Seja Extremamente Fiel À Palavra | Min. Adelson Santos | 30/11/2017

Menu

Culto Online Web Rádio

Seja Extremamente Fiel À Palavra | Min. Adelson Santos | 30/11/2017

Leitura Bíblica: Gálatas 1: 6 ao 11.

No livro, Uma Exposição Das Sete Eras, página 58, o profeta nos diz que a maneira de Paulo ministrar a Palavra estabeleceu um padrão, destacando em seu ministério 3 qualidades: Ele foi completamente fiel à Palavra, seu ministério foi no poder do Espírito Santo e ele tinha o fruto evidente de que seu ministério foi dado por Deus (confirmado pelos frutos que se podia colher).
Hoje, Satanás tem sutilmente desviado as pessoas da Palavra fazendo-as morrer e, quando a igreja se afasta, ela crerá em qualquer coisa, como Eva, que pensou ter alcançado de Deus um varão, já que estava sendo utilizada a mesma terra, mas deixe essa semente crescer e veremos seus frutos. A diferença da linhagem de Sete e de Caim era apenas a semente, estavam sempre juntos até que Caim colocou para fora o que estava dentro dele.
De Gênesis a Apocalipse Satanás trabalha da mesma maneira, ou seja, introduzindo sutilmente sua semente, como fez com Eva, que aceitou a mentira do diabo no lugar da verdade de Deus.
A Palavra nos ensina a não crermos em todos os espíritos, mas prová-los para sabermos se são de Deus. Mas para isso temos que conhecer as escrituras, pois como colocar alguém à prova se tão pouco sabemos sobre os erros escriturísticos? A nossa única regra tem que ser a Palavra.
Existem pessoas treinadas (doutores) que tem desviado as pessoas da verdadeira Palavra de Deus, por se distanciarem Dela, mas o Apóstolo Paulo nos advertiu como a Timóteo: “Mas Tu, Sê Sóbrio”.
Policarpo, homem santo e guerreiro da fé se entregou a morte, porque era velho demais para fugir e sincero demais para permitir que alguém o escondesse e fosse castigado. Pediu 2 horas de oração antes de sua morte, para orar por seus irmãos, pelo governador, por seus inimigos e por seus captores. Este homem, que se recusou a negar o Nome Do Senhor, mesmo sendo condenado à morte e levado para ser queimado pediu que o desamarrasse, pois não iria fugir e ficaria exatamente onde o colocassem, mas as chamas de fogo se desviavam de seu corpo por não quererem tocá-lo. E mesmo assim, apareceu um corajoso para “resolver” o problema: atirou uma lança e o matou e a água que saía do seu corpo apagava as chamas de fogo e uma pomba branca foi vista saindo do seu peito. Hoje, vemos homens que não temem em lançar sombra para queimar o testemunho de outros. E, muito de nós, ainda pensamos que não podemos enfrentar certos problemas. Por quê? Estamos tão distantes de Deus assim?
A vida consagrada de Policarpo formou o caráter de Irineu. Precisamos permanecer com a Palavra, independente do que aconteça, pois Policarpo mesmo com tamanhas qualidades, não foi elevado à posição de mensageiro da era, porque não foi um militante contra o nicolaísmo, não percebeu que o desejo de companheirismo era se unirem mesmo estando distantes da Palavra. O que parecia algo maravilhoso era um plano elaborado por Satanás, já que quando a Palavra chega, pessoas contrárias se unem para combatê-La e quão fácil é se desviar Dela .
O nosso companheirismo deve ser somente em torno da Palavra. Não somente doutrinas, mas nada pode nos desviar da Palavra. Não deixe que seu trabalho e suas necessidades te impeçam de avançar com Ela e, que esta Palavra sempre seja seu poste de amarração.