Vencendo Os Domínios Espirituais Da Maldade Nesta Hora | Min. Fernando Alves | 11/01/2018

Menu

Culto Online Web Rádio

Vencendo Os Domínios Espirituais Da Maldade Nesta Hora | Min. Fernando Alves | 11/01/2018

Escritura: Efésios 6:10-18
Mensagens: Como Poderei Vencer? Tomando Toda Armadura de Deus, 1º Selo, A Festa das Trombetas

O irmão Branham nos mostra que, para vencermos, devemos reconhecer o diabo em cada uma de suas armadilhas. Nesta batalha espiritual que estamos travando com nosso inimigo, preciso é que saibamos com quem estamos lutando e como nosso inimigo luta, mas tendo já a certeza de vitória garantida, sabendo que maior é Aquele que está em nós. Não estamos lutando contra carne e sangue, mas contra principados, potestades, príncipes das trevas deste século e hostes espirituais da maldade, mas temos recebido de nosso Grande Comandante a arma mais poderosa para pelejarmos: Sua própria Palavra imutável.
Aos Efésios 6, a Escritura traz uma advertência solene: fortalecei-vos no Senhor e na força de Seu poder, tomando toda armadura de Deus. Cada aspecto da armadura espiritual que Deus nos dá tem importância nesta maior batalha. Ao cingirmos nossos lombos com a verdade, estamos prontos para resistir às mentiras do nosso adversário, porque nada pode resistir à verdade. Ao nos vestirmos com a couraça da justiça, sabemos que as vis acusações do inimigo não podem nos abalar, porque o próprio Senhor Jesus Cristo já tem nos vestido com Sua justiça e estamos justificados a Seus olhos: sem pecado! Calçando nossos pés na preparação do evangelho da paz estamos prontos a entrarmos em qualquer terreno, mesmo neste mundo que é um campo minado, mas como componentes do Exército do Deus Vivo estamos dispostos a conquistar, anunciando a todo momento a grande obra redentora da qual somos participantes. Não somos cristãos anônimos, apenas na defensiva, mas dispostos a resgatar companheiros que estão aprisionados pelo inimigo, porque avançamos como corpo. Ao tomarmos o escudo da fé, rechaçamos a incredulidade que Satanás tenta lançar a todo momento, pois esse escudo anula os dardos inflamados do maligno. Usando o capacete da salvação, meditamos na Palavra dia e noite e impedimos o inimigo de dominar a nossa mente, e não permitimos que os maus pensamentos tenham lugar. Com a espada do Espírito em nossas mãos, que é a Palavra, temos a certeza de destruirmos os domínios espirituais da maldade, sabendo que é preciso mão forte de fé para segurá-la. Orando todo o tempo, estamos conectados à Torre de Controle, e podemos captar para onde o Espírito Santo está nos guiando.
Se há um tempo quando toda armadura de Deus deve ser tomada é agora, pois sempre que um selo é aberto dá início a uma guerra espiritual. Se cada mensageiro ao captar o mistério e anunciar aos eleitos, aquilo provocou resistência dos domínios satânicos, e agora quando o sétimo anjo ajunta todos os cabos soltos e traz a revelação plena de toda Palavra na abertura dos Selos? Duzentos milhões de demônios foram soltos neste tempo, sendo que inicialmente trouxeram perseguição literal aos judeus para voltarem à terra literal (Israel), a fim de receberem o Messias. Mas, tais demônios também estão trazendo matança espiritual, por meio da dormência nas pessoas para que não vejam a hora e não reconheçam a mensagem deste tempo. Contudo, se tais espíritos malignos estão atuando em esferas religiosa, política e satânica, no cavalgar do cavalo amarelo, Deus enviou o Mensageiro do Entardecer para liberar o Espírito Santo, que havia estado preso por quase 2 mil anos pelos rios denominacionais. Assim, os eleitos têm recebido o poder para combater o perigo da hora, estando avivados pela Palavra e andando da luz do dia!
Em Josué 10, em sua caminhada em direção à terra da promessa, Israel se deparou com grandes inimigos pelo caminho. Mesmo a terra sendo dada a Israel, eles tiveram que lutar por cada polegada do caminho, tipificando que todas as promessas da Escritura são nossas, mas devemos estar dispostos a lutar por cada uma delas. Naquela caminhada, cinco reis tentaram se opor ao Exército do Deus Vivo e o povo de Deus ficou temeroso, mas Josué disse ao povo para nada temer, pois Deus tiraria do caminho deles toda oposição. Quando o Senhor entregou aqueles reis, que são tipificados como domínios espirituais da maldade nas mãos de Israel, os quais tentavam impedir a vitória do povo de Deus, Josué disse ao povo que pisasse no pescoço daqueles reis, antes da matá-los, mostrando que cada inimigo já estava debaixo de seus pés. Assim também hoje, a Igreja do Deus Vivo caminha marchando triunfante em glória, tomando posse de cada promessa da Palavra, sabendo que todos nossos inimigos já estão debaixo de nossos pés, quando estamos caminhando debaixo do Assim Diz o Senhor!