Sete Mensageiros Sob O Domínio De Cristo | Programa Assim Está Escrito 303

É necessário ter o espírito do profeta para dizer o que ele disse, da maneira como ele disse.  E a única maneira de adquirir isso, é lendo as palavras do profeta. Além dos pregadores e ministros da Palavra é necessário que de igual forma a Igreja tenha sobre si as características do mensageiro.

Leitura Bíblica: Apocalipse  1: 12-16

As sete estrelas que aparecem na destra de Deus no livro de Apocalipse, capítulo 1, verso 16, são os Seus sete mensageiros enviados à Noiva no período das sete eras da igreja. E no livro ‘Uma Exposição das Sete Eras da Igreja’  Pág. 58 o profeta diz que o Espírito Santo lhe mostrou que Paulo, o primeiro mensageiro, seria o padrão para todas as demais estrelas (mensageiros) posteriores a ele. 

Paulo foi: ‘um dos espíritos, uma das estrelas e um dos olhos de Deus’, o que quer dizer que ele estava sob o Domínio de Deus e estando sob o Domínio do Mesmo ele ficou com toda a Palavra. E de igual forma, cada pregador desta Mensagem deve ficar somente com a Palavra,  respeitando os limites que Paulo respeitou, que são os limites do Domínio de Jesus.

O propósito de Deus com os mensageiros e com o período das eras, sempre foi tirar para Si uma Noiva, que seria atraída pelo ecoar das Mensagens dos mensageiros das respectivas eras. Isto é, a  Noiva de Cristo foi tirada em partes, porque em cada era Deus separou um povo. Muitos desses membros da Noiva, não viveram no tempo em que o mensageiro estava vivo, mas, sim, no período do cumprimento/vigência da Mensagem.

Hoje há uma grande responsabilidade para os pregadores da Palavra: transmitir o que foi dito pelo mensageiro da era. Cada pregador precisa ter sobre si o espírito do mensageiro para dizer apenas o que o mensageiro realmente quis transmitir ao povo. Uma das situações que  podemos tomar como exemplo é quando Deus ordenou Moisés que separasse 70 homens, que seriam reservados com o intuito de receber parte do espírito que estava sobre Moisés, e assim atuar no lugar dele em algumas ocasiões. Sendo assim, eles teriam a responsabilidade de falar pelo espírito de Moisés com a autoridade de Deus. E esse é o motivo pelo qual cada pregador deve estar repetindo somente o que o mensageiro disse. É necessário ter o espírito do profeta para dizer o que ele disse, da maneira como ele disse.  E a única maneira de adquirir isso, é lendo as palavras do profeta. Além dos pregadores e ministros da Palavra é necessário que de igual forma a Igreja tenha sobre si as características do mensageiro.

Muitos olham para o profeta William Branham como se ele não fosse ‘um todo’, e isso os faz perder grande parte da essência do Espírito dele. Por isso, quando olharmos para William Marriom Branham devemos ver/conhecer um homem, um anjo e um mensageiro, para que assim tenhamos o real conhecimento de como ele foi em tudo. A igreja se conecta a Mensagem de seu anjo-mensageiro, pregando essa Mensagem com sua vida, mantendo um testemunho que esteja debaixo da Mensagem do seu dia. E é por esse motivo que a  Mensagem deve entrar em nossos pensamentos, nas nossas juntas e medulas, nas células e nas intenções dos nossos corações. Devemos ser governados em tudo por essa Mensagem.

Vemos que ‘todos os mensageiros foram roupagens  que Jesus vestiu’. E todos eles receberam forças de Deus quando trouxeram à cada grupo das eras Sua Palavra. Se os tais não tivessem recebido tal força, jamais poderiam fazê-lo. Eles o fizeram com êxito, pelo fato de estarem seguros na destra de Deus. Eles se ‘apegaram à Luz’, a Palavra, que receberam. E Deus julgará o povo de cada período pela mensagem pregada por cada um deles.

A Igreja que ‘dormiu’ durante o período das eras, não teve que viver como nós, porque como eles receberam porções da Palavra, não tiveram o mesmo nível de exigência que nós, a Igreja de hoje. Mas visto que recebemos a plenitude da Palavra, temos um nível de exigência maior. Porém, devemos fazer o que Deus nos chamou para fazer, independentemente se fomos chamados para fazer muito ou pouco, ou se será cobrado mais de nós do que dos crentes das eras passadas.

Mantenhamo-nos sob o Domínio da Palavra e seguindo após nosso mensageiro!

Ministério

Ministério


Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias