Mistérios Rudimentares | Programa Assim Está Escrito 187 | 11/08/2017

Menu

Culto Online Web Rádio

Mistérios Rudimentares | Programa Assim Está Escrito 187 | 11/08/2017

Por muito tempo o assunto principal para evangelismo girou em torno de unicidade, batismo em Nome de Jesus e profeta, porém com a chegada da Abertura da Palavra começou a ser compreendido que, na verdade, dentro do tema “profeta”, havia um universo que ainda não havia sido explorado. Quando falamos em “rudimentos na Abertura da Palavra” estamos falando de uma compreensão completa da Palavra, tal compreensão que o mundo religioso perdeu, pois foi tirado deles a real e inadulterada Palavra, a qual precisa estar em cena para que haja uma completa restauração. Assim, a Abertura da Palavra é a própria Mensagem!
Nas eras passadas havia reformadores, mas ainda não havia uma restauração para a Igreja, pois neste tempo ela ainda estava em processo de formação: broto passando pela casca, até que se chegasse o profeta da última hora e sua mensagem de restauração, trazendo o mesmo grão que caiu na terra (Jesus Cristo), surgindo de novo no fruto, ou seja, o grão (a Noiva). O profeta Joel viu os animais destruidores tentando destruir a lavoura do Senhor, o anticristo mostrado em Apocalipse, mas vemos que tudo aquilo fazia parte do processo em que a Palavra voltaria em sua plenitude, na estação própria. Assim como Jó, quando olhou para aquela árvore frondosa perdendo as folhas e, depois, viu que ela voltou à sua plenitude, a Igreja também passou por essas etapas, mas agora se chegou o tempo da Árvore-Noiva estar restaurada novamente, em plenitude.
A partir do momento que começamos a entender a Palavra e suas aplicações, torna-se mais fácil evangelizar. Por exemplo, quando a pessoa entende que a mulher aponta para a Igreja e suas vestimentas apontam para a verdadeira religião, isso se torna mais fácil fazê-la vestir da maneira correta, e isso é restauração.
Com a Abertura da Palavra a mesma escritura que é usada para explicar um rudimento pode também ser usada para se explicar coisas profundas, pois com a revelação aprendemos a ler nas entrelinhas o que a Palavra está nos mostrando.
O Evangelismo do tempo do fim consiste em procurar pelo último eleito, o qual esta clamando por esta Palavra. Ele não terá dificuldade em aceitar a Abertura da Palavra, pois na alma dele já existe um clamor por isto; uma pressa para reconhecer a verdade. Com essa gloriosa Abertura da Palavra o evangelismo da Noiva foi potencializado, sendo o evangelismo do tempo do fim. Alguém poderia se perguntar se ainda fazemos evangelismo. Sim, nós o exercemos! Somos o evangelismo!