As Nossas Decisões e Seus Resultados | Min. Adelson Santos | 07/09/2017

Menu

Culto Online Web Rádio

As Nossas Decisões e Seus Resultados | Min. Adelson Santos | 07/09/2017

Leitura Bíblica: Gênesis 24:1

Todos os dias de nossas vidas precisamos tomar decisões. Sejam elas, grandes ou pequenas, estas sempre trarão algum tipo de consequência para nossas vidas.
Às vezes, as pequenas decisões erradas que tomamos diariamente não nos causam problemas imediatos, mas se acumulam e se tornam um grande problema, já que são frequentes.
Podemos ver em Gênesis 24 que Rebeca teve que tomar sua decisão rapidamente e, mesmo que ela não conhecesse Isaque e Eliezer, servo de Abraão, ela tomou a decisão rápida e correta, ao aceitar seguir o servo de Deus.
Muitas vezes, em nossas vidas, tomamos algumas decisões inconscientemente: a decisão de não nos envolvermos o suficiente com Deus. Não dizemos “não” para Deus, mas o fato de não dizermos “sim” e deixarmos essas decisões sempre para depois mostra que estamos negligenciado a Palavra, e isso acarreta um enfraquecimento espiritual.
Em Mateus 4:12, encontramos que Jesus foi até Pedro, André, Tiago e João e os chamou para que o seguissem, e eles imediatamente foram adiante Dele; deixando para trás seus barcos, suas redes, suas posses e mesmo seus familiares. E é o que necessitamos hoje: abandonar nossas casas, irmãos, esposas, filhos e terras para servir a Deus. Abandonar essas coisas é não colocá-las como mais importantes que Deus.
A decisão de seguir a Jesus também acarreta consequências: assentar no trono ao lado de Cristo e herdar vida eterna! E também aquele que deixar os bens terrenos e até mesmo familiares, aquilo será acrescentado a ele 100 vezes mais.
Mais à frente, em Mateus 19:16, Jesus se encontra com um jovem que lhe pergunta o que é necessário fazer para herdar a vida eterna, já que ele era religioso, guardava os mandamentos e tinha muitas qualidades. Respondendo, Jesus disse que era necessário que ele deixasse todas as suas posses, mas o jovem se entristeceu e foi embora. Naquele momento ele tomou a decisão de não seguir a Jesus.
Quando Deus nos chama para alguma coisa Ele requer uma decisão rápida, Ele não fica esperando muito tempo. Ele requer que façamos como Elizeu que deixou imediatamente seu arado e seus bois para seguir a Elias.
Como um último exemplo, temos em I Samuel 13:16, quando Saul tomou a decisão errada de oferecer holocaustos a Deus no lugar do profeta Samuel, e por causa deste erro o reino de Israel foi tirado de suas mãos. Embora essa consequência não tenha sido imediata, o restante do tempo que Saul esteve no trono tudo o que ele fez foi perseguir a Davi.
Algumas situações em nossas vidas devem ser passadas com cautela, pois é nos momentos de crise e dificuldades que a tendência a tomar decisões néscias aumenta, fazendo-nos perder uma grande bênção por falta de paciência com Deus.
Ele está requerendo de nós uma decisão rápida: orar ou não orar? Ler ou não ler? Buscar a Deus ou não? Ou guardamos essa Palavra e somos abençoados ou teremos que lidar com os resultados da nossa desobediência.