‘Reconhecendo a Deus Fora dos Cinco Sentidos’ foi o tema da mensagem em Ibirité – MG

[...] Eliseu, que quando rogou a Deus para que abrisse os olhos de Geazi, provou o quanto os sentidos do corpo são inúteis para ver o que Deus está fazendo. E também foi enfatizado que, se esses sentidos não estiverem submetidos à Palavra e guardados na alma, eles sempre irão negar aquilo que Deus tem feito.

Mais uma vez a congregação que está localizada em Ibirité – MG, reuniu-se em torno da Palavra; e nesta ocasião, o culto foi ministrado pelo irmão Efraim Moreira, que teve sua mensagem por tema ‘Reconhecendo a Deus Fora dos Cinco Sentidos’, juntamente com a escritura de Deuteronômio 11:18.

O pregador iniciou a pregação chamando a atenção dos irmãos para o desenho feito pelo profeta na mensagem ‘A Maior Batalha Jamais Pelejada’, que exemplifica o homem como um ser trino: corpo, espírito e alma, comparando-o a uma semente de trigo. E também mostrou que o corpo possui cinco sentidos (visão, paladar, tato, olfato e audição) dados por Deus para que o homem possa fazer contato com o lar terrestre. Porém, esses cinco sentidos não servem para fazer contato com Deus. Nesse momento foi mostrado aos que ali estavam reunidos, que, estar na igreja fisicamente (somente com os cinco sentidos naturais) não significa que Deus irá aceitar a adoração deles. Por isso a exortação em Deuteronômio: “Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma”, trazendo à memória da congregação o que Jesus disse acerca da verdadeira adoração: “…os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade”

Seguindo a continuidade da mensagem, o irmão Efraim comprovou essa Verdade para os irmãos através do exemplo da vida de algumas personagens da Bíblia como Maria Madalena e a mulher do poço. Mulheres que, quando eram observadas à primeira vista com os sentidos do corpo eram vistas como perdidas. E através destes testemunhos a congregação pôde captar claramente o âmago da mensagem trazida. E uma reflexão foi provocada em cada um que estava ali presente: “Como está a minha alma?” 

Outro destaque da noite foi Eliseu, que quando rogou a Deus para que abrisse os olhos de Geazi, provou o quanto os sentidos do corpo são inúteis para ver o que Deus está fazendo. E também foi enfatizado que, se esses sentidos não estiverem submetidos à Palavra e guardados na alma, eles sempre irão negar aquilo que Deus tem feito.

No início do culto não foi feita a oração pelos enfermos e necessitados de propósito. Mas no final, a congregação foi desafiada a crer no que foi dito; a crer contra o natural estando em um lugar sobrenatural.

 

2 comentários

  • Avatar
    Hosana Cristina

    30/10/2019 as 12:13

    sim é pura verdade
    depende do quanto alimentamos nossa alma
    pois a alma quem domina o espirito e o corpo
    ela é o terceiro atrio
    Deus abençoe a irmãos pelo trabalho que tem sido muito rico

    Comentar

  • Avatar
    Alessandra Policarpo Marques Zebral

    31/10/2019 as 06:49

    Uma mensagem muito rica e verdadeira.Que o senhor o abençoe irmão.

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias