A Graça Nos Aperfeiçoando Para O Rapto | Min. Fernando Alves | 08/02/2018

Menu

Culto Online Web Rádio

A Graça Nos Aperfeiçoando Para O Rapto | Min. Fernando Alves | 08/02/2018

Leitura Bíblica: Zacarias 4:6

Graça é favor imerecido. Isso significa que quando verdadeiramente entendemos e aceitamos a ela podemos deixar de ser reféns do pecado, pois a obra da graça é condenar o diabo. A única coisa que pode produzi-la é o Amor Divino, tal qual Jesus projetou por nós no Calvário trazendo essa mensagem de graça, porém Ele não trouxe isso atoa; esta mensagem veio com o objetivo de trocar nossa natureza humana pela natureza divina.

Em Zacarias e alguns outros livros da Bíblia vemos que nos tempos de Esdras, Neemias e Zorobabel, quando o povo de Israel regressou para Jerusalém, foi dado a eles a missão de reerguer a cidade de Deus. Porém, o povo estava se preocupando somente cada um com sua própria casa, enquanto o Templo do Senhor e os muros da cidade estavam derribados. Naquele tempo se levantaram 3 espíritos: Sambalate, Tobias e Gesém, que caluniavam e levantavam acusações de rebelião contra aqueles que se juntavam para fazer a obra de Deus. Por causa disso, a obra parou por 16 anos e, por isso, Zorobabel muito se entristecia, porém Jesus o disse: Tal obra não será feita por força ou violência, mas pelo Meu Espírito!

Deus não queria que o povo se vangloriasse de ter reconstruído os muros de Jerusalém com suas próprias forças, porque Ele não divide Sua glória com ninguém! Ele queria mostrar que somente pela graça Dele alguém é capaz de conquistar algo. Assim como aconteceu com Gideão, que tinha ao seu dispor 32 mil homens, porém Deus o fez vencer os Midianitas com apenas com 300 homens. Isso para mostrar que: “Por um homem apenas veio toda a desgraça, e pela obediência de um apenas; muitos serão salvos”.

No Velho Testamento vemos que o povo de Israel escolheu a Lei de Deus ao invés de Sua Graça, mas mesmo através da desta primeira (observe as leis do Parente Redentor e da Cidade de Refúgio) Deus já estava apontando para algo maior: A Mensagem da Graça a qual mais tarde Ele obraria em nós, os gentios.

Nos tempos de Jesus, os Saduceus, Fariseus e todo o povo também escolheram a Lei e pensavam que as cumpriam. Porém vemos que Jesus, a partir de Mateus 5:17, se colocou a pregar trazendo uma magnificação para tal lei, tornando-a mais difícil de ser cumprida a tal ponto que na verdade era impossível que um homem a cumprisse totalmente. Quando Ele ordenou que o povo fosse perfeito, Ele estava mostrando em si mesmo o aperfeiçoamento; Ele era o caminho, a verdade e a vida! Ele era a graça. Ele mostrou isso durante toda sua estadia na terra: Quando os acusadores de Maria Madalena a levaram diante Dele, Ele calmamente escrevia na areia enquanto as acusações eram feitas. Neste período de tempo Ele estava sondando a genealogia dela, e quando ele encontrou que ela era uma filha de Abraão, Sua sentença foi: “Aperfeiçoada! Vá e não peques mais.”

Essa é a mesma sentença que Ele através de Sua Palavra profere para os Eleitos hoje: “Aperfeiçoados!”, pois os nomes desses estão no Livro da Vida do Cordeiro! Muitas vezes, assim como nos tempos de Zorobabel, estamos preocupados de mais com nossa própria casa, com nossas próprias humanidades. Porém se Ele exigiu em Sua Palavra que fossemos perfeitos assim como Deus, Ele proveria um meio para que isso pudesse ser feito. Como fazer tal coisa se somos apenas seres humanos? É simples: O segredo não é o que você faz e sim o que Ele fez por você. E foi este segredo que o Profeta veio nos revelar através da mensagem; de como não transformar a Graça em desgraça.
Quem pode ser aperfeiçoado? Aquele que se rende, pois não podemos ser perfeitos por nós mesmos, mas apenas pelo sangue de Jesus! Se Jesus deu Sua vida e Seu corpo foi transpassado para que pudéssemos ser salvos pela graça, então a única maneira de sermos perfeitos é fazer parte desse mesmo corpo. Sendo que a única coisa que nos insere Nele é o batismo com o Espírito Santo.

Esse é o mistério da Graça: No instante em que Deus pensou, antes da fundação do mundo, que Jesus morreria para projetar seu amor, a graça soberana de Deus escrevia nossos nomes no Livro da Vida do Cordeiro: Aperfeiçoados!