Vida Permanente Somente no Lugar Santíssimo | Programa Assim Está Escrito 179

Menu

Culto Online Web Rádio

Vida Permanente Somente no Lugar Santíssimo | Programa Assim Está Escrito 179

Vida Permanente Somente no Lugar Santíssimo | Programa Assim Está Escrito 179 16/06/2017
Leitura Bíblica – Lucas 10:38 ao 41
O lugar onde se come o maná é o que faz a diferença na vida do indivíduo que dele se alimenta. Nos dois primeiros átrios qualquer pessoa poderia se alimentar do dele, qualquer um pode passar pela justificação e santificação e ficar parado nestas etapas apenas como um bom e religioso cidadão. Sendo somente aqueles que entram na Presença de Deus os que conseguem ser verdadeiros cristãos.
O maná que estava nos dois primeiros átrios perecia porque possuía prazo de validade de um dia. Mas isso não mudava a sua essência, ele era o pão que caia do céu. E as pessoas quando o recebiam se alegravam e se alimentavam dele. Porém aquilo não era duradouro, o efeito logo acabava e o povo tinha que esperar o próximo dia para mais uma porção, já que como o maná era perecível e não poderia ser guardado. Isso aponta para os cristãos que estão parados nas duas primeiras etapas, eles vão a Igreja, se alimentam da Palavra, se regozijam e se alegram, mas com pouco tempo aquela influência sessa e eles precisam voltar para poder receber um pouco mais. Na primeira noite que eles passam, os primeiros problemas que enfrentam, são o suficiente para esvazia-los e fazer com que uma nova porção seja necessária. Suas vidas são instáveis e eles vivem em altos e baixos.
Porém o eleito ao reconhecer a Palavra e ter a experiência experimentada, ou seja, quando Ela desce ao coração, ele sai de uma luz inconstante para a luz eterna, a Glória de Shekinah. Ele come o maná no lugar correto sob a luz correta, e isso o faz permanecer sob a influência plena de Cristo. E o seu comportamento demonstra o lugar onde ele está vivendo. A Abertura da Palavra nos devolveu essa capacidade de viver a plenitude da Palavra, e permanecer ali não é utopia. Neste lugar o cristão não é fabricado, ele naturalmente demonstra o que tem em si. Quem come no Santo dos Santos não vive em altos e baixos, ele é estável. Seu comportamento não pode ser alterado por nenhum fator, seja ele qual for. Em todos os dias, em todos os lugares, ou situações ele permanece o mesmo.
Então por que muitos de nós ainda não entramos neste lugar? Vamos acabar com o nosso desequilíbrio, nosso desespero, nossa inconstância! O que tem acontecido com muitos de nós é que temos vomitado a Palavra, estamos tirando o que recebemos por ações nossas. E cada um sabe o que o faz jogar fora tudo aquilo que recebeu. Só quando quem precisa parar de vomitar a Palavra o fizer, o seu músculo da fé poderá crescer e deixar de ser um cristão anoréxico. Pois aonde irão parar essas pessoas que apenas vivem momentos de pentecostes, mas que nunca entraram verdadeiramente na presença de Deus? Será que vale a pena viver apenas alguns bons momentos na presença de Deus?