Me lembro de ter lido um livro intitulado ‘Eu Amo Você’, na minha juventude -não me lembro o autor agora- mas este livro me ajudou quando me compromissei com minha esposa -naquela época namorada- a não fazer dessa frase algo banal.

Olá,

Deus te abençoe no precioso nome do Senhor Jesus Cristo.

O nosso tema hoje é: Um Amor de Verdade

Vamos meditar um pouco sobre o amor recomendado por Deus, através do apóstolo Paulo, em Romanos capítulo 12, do verso 9 em diante:

‘O amor seja não fingido’. Você já observou o quanto se fala a frase ‘Eu te amo!’ e, no entanto o amor não é constatado? Parece que as pessoas não sabem o que significa a maior parte das palavras por elas proferidas, ou mesmo os significados dos sentimentos que professam.

Em primeiro a João, capítulo 3, verso 18 encontramos a recomendação para não amarmos apenas com palavras, mas, com atitudes e em verdade.

O profeta William Branham recomendou que ao dizermos a uma pessoa que a amamos, devemos saber do que estamos falando, pois assim como um animal pode identificar os nossos sentimentos, como por exemplo o medo, as pessoas podem saber se é verdadeiro ou não, o nosso amor por elas.

Me lembro de ter lido um livro intitulado ‘Eu Amo Você’, na minha juventude -não me lembro o autor agora- mas este livro me ajudou quando me compromissei com minha esposa -naquela época namorada- a não fazer dessa frase algo banal.

Lembro-me que todos os casais que rodeavam-nos, gabavam-se de dizer constantemente um ao outro essa linda frase: ‘Eu te amo’. Porém, eu passei grande parte do namoro sem expressar isso; pois estava buscando o tempo em que pudesse me certificar que o meu sentimento era tal como eu havia lido no livro que, dizia que, ‘Eu te amo’ significava: ‘Eu quero viver para você. Você, e somente você. E que ninguém mais interferiria nesse sentimento’. Portanto, amor não pode ser um faz de contas. Não pode ser fingido.

Creio que em Romanos capítulo 6:18, São Paulo nos explica muito bem o significado do verso ‘Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem’; nos tornamos escravos da justiça ou escravos da coisa correta. Então, “ainda que eu queira fazer o errado a coisa justa me persegue. Isto, ainda falando sobre o prisma de amor”.

No próximo verso somos recomendados a amar cordialmente, o que implica em gentileza na relação para com o amado. Facilmente pensamos que o ‘Amor’ deve suportar tudo, partindo do pressuposto de que olhando para o fato de que o outro me ama, e por isso tem que me suportar nas minhas faltas de educação e nos maus tratos. Porém, o amor não se olha na segunda pessoa, mas, na primeira. Quero dizer que, ‘O verdadeiro amor precisa sempre ser observado partindo de mim e não no que chega a mim’.

É preciso, então, que o meu amor por alguém seja educado, gentil e manifestado com palavras e ações cordiais. Aí sim, suportando tudo e manifestando-se com fineza.

‘Não sejais vagarosos no cuidar!’ O amor apressa-se a socorrer e não permite que a relação chegue ao estado de emergência; pois é o atraso no cuidado que leva a relação a essa situação. O amor é preventivo, tratando de qualquer pequeno sintoma que possa identificar um mal se aproximando. No entanto, é importantíssimo lembrar, que só se alcança esse amor não fingido, quando perseveramos na oração que é o contato direto com o amor Divino, de onde erradia, emana o amor que sentimos uns pelos outros aqui na terra. Do amor Ágape descende o Phileo, o Fraterno e o Eros que sustentam as nossas convivências de forma verdadeira.

Orar continuamente nutre as nossas relações – Romanos 12:12.

Pr. Wanderley Vilaça

Pr. Wanderley Vilaça

Aos 21 anos se tornou líder dos jovens e também começou a pregar em praças públicas o que lhe trouxe muita experiência e amor por almas; posteriormente começou a prestar assistência às nossas congregações; em 2002 foi chamado pelo pastor Wanderley Lemos para integrar o corpo de ministros; no ano de 2011 foi consagrado a pastor; logo em seguida assumiu a igreja de Ouro Branco e desde então a vice-presidência do Tabernáculo Belo Horizonte.


4 comentários

  • Avatar
    Ione Lopes

    07/11/2019 as 10:31

    Amém, que Deus nos fortaleça nesse “amor conciente” baseado em Seu exemplo!

    Comentar

  • Avatar
    Ylberty

    10/11/2019 as 09:59

    Maravilhoso artigo me ajudou muito obrigado por tudo aos ministros.Deus abençoe

    Comentar

  • Avatar
    Isabel Almeida

    11/11/2019 as 02:53

    O Amor é tão corretivo, que nos coloca em uma condição tão Santa, tão libertadora do eu, e tão acolhedora de Cristo nos tornando capazes de ser o Amor cura, o Amor paz, o Amor perdão e tantos outros “Amores” no seio da Igreja de Cristo! O Amor verdadeiro nos aperfeiçoa para a Glória.

    Comentar

  • Avatar
    Alessandra Policarpo Marques Zebral

    13/11/2019 as 12:53

    Maravilha de matéria.Caminharei esse caminho até alcançar esse Amor perfeito e puro. Deus Ti abençoe e ti fortaleça em nome do Senhor Jesus Cristo

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias