Para Isto Também Foi Dado O Espírito Santo | Programa Assim Está Escrito 204 | 08/12/2017

Menu

Culto Online Web Rádio

Para Isto Também Foi Dado O Espírito Santo | Programa Assim Está Escrito 204 | 08/12/2017

Escritura base: São Lucas 24:46-49

Mensagens citadas: A Brecha; Para que foi dado O Espírito Santo?

Avaliando com sinceridade nossas vidas, vemos que mesmo ouvindo coisas maravilhosas, ainda fazemos o que não deveríamos mais estar fazendo. De que valeria o Evangelho se não tivéssemos o Espírito Santo? Jesus disse: “Ficai em Jerusalém, até que sejais revestidos de poder”. Este revestimento é o Espírito Santo para a igreja dar continuidade as Suas obras.
No ministério do profeta irmão Branham, Deus se aproximou mais das coisas naturais (humanas) do que no ministério de Jesus; ELE se condescendeu na vida do profeta.
O Espírito Santo, ao contrário do que muitos pensam, não foi dado para se ter uma vida mística ou isolada numa caverna. Nosso profeta era um homem que tinha esposa e filhos, mas ele era um homem equilibrado e espiritual, a ponto de, certa vez, transformar a atmosfera nervosa de sua casa, acalmando a todos. Para isto também foi dado o Espírito Santo!
Na vida do cristão o Espírito Santo é dado para agir completamente ao contrário deste mundo, pois ELE se importa com tudo: sua maneira de dirigir no trânsito, como você conversa e convive com os outros e até com sua intimidade conjugal. ELE pôde trazer isto como figura dentro da Sua Palavra (o mistério entre Cristo e Sua igreja). Nisso vemos a grandeza de Deus!
O Senhor Jesus Cristo não teve uma esposa na primeira manifestação do Filho do Homem. Na Abertura da Palavra, vemos em Tessalonicenses a descida do Anjo forte escondida num homem como sendo a vinda. A manifestação do Ministério do Filho do Homem, o Sétimo Selo, é a coisa mais próxima de Deus e o homem, ELE se aproximou ainda mais de nós. Quando Jesus veio na primeira vinda, ELE viveu de certa forma distante da nossa vida natural. Não podemos imaginar alcançarmos o tipo de vida que ELE viveu. Mas, por muito nos amar e por Sua grande graça ELE desceu um pouco mais! Através da vida do profeta irmão Branham podemos crer que, como ele, nós também podemos alcançar. Ele foi esposo, pai, foi nervoso e até teve vontade de brigar com alguns, antes de sua conversão. Mas, teve uma vida santa!
Lendo São João 17-15, podemos entender Lucas 24-49: “Não os tire do mundo, mas livra-os do mal” e “Ficai em Jerusalém até que sejais revestidos do poder do alto”, disse Jesus. Estamos revestidos da vida DELE. É Deus vencendo Satanás no campo dele. Homens, mulheres e jovens expressando a Palavra em carne humana sem se isolar do mundo, cumprindo o mistério da piedade, a grande obra do plano de redenção.
O profeta passou por pressões e até desejou deixar seu ministério. Isto se assemelha ao ministério de Jesus quando ELE disse: “Pai, passa de mim esse cálice”. Ali foi um momento humano. Mas O Espírito Santo é dado também para reconhecermos nossa comissão.
Muitos tentam padronizar o agir de Deus. Às vezes criticam a atitude de Marta, por não ter agido como Maria, mas as duas fizeram tudo para agradar ao Senhor. O Espírito Santo é dado para permanecermos em Sua presença. É ELE em nós trazendo uma atmosfera de culto em todo o tempo e lugar. Aquele que crê é aquele que O tem dentro de si.
A característica daquele que O tem é a sensibilidade para ouvir o Espírito Santo, mesmo em ocasiões quando estamos em dificuldades.
ELE não é um condenador, nem um consertador, ELE é um evitador. ELE é um árbitro. ELE nos conduz como devemos ser. Dentro deste mundo ainda, mas não nos tornando mundanos. Isto é vitória! E é para isto também que recebemos o Espírito Santo.