrion Branham (Burkesville06 de abril de 1909 – Amarillo24 de Dezembro de 1965), foi marcada por manifestações sobrenaturais do Espírito Santo, as quais sem sombra de dúvidas, vindicou o seu ministério profético, singular e incomum. Ministério o qual foi o cumprimento de muitas profecias bíblicas preditas para os nossos dia.

O ministério de William Branham envolveu três etapas distintas as quais foram referidas como “puxadas”. A primeira e a segunda puxada foram notáveis através de dois sinais dados por Deus: cura e discernimento. Rapidamente e de forma espantosa as notícias sobre curas milagrosas se espalharam, e pastores de todos os lugares do mundo começaram a chamar William Branham para ministrar em suas congregações e orar pelos enfermos. Mas as igrejas não podiam acomodar as multidões, e as reuniões eram mudadas para grandes auditórios ou estádios para a realização de suas campanhas nas principais cidades.

Seu ministério

Uma vez que a Palavra de Deus, por si só, contém profecias preditas e cumpridas minuciosamente, tudo o que está escrito Nela é autenticado por Deus. Cremos em Deus e cremos em tudo o que está escrito em Sua Palavra. Somente Nela se encontra respostas para as maiores questões da vida. Antes mesmo que um único átomo fosse criado no universo, a Palavra de Deus já existia; “O que tem sido é o que será, e o que foi feito é o que será feito, e não há nada de novo sob o sol.” (Eclesiastes 1:9)

Mas esses dois sinais sobrenaturais não foram dados a ele somente com o objetivo de encorajar as pessoas a exercerem sua fé, mas para chamar atenção delas para algo maior que estava para se cumprir em seu ministério: A Terceira puxada; A qual foi Deus habitando em uma carne profética, revelando todos os segredos da Bíblia, cumprindo o ministério de Filho do Homem. Assim como  predito em Lucas 17:30 e Apocalipse 10:7.

Nesta etapa grande massa das pessoas que seguiam William Branham o abandonaram. Elas criam piamente nas curas e discernimentos ocorridos em seu ministério, porém não conseguiram crer no primórdio de quem realmente era William Branham.

Claro, tudo isso estava dentro do plano original de Deus. Ora, o ministério de Jesus cumpriu estes mesmos preceitos; Primeira puxada: Multidões reuniam-se para ouvir suas graciosas palavras e receber Seu sobrenatural toque de cura (Mateus 9:2)Segunda puxada: Revelar os segredos dos corações (João 4:6 ao 18)Terceira Puxada: Sua “mensagem”, a Palavra de Deus que veio em força e contrária á ordem religiosa do dia, fazendo com que as multidões o abandonassem (João 6:66).

O processo da Terceira Puxada, não era um show público. Era algo humilde. Foi, e tem sido até hoje, um ministério que não era e não pode ser representado. Foi o processo da Noiva “amadurecendo na Presença do Filho”. Foi o ministério da Mecânica e da Dinâmica juntos.

Através de William Branham a segunda vinda do Senhor havia começado.


A vida de William Branham

No dia 06 de abril de 1909, nascia em Burkesville – Kentucky, um bebê, chamado William Marrion Branham, em uma casa de madeira, simples e humilde. Quando o bebê estava com apenas poucos minutos de vida, uma ‘Luz’ misteriosa entrou pela janela da simples cabana e pairou sobre o recém-nascido por aproximadamente um minuto e desapareceu pelas frestas da cabana. Filho de Charles e Ella Branham, William Marrion Branham viveu em sua cidade natal até os seis anos de idade e depois mudou-se, juntamente com sua família, para Indiana – Utica. A vida do menino foi marcada por várias visões, que sempre se cumpriam com exatidão.

Em 1932, William Branham conhece Hope Blumberg, e começa a frequentar a Igreja Batista, na qual foi batizado, em nome do Senhor Jesus Cristo, pelo Doutor Roy Davis (seu pastor). No final do ano de 1932 o irmão Branham teve seu primeiro chamado ao ministério, para pregar a Palavra, ordenado pelo pastor Davis.

O Início

de um Profeta


01234567890012345678900123456789001234567890

O ministério de William Branham envolveu três etapas distintas as quais foram referidas como “puxadas”. A primeira e a segunda puxada foram notáveis através de dois sinais dados por Deus: cura e discernimento. Rapidamente e de forma espantosa as notícias sobre curas milagrosas se espalharam, e pastores de todos os lugares do mundo começaram a chamar William Branham para ministrar em suas congregações e orar pelos enfermos. Mas as igrejas não podiam acomodar as multidões, e as reuniões eram mudadas para grandes auditórios ou estádios para a realização de suas campanhas nas principais cidades.

Mas esses dois sinais sobrenaturais não foram dados a ele somente com o objetivo de encorajar as pessoas a exercerem sua fé, mas para chamar atenção delas para algo maior que estava para se cumprir em seu ministério: A Terceira puxada; A qual foi Deus habitando em uma carne profética, revelando todos os segredos da Bíblia, cumprindo o ministério de Filho do Homem. Assim como  predito em Lucas 17:30 e Apocalipse 10:7.

Nesta etapa grande massa das pessoas que seguiam William Branham o abandonaram. Elas criam piamente nas curas e discernimentos ocorridos em seu ministério, porém não conseguiram crer no primórdio de quem realmente era William Branham.

Claro, tudo isso estava dentro do plano original de Deus. Ora, o ministério de Jesus cumpriu estes mesmos preceitos; Primeira puxada: Multidões reuniam-se para ouvir suas graciosas palavras e receber Seu sobrenatural toque de cura (Mateus 9:2)Segunda puxada: Revelar os segredos dos corações (João 4:6 ao 18)Terceira Puxada: Sua “mensagem”, a Palavra de Deus que veio em força e contrária á ordem religiosa do dia, fazendo com que as multidões o abandonassem (João 6:66).

O processo da Terceira Puxada, não era um show público. Era algo humilde. Foi, e tem sido até hoje, um ministério que não era e não pode ser representado. Foi o processo da Noiva “amadurecendo na Presença do Filho”. Foi o ministério da Mecânica e da Dinâmica juntos.

Através de William Branham a segunda vinda do Senhor havia começado.



Aparecimento Sobrenatural


01234567890012345678900123456789001234567890

A Coluna de Fogo

Irmão Branham frequentemente descreve uma Coluna de Fogo que vindicou seu Ministério; ela esteve presente em seu nascimento, foi visto por milhares nas margens do Rio Ohio, e parecia segui-lo em qualquer lugar que ele fosse. Foi em 1950 que o Senhor deu tanto a crentes quantos descrentes semelhantemente prova infalível que esta Coluna de Fogo estava com o profeta.

A noite estava envolta em controvérsia no Coliseu San Houston; Irmão Branham estava dirigindo uma campanha de cura que estava varrendo a terra; as bênçãos do Senhor Jesus estavam se derramando como chuva torrencial sobre os campos espirituais de trigo. Mas, os grandes sinais e maravilhas não vieram sem críticas. Como sempre, o inimigo levantou um adversário… As duas forças se encontraram em Houston, Texas, e o Próprio Anjo do Senhor desceu para lutar a batalha.

Milhares já estavam presentes para testemunhar os incontáveis milagres que seguiam este homem de Deus. Um dia antes, um grupo de ministros desafiou o profeta para um debate sobre a cura divina, mas o debate caiu para o velho e leal companheiro do profeta, o Reverendo F.F. Bosworth.

Os muitos céticos eram defendidos por um pastor batista local – um crítico vocal da cura divina. A informação do debate foi vazada para os jornais, que rapidamente publicaram as manchetes, “O casaco de pele teológico voará às 19h hoje no Coliseu Sam Houston”.

O cético contratou um fotografo profissional, Ted Kipperman, do Douglas Studios, para documentar o debate com seis fotos falsificadas. Naquela noite, as fotos foram tiradas com Irmão Bosworth em pé modestamente enquanto o cético posava em posições intimidadoras; uma vez com seu dedo apontado no rosto do velho humilde.

Quando o debate começou, Irmão Bosworth rapidamente provou a certeza da cura divina com a evidência escriturística e em seguida, para não deixar questionamento pediu que se levantassem todos que tinham tido suas enfermidades curadas e milhares se puseram de pé, depois que aqueles que tinham sido curados tomaram seus assentos, pediu que todos aqueles curados pela cura divina que eram membros permanentes da denominação deste homem se levantassem. Trezentos se puseram em pé para orgulhosamente exibirem a misericórdia que o Senhor Jesus havia lhes mostrado.

O desafio, então, veio do cético. “Que o curador divino venha à frente. Que ele desempenhe”. Irmão Bosworth deixou claro que Jesus era o único curador divino, mas os desafios não paravam. Finalmente, o Irmão Bosworth convidou o Irmão Branham para vir até a plataforma. Ele aceitou o convite e assumiu a plataforma em meio a gritos de apoiadores.

O profeta, cheio do Espírito Santo, deu a seguinte resposta:

Então, eu disse, “Mas eu não posso – não posso curar ninguém”. Mas eu disse, “Isto eu realmente digo. Quando eu era bebê nascido lá no estado de Kentucky, de acordo com minha própria querida mãe, e que tem sido vindicado através de minha vida”, eu disse, “houve uma Luz que entrou no quarto daquela velha cabaninha, onde estava, nada de piso nela, nem mesmo tinha uma janela. Eles apenas tinham uma coisinha velha como janela ali, como uma portinha, e eles a empurravam para abrir por volta de cinco da manhã, e esta Luz circulou para dentro exatamente quando era alvorecer”. Eu disse, “Desde aquele tempo, Ela tem estado comigo. Ela é um Anjo de Deus. E Ele encontrou-me em pessoa há alguns anos atrás. Por toda minha vida, Ele me disse coisas que aconteceram, e eu as contei exatamente como Ele contou-me. E eu desafio a qualquer um em qualquer lugar, a ir à cidade onde eu fui criado, ou em qualquer outro lugar em que uma declaração tenha alguma vez sido feita no Nome do Senhor Jesus, se aquilo não ocorreu exatamente do modo ela disse que ocorreria”.

Depois que ele disse aquelas palavras, o Espírito Santo caiu sobre a plataforma, e o fotógrafo empolgado tirou uma foto. O irmão Branham deixou a plataforma com uma declaração simples, não obstante, profética: “Deus testificará. Eu não direi mais nada”.

‘Coluna de fogo sobre a cabeça do irmão William Branham’.

O associado do senhor Kipperman foi rapidamente trabalhar para revelar os fotos para as notícias da manhã seguinte. Ele notou algo estranho quando ele puxou a primeira foto da solução reveladora. Ela, como as próximas cinco fotos, estava em branco. Ele agarrou seu coração e caiu para frente quando ele puxou a última impressão da solução. Ali, na última foto, estava a Coluna de Fogo em uma forma visível repousando sobre a cabeça do profeta de Deus, William Marrion Branham.

‘Os filhos de Israel testemunharam a Coluna de Fogo guiando Moisés, e o povo deste dia moderno testemunhou aquela mesma Coluna de Fogo guiando um outro profeta’.

A fotografia foi rapidamente feita em direito autoral pelos Douglas Studios e entregue a George J. Lacy, Examinador de Documentos Questionáveis do F.B.I. dos E.U.A, que autenticou a foto com sua opinião de especialista, “A luz atingiu a lente da câmara. O ser sobrenatural estava ali’’.


Os Mistérios Revelados

No princípio do ministério do Irmão William Branham, tornou-se claro que o sistema denominacional foi construído para promover as organizações religiosas, e não o verdadeiro Evangelho. O irmão Branham acreditava na Bíblia palavra por palavra, e não se comprometeria, mesmo que isso significasse ser banido por seus colegas, amigos ou familiares.

Enquanto ainda membro da Igreja Batista Missionária, lhe foi dito que ordenasse mulheres como ministras. Ele conhecia bem as Escrituras. I Timóteo 2:12 claramente diz, “Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio” e I Coríntios 14:34 diz, “As mulheres estejam caladas nas igrejas, porque lhes não é permito falar…” Quando o ultimato foi dado, ele não conseguiu se comprometer e deixou a igreja.

O Senhor revelou a verdade sobre o batismo ao irmão Branham. Como Jesus poderia comandar, “Ide, portanto, e ensinai a todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo”, não obstante, cada batismo registrado na Bíblia foi em Nome de Jesus Cristo? O apóstolo Pedro comandou em Atos 2:38 para se arrepender e ser batizado em Nome de Jesus Cristo. As Escrituras trabalham em perfeita unidade, no entanto, necessitou-se de um profeta para revelar este segredo.

a Palavra original de Deus


01234567890012345678900123456789001234567890

Até mesmo o pecado original no Jardim do Éden foi revelado. Não como o “comer uma fruta”, mas pelo descrer da Palavra de Deus. ‘Como comer um pedaço de fruta imediatamente revelou a Adão e Eva que eles estavam nus? Simplesmente não faz sentido. O que tem a ver uma maçã com a nudez? O profeta de Deus claramente revelou este segredo’.

‘Quem são os anjos dos quais se fala em Apocalipse, capítulos 2 e 3? Seus nomes soam familiares. Quem são os misteriosos cavaleiros de Apocalipse, capítulo 6? Eles têm uma coisa muito importante em comum. Os Estados Unidos é mencionado no Livro de Apocalipse? Quem são os 144.000 que foram salvos no capítulo? Quem é a grande prostituta do capítulo 17? A identidade dela e todos estes segredos foram revelados na Mensagem deste poderoso profeta enviado por Deus. Tornou-se claro que este profeta cumpriu mais escrituras do que Malaquias 4’.

Apocalipse 10:7: ‘‘Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos’’.

Uma Voz está clamando no mundo para que se volte à Palavra original de Deus. Cada um de nós temos a mesma oportunidade que Pedro, Tiago e João tiveram. Temos a oportunidade de sermos enumerados com os poucos seletos de Deus que não se curvariam às organizações religiosas do dia.

A Sagrada Escritura registra as vidas e atos destes homens que caminharam com Deus e eram tão ungidos com o Espírito Santo que eles declaravam ‘Assim Diz O Senhor’, e suas palavras eram confirmadas por sinais e maravilhas. Eles eram profetas de Deus, e a Voz de Deus para sua geração.

Os tempos são diferentes do que foi quando Jesus esteve aqui? Foram os líderes religiosos que crucificaram Jesus. Os discípulos eram uma diminuta minoria entre o enorme sistema religioso. Eles foram banidos, zombados e finalmente mortos por tomarem partido contra o sistema denominacional em voga. Nós não podemos ser mortos por nossas crenças hoje, mas certamente somos perseguidos. Um teste simples seria perguntar a qualquer pastor denominacional ou padre, sobre o Irmão Branham e o seu Ministério. Você ouvirá que ele teve muitos milagres – eles não conseguem negar isto – mas, dirão que seus ensinamentos eram sem cabimento. O que eles diziam sobre Jesus?

Deus honrou a disposição do Irmão Branham em crer em cada palavra na Bíblia.



Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias