A Revelação Manifesta A Semente Real | Programa Assim Está Escrito 298

Deus nos deixou a Palavra para derrotar o inimigo, mas Ela só pode ser usada se houver Revelação.

Leitura Bíblica: Gálatas 4:22- 27

Desde o princípio, Satanás tem perseguido a semente eleita e como cristãos devemos estar cientes disso, estando sempre atentos ao curso que a Palavra está tomando para que não sejamos  achados como crentes de coração sincero, adorando a Satanás com a convicção de que estamos adorando a Deus.

A parábola do trigo e o joio nos remete a um quadro: uma vez que podemos identificar duas classes de pessoas (tipificadas por sementes) que aparentemente são semelhantes, que estão desenvolvendo-se no mesmo contexto (religioso), que recebem as mesmas bênçãos advindas do próprio Deus, mas que, quando chegam ao amadurecimento provam ser, a partir das características dos frutos, de origens diferentes.

Sabemos que o livro de Gênesis é o “livro do plantio” e respectivamente Apocalipse é “o livro da colheita”.  E de acordo com o que o profeta William Branham disse, este é o tempo da manifestação das sementes. Estamos vivendo o momento em que Satanás tem o mais profundo ódio da Semente Eleita, e isto por motivo d’Ela ter a Revelação. É isso que vemos na passagem de Caim e Abel, onde Abel foi odiado e morto por seu irmão por ter tido a Revelação do Sacrifício.

Isso nos faz ver que a Revelação não pode ser dada de um homem para outro. Ela  é dada sobrenaturalmente para cada um. E esse é o motivo pelo qual precisamos acompanhar o mover da Palavra, porque precisamos nos situar para saber qual escritura nos identifica.

No livro ‘Exposição das Eras’, página 53, o profeta ensina que a igreja do livro de Atos é um exemplo padrão para a igreja de hoje, pois esta  foi uma igreja completamente dirigida pelo Espírito Santo em um tempo de muita perseguição, onde, excetuando João, todos os apóstolos foram martirizados. Agora, por qual motivo eles foram martirizados? Foram martirizados pela semente de  Caim, por motivo de crerem na Palavra de Deus.

Sempre que a Palavra se cumpre dois grupos são atraídos: os crentes (verdadeira semente) e os críticos (falsa semente).  Vemos isso com bastante vigência nos dias em que Deus cumpriu Sua Palavra enviando Jesus, a Plenitude de Deus, à humanidade. Nesses dias, dois grupos foram reunidos:  os fariseus e saduceus que aguardavam a vinda do Messias, contrapondo a mulher de má fama, a samaritana; os religiosos quando viram a Manifestação da Palavra À chamaram de Belzebu, enquanto a mulher viu, reconheceu, aceitou e foi redimida de seus muitos pecados. Ela tinha a Semente Eleita e mesmo estando em um estado deplorável não podia ser enganada.

É comum encontrarmos pessoas com mais qualidades  que nós no dia-a-dia. Muitas das vezes, ao olharmos para elas, pensamos no porquê de nós  sermos os escolhidos, levando em consideração o fato de que são pessoas mais qualificadas que nós.  Mas, a verdade é que, ao terem contato com a Palavra elas A rejeitam. Isso se dá pelo fato de que por serem boas pessoas não conseguem reconhecer que têm a necessidade desta Palavra. Por outro lado, por reconhecermos que somos débeis e frágeis humanos sabemos que precisamos d’Ele.

Paulo, em Gálatas, capítulo 4, nos faz notar que o filho da escrava nunca vai ter entendimento da Palavra de Deus, ao passo que o filho da livre sempre entenderá e estará em sinfonia com Ela. De igual forma, vemos que muitos não captaram a continuação da Palavra no ministério do profeta quando iniciou a Terceira Etapa, enquanto outros, seguiram a Sinfonia.

Na ‘Exposição das Eras’, na página 55, o profeta nos mostra que cada vez que a Palavra se move, Satanás está ali para se mover também. E são nesses tempos que há uma grande manifestação do poder diabólico (uma grande invasão de espíritos falsos). Por esse motivo, cada eleito deve aplicar o teste da Palavra em toda e qualquer situação, porque Satanás irá trazer a Própria Palavra para causar uma desestabilização. 

Deus nos deixou a Palavra para derrotar o inimigo, mas Ela só pode ser usada se houver Revelação. O profeta nos diz que a “chave básica” da Bíblia é a Revelação de que Deus é imutável. À medida que o tempo vai avançando a batalha se torna mais densa e a guerra baseia-se em fé versus incredulidade. É hora de usar a Palavra contra todo e qualquer tipo de ataque, Deus não nos deixou a mercê de Satanás. Ele deixou a Palavra e nos deu a Revelação .

A Palavra manifesta a semente, seja ela: boa ou ruim.

Ministério

Ministério


Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias