‘Uma tarde de aprendizado e lições’ define o Culto de Jovens do dia 03 de novembro de 2019

‘Uma tarde de aprendizado e lições’ define o Culto de Jovens do dia 03 de novembro de 2019

AEE NewsAEE News07/11/20199min3
O que tornou o momento especial foi a maneira com que cada jovem presente dedicou-se ao que foi proposto: absorver completamente o estudo das palavras "cumplicidade, personalidade, reciprocidade e indiferença".

No último domingo, 03 de novembro, foi realizado junto a mocidade do ministério Assim Está Escrito um culto especial. O que tornou o momento único foi a maneira com que cada jovem presente dedicou-se ao que foi proposto: absorver completamente o estudo das palavras “cumplicidade, personalidade, reciprocidade e indiferença”. Essas foram escolhidas, previamente, com o intuito de mostrar aos jovens a importância delas no meio em que eles vivem; dentro ou fora da igreja.

Após a explicação de qual seria o cronograma daquela tarde, a mocidade foi dividida em quatro grupos, sendo cada grupo responsável pelo estudo de uma das palavras. Após a divisão dos grupos os jovens foram dispensados recebendo um tempo determinado para, internamente, argumentarem a respeito do que seria apresentado.

Cumplicidade

O primeiro grupo, assim como os demais, ficou responsável por pesquisar de forma abrangente, e refletir sobre os possíveis contextos, significados, identificações bíblicas, e também, as possíveis aplicações da palavra ‘Cumplicidade’; foi quando aprenderam que a ‘cumplicidade’ tem dois lados; positivo e negativo.

  • Positivo: A cumplicidade tem um belo papel nas relações pessoais, pois a ela está atribuída a conotação de harmonia e parceria.
  • Negativo: a ‘conivência’. Quando a cumplicidade é usada no sentido de conivência, quer dizer: ser cúmplice de alguém que fez algo ruim.

Após os representantes do grupo falarem acerca dos dois lados da ‘cumplicidade’, apresentaram a todos um ótimo exemplo de como a cumplicidade atua em seu lado positivo:
Um dos integrantes foi à frente com vários palitos na mão, e explicou que a ‘cumplicidade’ em seu lado positivo atua como unanimidade. Mostrou-se então, que, quando um indivíduo atua sozinho, sem alguém para apoiar-se, torna-se frágil. E o exemplo disso foi dado quando o integrante isolou um dos palitos e o quebrou facilmente; mas depois de juntar todos os palitos e tentar quebra-los teve sua tentativa frustrada. O que provou a reflexão do grupo de que por mais que os palitos fossem frágeis individualmente, juntos eles se tornavam mais fortes. E esse exemplo foi o desfecho da apresentação do ‘grupo cumplicidade’.

Personalidade

Em seguida, o segundo grupo foi à frente explicar o significado da palavra ‘Personalidade’. Os jovens do grupo responsável, explicaram de maneira sucinta, que: ‘a personalidade é a identidade pessoal construída com as qualidades e características individuais forjadas durante a vida’. Com isso, ensinaram aos demais que a personalidade independe de parentesco.

No âmbito espiritual, eles mostraram que o meio que Deus deixou, através de Sua Palavra, para o aperfeiçoamento da personalidade de cada indivíduo é a Estatura de Um Varão Perfeito; pois o ápice dela é a junção de Cristo e o indivíduo. E sendo Jesus Cristo a maior personalidade existente, é O único que pode levar ao aperfeiçoamento dela.

Assim, o respectivo grupo fez com que todos se recordassem de que quando Jesus esteve aqui na terra, em Sua Primeira Vinda, Ele aperfeiçoou várias personalidades; e dentre elas estava ‘o Gadareno’; que tinha uma personalidade tão ruim, que atraiu para si legiões de demônios. O gadareno tinha uma família, mas não podia ter contato com ela, até que teve um encontro com Jesus, a maior personalidade, e teve a sua personalidade aperfeiçoada a tal ponto, que Ele não queria nem voltar para sua família. Queria seguir a Jesus.

Após tomarem como referência uma afirmação do profeta William Branham, confirmaram, com muita convicção, que não existe a doutrina da trindade na Bíblia, mas um Deus com três Personalidades.

 

Reciprocidade

O grupo de numero três, trouxe à memória de todos, o conceito de uma palavra que é muito cobrada, mas, que ainda assim é pouco exercida, a palavra ‘Reciprocidade’.

Tomando um ângulo muito interessante, o grupo mostrou que a reciprocidade é o mesmo que ‘correspondência’. É o ato de dar e receber. No entanto, a reciprocidade, assim como as palavras anteriores, tem dois lados.
A reciprocidade boa é aquela que é exercida quando temos uma boa atitude para com quem nos fez algum bem; a reciprocidade ruim corresponde quando alguém nos aborrece e fazemos de igual maneira.

O grupo reciprocidade expôs exemplos bíblicos que se encaixaram perfeitamente com o que significa a reciprocidade, como Abraão que Deus lhe deu um filho e ele o devolveu a Deus. Citaram também a Igreja Primitiva, mostrando que eles devolveram suas vidas a Jesus em retribuição ao Calvário, mesmo sabendo que nada que fizessem seria o suficiente para retribuir o que Ele fez. E assim como bons exemplos de reciprocidade foram citados da Bíblia, exemplos de falta de reciprocidade também foram citados. Os exemplos mais impactantes foram: Lúcifer que após ser criado por Deus e ter recebido uma posição de honra, rebelou-se, sendo deposto de sua posição; e Judas, aquele a quem Jesus chamou de amigo, mas que retribuiu Sua amizade vendendo-O por trinta moedas de prata.

Através da apresentação deste grupo ficou claro que a falta de reciprocidade gera ingratidão, que é um dos piores sentimentos existentes. Essa apresentação mostrou também, que a reciprocidade é o equilíbrio de qualquer relação, incluindo a relação pessoal de cada indivíduo com Deus. Ressaltando que assim como Jesus se entregou ‘todo’ por nós, também devemos entregar nossas vidas completamente a Ele, terminaram a apresentação.

 

Indiferença

E por fim, o último grupo, não menos importante, falou sobre a palavra ‘Indiferença’. Este mostrou que a indiferença faz com que um indivíduo se torne neutro diante das situações. E o lado negativo dessa palavra é quando tratamos algo ou alguém com desdém.

Falaram que a indiferença é um problema tão grave, que no livro de Apocalipse capítulo 3, verso 15 e 16, Deus diz: “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca”. Diante disso ficou claro que a indiferença para Deus é motivo de náusea.

Explicaram que quando uma pessoa age com indiferença para com outra, ela acaba sepultando sua própria imagem para as pessoas. E contaram duas experiências que exemplificaram bem o que é a indiferença.

 

Concluindo, a tarde dos Jovens Messias foi repleta de aprendizado e lições que só foram possíveis através do direcionamento do Espírito Santo para o estudo dessas palavras. E embora tenha sido algo aparentemente simples, o trabalho teve muito êxito visto que Deus só atua em simplicidade.

3 comentários

  • Avatar
    Ione Lopes

    07/11/2019 as 10:40

    Amém, e que esses jovens continuem valorizando a oportunidade que estão tendo.

    Comentar

  • Avatar
    Estevão Henrique

    07/11/2019 as 10:53

    Louvo a Deus pelo modo com que o Ministério na pessoa do irmão Efrain está conduzindo a mocidade, é um trabalho que Deus está investindo muito, pois vemos nitidamente os frutos nas vidas de nossos jovens, quando os vejo, fico pensando se eu pudesse voltar atrás, queria ter passado minha mocidade junto desses jovens guerreiros, mas como tudo tem seu tempo, meus filhos terão esse privilégio, sou muito grato ao Senhor Jesus Cristo, Deus Abençoe.

    Comentar

  • Avatar
    Tiago Joséq

    14/11/2019 as 10:01

    Maravilha! Uma tarde bem produtiva!! Que companheirismo!

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias