Senhor, Quem Creu Na Nossa Pregação? | Assim Está Escrito

O profeta Isaías pergunta quem creu, e nós temos a resposta: Nós cremos! O apóstolo São Paulo disse que a pregação da Palavra seria uma loucura para o mundo, visto que Deus tomaria/toma as coisas fracas para confundir as fortes. São Paulo também  afirma que Deus confundiu os sábios e instruídos para que crêssemos no Evangelho, o qual traz uma transformação de vida. E agindo Deus assim, toda a dimensão satânica não pode compreender o plano de Redenção.

Leitura Bíblica: Romanos 10:13-17

Mensagem Citada: Shalom

Em Romanos 10:16 diz: “…Senhor, quem creu na nossa pregação?”, e é uma pergunta profética, pois quando Isaías (capítulo 53) captava a visão do Messias, ele viu que Deus estava realizando um grande plano: um Tabernáculo de carne para viver conosco, o qual o profeta William Branham chamou de Obra-Prima. Deus estava se fazendo homem, na oportunidade de experimentar as condições humanas. E Isaías indagava sobre quem daria crédito a isso. Pois, o Tabernáculo (Jesus Cristo) era sem beleza e não atraia uma mente carnal, senão uma semente redimida. Aquela grande Obra que Deus mesmo viu, só chamaria a atenção do eleito.

O profeta Isaías pergunta quem creu, e nós temos a resposta: Nós cremos! O apóstolo São Paulo disse que a pregação da Palavra seria uma loucura para o mundo, visto que Deus tomaria/toma as coisas fracas para confundir as fortes. São Paulo também  afirma que Deus confundiu os sábios e instruídos para que crêssemos no Evangelho, o qual traz uma transformação de vida. E agindo Deus assim, toda a dimensão satânica não pode compreender o plano de Redenção.

No capítulo 18, verso 8 do livro de São Lucas diz: “…quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?”, e se fizermos uma pesquisa com o objetivo de saber sobre a fé das pessoas, quase todas irão confessar ter fé. Mas, haverá realmente fé na terra quando o Filho do Homem vier? Haverá alguém que compreenda o que se passa no momento? Sim, a Semente Eleita de Deus. Dito isso, vemos que a Mensagem não é para todos, mas é enviada apenas para aqueles que crêem. E o poder da Mensagem da hora tem sido dispensada em Seu povo.

Como as pessoas viviam no tempo de Acabe? Viviam no mundanismo, mesmo diante das palavras do profeta Elias. Este era o único profeta de Deus vindicado para aquele dia. E em dado momento, ao se sentir só Elias indagou sua solidão, ao passo que Deus respondeu ao Seu profeta que ele não estava sozinho, mas havia sete mil que não adoravam Baal. E hoje, neste tempo tão estranho espiritualmente, quem pode crer na pregação, sendo Ela uma loucura? Nós! Por isso devemos dar graças a Deus por termos a compreensão da Palavra.

Ao olhar para essa classe de cristãos da hora, diante de tantos desfalecimentos sociais, os filhos de Deus que crêem nesta Mensagem conseguem ver o efeito dela em  suas vidas, e não são confundidos. E é necessário ser nascido da Palavra para crer em cada promessa Dela, e assim, “todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. Quando São Paulo escrevia para os Romanos, orientou a maneira para invocar o nome do Senhor: há um segredo, e este é agradar ao Senhor para ser aceito.

Em Atos 8:26-39, lemos que Felipe estava em um avivamento quando foi orientado a realizar um trabalho de auxílio a um sedento pela compreensão da Palavra. Felipe, como mensageiro, captou que o Eunuco vinha de um culto, embora aquele culto ainda não tinha sido revelado para si. Então, o Senhor translada Felipe até o deserto para revelar ao Eunuco a Palavra. E o irmão Branham toma essa passagem bíblica para combater o espírito que se levanta contra os pregadores. Ali vemos o Espírito Santo revelando a Palavra através do quíntuplo de Efésios. Sendo assim, Deus necessita de pregadores para enviar Sua Palavra, pois como crerão se não há quem pregue?

O Espírito Santo nos conduz como agir através dos ministros, dos pastores. No entanto, nem todos obedecem o Evangelho. Mas existe uma semente predestinada, como a do Eunuco, que foi esclarecida pelo auxílio de Felipe.

Se o Espírito Santo não se aproximar e nos revelar a Palavra, não adianta estar na igreja. Na medida em que nós começarmos a dar voz ao Espírito Santo, chegaremos ao mesmo patamar que o Eunuco. E isso não depende nem mesmo de alguém nos dar uma “forcinha”. O Espírito Santo cuidará de nós e nos alertará a cada instante de nossas vidas.

O Espírito Santo não tem compromisso com o que as pessoas querem ouvir, mas sim, dizer o que estava vendo. Nós cremos no Sentinela enviado por Deus: o Espírito Santo! Cada sonido da trombeta tocada pelo sentinela refere-se a um acontecimento, uma unção. E há uma responsabilidade tanto para quem toca, quanto para quem ouve. Assim, havendo uma harmonia entre ambos, a vitória é obtida.

Uma sinfonia é um conjunto de sons onde há correspondências entre quem toca e ouve. Há um interesse de ambos no que está acontecendo em uma perfeita sinfonia. Assim se dá a pregação da Palavra, se não houver interesse será apenas um ruído incompreensivo. Prestemos atenção na sinfonia… Há uma junção, toques acelerados, ritmos tranquilos, interesse no que está ocorrendo, nas mudanças, nos movimentos. Quando estivermos com os ouvidos treinados, Deus vindicará Sua Palavra.

Há um mistério sobre um povo que irá desaparecer, que haverá um arrebatamento e que isso faz parte de uma sinfonia. Não precisamos forçar que algo aconteça, isso é algo que Deus executa.

Qual é a unção da hora? Movimento de cura? Deus está avançando, mesmo não explicando de forma clara para o mundo. Está havendo uma sinfonia compreensível apenas para o eleito, e não para “bebês” pentecostais. Quando entramos no espírito de algo, entramos no ritmo do mesmo. E quando entendemos que somos parte da sinfonia, naturalmente entramos no ritmo onde algo acontecerá conosco! Portanto, quando nos tornamos parte da Palavra, entramos no ritmo da Palavra.

Quem creu em nossa pregação? Aqueles que nasceram para viver a Palavra da hora! Isso explica nosso motivo e objetivo. Deus tem colocado em nós a capacidade para compreender a Mensagem. Ela não soa estranha para nós, e temos nos tornado, naturalmente, parte da Palavra.

Min. Fernando Alves

Min. Fernando Alves

Criado nesta Mensagem por seus pais desde a infância, sob os cuidados do Pastor Wanderley Lemos, o irmão Fernando Alves, desde a juventude, participou de trabalhos evangelísticos e cooperou junto à mocidade do Tabernáculo em Belo Horizonte ao lado do pastor Wanderley Vilaça que na época era o líder. Em 2012, foi chamado a ajudar na pregação da Palavra, inicialmente em assistência às congregações do Ministério Assim Está Escrito na região metropolitana de Belo Horizonte, até que, em maio de 2017, durante uma pregação de escola dominical, foi convocado a auxiliar diretamente no Ministério.


Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias