3

O Livro de Malaquias

“Peso da palavra do SENHOR contra Israel, pelo ministério de Malaquias”.  Malaquias 1:1

A Palavra quando não recebida se torna um peso que massacra a quem ela foi enviada contra. Assim, vemos que mesmo Israel sendo a nação de Deus, Ele tinha coisas contra ela. Às vezes pensamos que por sermos filhos de Deus, Ele não pode ter nada contra nós, mas, um pai não fala contra o seu filho, ele fala contra as ações de seu filho. Por que Deus corrigia Israel se haviam nações piores? Porque Israel era o seu filho. Ele não tinha nada a ver com as outras nações. Por isso, Ele enviou um profeta para corrigi-los e tirá-los daquela situação para que Deus não os açoitasse.

A Bíblia não é para o mundo, mas é para você, pois Deus cuida de você. E se Ele te chamou para ser como Ele, Ele vai permitir que os outros recebam glória pelo que você faz, para que você possa ser mais parecido com Ele!

“Eu vos amei, diz o Senhor. Mas vós dizeis: Em que nos amastes? Não foi Esaú irmão de Jacó? ­– disse o Senhor; todavia amei a Jacó”. Malaquias 1:2

O amor de Deus é eletivo, Ele te ama, mas não é porque Ele te ama que você não pode sofrer. Ele nos ama, e vê tudo o que passamos, mas Ele vai deixar que soframos as consequências de nossos erros, assim como fez com Israel.

Vemos que depois que Sara entregou Agar para Abraão, ela queria que Agar fosse embora com o menino, mas Deus disse: ‘Deixe-os aí, Eu não mandei ela fazer isso’. Assim, o irmão Branham também contraiu uma doença, porque foi onde Deus não o havia mandado, mas Deus o amava. Então, se compreendermos que Deus nos ama, mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos, a batalha ficará melhor, porque assumimos a nossa culpa. E quando nos rendemos as coisas começam a ficar melhores. E, se tivermos Deus como uma honra para nós, vamos entender o Seu amor, mas se O tivermos como um mordomo não entenderemos.

“Ainda que Edom diga: Empobrecidos somos, porém tornaremos a edificar os lugares desertos; assim diz o Senhor dos Exércitos: Eles edificarão, e eu destruirei; e lhes chamarão: Termo de impiedade, e povo contra quem o Senhor está irado para sempre”. Malaquias 1:4

Ao lado de qual povo nós queremos estar? Ao lado de quem Ele ama, mas sofre correções ou ao lado do povo contra quem o Senhor está irado para sempre? Um dia Ele vai te corrigir, mas no outro Ele vai te chamar para andar com Ele.

“O filho honrará o pai, e o servo o seu senhor; se eu sou Pai, onde está a minha honra? E, se eu sou Senhor, onde está o meu temor? – diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome e dizeis: Em que nós temos desprezado o teu nome?”  Malaquias 1:6

O Senhor é o nosso Pai Celestial, então, cadê a nossa honra a Ele? Temos que ter reverência no culto. Devemos nos levantar apenas por extrema necessidade; pois aqui não é o Pastor falando é Deus. E quando você sai você está dando as costas para Ele. Se Ele é o Senhor onde está o nosso temor? O nosso temor não é o medo de Deus nos matar, mas de fazer ou falar algo que possa feri-Lo.

“Ofereceis sobre o meu altar pão imundo, e dizeis: Em que te havemos profanado? Nisto que dizeis: A mesa do Senhor é desprezível.”  Malaquias 1:7

Vemos que os sacerdotes não consideravam como algo extravagante o que estava fazendo, pois eles perguntaram: “Em que te havemos profanado?”. O ser humano começa bem, mas com o passar tempo ele vai se relaxando. Mas Deus não relaxa, a Palavra Dele permanece para sempre. Malaquias é o último livro do Velho Testamento. Vejam, eles começaram muito bem em Levíticos e terminaram relaxados em Malaquias, e Deus não estava gostando daquilo.

“Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo: Fala a Arão, e a seus filhos, e a todos os filhos de Israel, e dize-lhes: Qualquer que, da casa de Israel, ou dos estrangeiros em Israel, oferecer a sua oferta, quer dos seus votos, quer das suas ofertas voluntárias, que oferecem ao Senhor em holocausto, segundo a sua vontade, oferecerá macho sem mancha, das vacas, dos cordeiros, ou das cabras”. Levítico 22:17-19

Nós devemos fazer a vontade do Senhor, e não a nossa. As pessoas estrangeiras têm que vir e fazer da vontade de Deus independente de suas tradições. Salomão fez o que era mau aos olhos do Senhor, pois casava-se com mulheres estrangeiras e elas traziam seus deuses e seus costumes para dentro de Israel ao invés de se converterem a Deus. O que Deus queria de sacrifício?

“E, quando alguém oferecer sacrifício pacífico ao Senhor, separando dos bois ou das ovelhas um voto, ou oferta voluntária, sem defeito será, para que seja aceito; nenhum defeito haverá nele. O cego, ou quebrado, ou aleijado, o verrugoso, ou sarnoso, ou cheio de impigens, estes não oferecereis ao Senhor, e deles não poreis oferta queimada ao Senhor sobre o altar. Porém boi, ou gado miúdo, comprido ou curto de membros, poderás oferecer por oferta voluntária, mas por voto não será aceito. O machucado, ou moído, ou despedaçado, ou cortado, não oferecereis ao Senhor; não fareis isto na vossa terra”. Levítico 22: 21-24

Mas quando chega em Malaquias eles estavam oferecendo cordeiros cegos, mancos e os sacerdotes estavam aceitando. E porque Deus cobrou os sacerdotes? Porque eles têm a obrigação de examinar o cordeiro, para que o sacrifício seja aceito e a culpa não caia sobre eles. Por isso, cordeiro tinha que ser reexaminado pelo sacerdote, e se ele não fosse aprovado, o sacrifício não seria aceito e não haveria expiação. Assim, faz parte do ofício do sacerdote rever o que você já viu. Essa é a obrigação do Pastor; ‘examinar’. Ele foi chamado para ‘intrometer’ na vida das pessoas, e caso ele ache uma ruguinha ele tem que falar, para que não passe nenhum cordeiro defeituoso. E por mais que sejamos perfeitos comparados ao mundo, estamos sendo comparados a Bíblia. Por isso, não vá se encontrar com Deus sem o sacerdote.

“Falou mais a Moisés, dizendo: Esta é a oferta de Arão e de seus filhos, que oferecerão ao SENHOR no dia em que aquele for ungido…” Levítico 6:19-20  

Quando você é chamado é você quem tem que oferecer oferta ao Senhor. Às vezes nós achamos que foi Deus quem “pegou o boi” de nos encontrar, e que Ele tem que oferecer para nós. Mas, Deus não nos deve nada por ter nos encontrado, somos nós quem devemos tudo a Ele.

Como Deus escolheu a Arão, fomos escolhidos e salvos entre milhões de pessoas. O que seríamos de nós se não fosse esta Palavra? A honra, glória e a gratidão a Ele deve ser perpétuo, assim disse o Senhor a Moisés: “Um estatuto perpétuo”.

Depois, Arão levantou as mãos ao povo e o abençoou; e desceu, havendo feito a expiação do pecado, e o holocausto e a oferta pacífica. Então, entraram Moisés e Arão na tenda da congregação; depois, saíram e abençoaram o povo; e a glória do SENHOR apareceu a todo o povo”. Levítico 9:22-23

Se não fizesse como deveria ser feito eles não teriam a presença de Deus. Por isso temos a responsabilidade de trazer a presença de Deus, e só trazemos a presença de Deus quando fazemos o correto.

Porque, quando trazeis animal cego para sacrificardes, não faz mal! E, quando ofereceis o coxo ou enfermo, não faz mal! Ora, apresenta-o ao teu príncipe; terá ele agrado em ti? ou aceitará ele a tua pessoa? – diz o Senhor dos Exércitos”. Malaquias 1:8

Pegue o que você traz a Deus e ofereça ao seu patrão; veja se ele vai aceitar. Atrase cinco minutos todos os dias no trabalho e veja se ele aceita. Faça uma prova e leia as matérias como você lê a Bíblia. Você passaria? Na prova você deve colocar as respostas certíssimas, e guardar tudo, mas da Bíblia você não consegue guardar um versículo. Faça a redação do Enem como você faz sua oração, escreva e veja a sua nota. A oração tem que ter começo, meio e fim. E como nós vamos melhorar nossa oração? É orando em Sua presença, nos aproximando Dele, orando em voz alta. Você pode dizer: “Mas eu tenho vergonha de orar em voz alta”. Então vá a uma entrevista de emprego e fale baixo, vamos ver se eles aceitam. Quando Salomão orou ele pensou em tudo, e quando finalizou sua oração Deus disse que faria tudo o que ele havia pedido. Imagine se ele tivesse economizado nas palavras… Então, apliquemos essa escritura em nossas vidas.

“Quem há também entre vós que feche as portas e não acenda debalde o fogo do meu altar? Eu não tenho prazer em vós, diz o Senhor dos Exércitos, nem aceitarei da vossa mão a oblação”. Malaquias 1:9

Deus disse que não aceitaria os seus sacrifícios, e que eles não iriam comprá-Lo com sacrifícios. O que Ele queria do povo de Israel era lealdade, obediência e sinceridade. Deus quer nos aceitar; mas Ele não pode ir contra a Sua Palavra. Como Ele pode te aceitar se você está em brigas com o marido, esposa e irmãos?

“E dizeis ainda: Eis aqui, que canseira! E o lançastes ao desprezo, diz o Senhor dos Exércitos; vós ofereceis o que foi roubado, e o coxo e o enfermo; assim trazeis a oferta. Aceitaria eu isso de vossa mão? – diz o Senhor”. Malaquias 1:13

Existem pastores que aceitam “dízimos roubados” de causas erradas na justiça. A igreja não é um banco de arrecadações. Isso não é aceito! Cuidado para não trazer o que é roubado para o Senhor. Vai dizimar o que é injusto ou usurpado? Sua bênção será amaldiçoada. Deus não aceita dinheiro de “venda de cachorro” e nem de “prostituição”, então daquilo que não é dado como dízimo, o devorador tem liberdade de entrar. Você pode até comprar um carro ou comida com o dinheiro de venda de cachorro, mas, depois como você vai pedir a Deus para que te abençoe? Deus não esquece das coisas, e Ele conhece o pensamento de seu coração.

Eis que reprovarei a vossa semente, e espalharei esterco sobre os vossos rostos, o esterco das vossas festas solenes; e para junto deste sereis levados. Então sabereis que eu vos enviei este mandamento, para que a minha aliança fosse com Levi, diz o Senhor dos Exércitos. Minha aliança com ele foi de vida e de paz, e eu lhes dei para que temesse; então temeu-me, e assombrou-se por causa do meu nome”. Malaquias 2:3-5

As pessoas não se assombram mais por causa do Nome do Senhor. Mas, vemos que quando era falado do Nome do Senhor diante dos levitas eles se assombravam. Por isso ao temermos o Nome de Deus temos vida e paz. Nós temos que ter temor de Deus para mostrar para as pessoas o que é ter reverência. “Tenha temor, ou você quer que Ele passe esterco na sua cara?” Você pode pensar: “que Deus mal”, mas isso é porque você não se tornou amigo Dele.

Na mensagem Influência, o profeta disse que a presença de Deus assombrava os profetas. Observe os efeitos da presença Dele em Isaías que disse: “Aí de mim!” e João quando estava na presença de Deus disse: “Eu caí aos seus pés como morto”. Aqui vemos que o efeito de ver a Deus é ‘desespero’. Assim, nós sentimos medo de feri-Lo, porque vemos o tamanho de Deus, e se nós O ferirmos, seremos extirpados.

“Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens buscar a lei porque ele é o mensageiro do Senhor dos Exércitos”. Malaquias 2:7

As pessoas iam ao sacerdote para buscar o conhecimento. Ele é um anjo do Senhor. Por isso ele tem que conhecer a Bíblia e orar; e se ele desprezar este caminho do Senhor, também o Senhor o desprezará. Então essa é a responsabilidade do Pastor.

“Judá tem sido desleal, e abominação se cometeu em Israel e em Jerusalém; porque Judá profanou o santuário do Senhor, o qual ele ama, e se casou com a filha de deus estranho. O Senhor destruirá das tendas de Jacó o homem que fizer isto, o que vela, e o que responde, e o que apresenta uma oferta ao Senhor dos Exércitos”. Malaquias 2:11 e 12

Judá era um bom homem mas foi desleal ao Senhor casando-se com uma estranha quando Deus já havia dito que iria extirpar o homem que fizesse tal coisa. Por isso Deus matou seus três filhos para que a semente não passasse por eles. Então surge a pergunta: “Pastor eu posso casar com um estranho? ‘Pode, se você quiser ter sua semente extirpada’. Vemos que Judá procedeu dessa maneira mas, hoje você se casa lá fora e vem chorar no altar? A resposta está em Malaquias 2:16, Deus abomina o divórcio. “Ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade”. (Malaquias 2:15)

“E não fez ele somente um, sobejando-lhe espírito? E por que somente um? Ele buscava uma semente de piedosos; portanto, guardai-vos em vosso espírito, e ninguém seja desleal para com a mulher da tua mocidade”.  Malaquias 2:15

Deus buscava uma semente de piedosos. Por isso o homem e sua mulher tem que ter o mesmo espírito, como Adão e Eva. Observe a atitude de Tamar, ela pensou na semente, ela pensou na família, e também pensou em Deus.

“Porque o Senhor, o Deus de Israel diz que odeia o repúdio, e aquele que encobre a violência com a sua roupa, diz o Senhor dos Exércitos; portanto guardai-vos em vosso espírito, e não sejais desleais”. Malaquias 2:16

Moisés deu carta de divórcio por causa das durezas dos corações, mas no princípio não foi assim.

“Acabadas, pois, essas coisas, chegaram-se a mim os príncipes, dizendo: O povo de Israel, e os sacerdotes levitas não se têm separado dos povos destas terras, seguindo as abominações dos cananeus, dos heteus, dos ferezeus, dos jebuseus, dos amonitas, dos moabitas, dos egípcios e dos amorreus, porque tomaram das suas filhas para si e para seus filhos, e assim se misturou a semente santa com os povos destas terras, e até a mão dos príncipes e magistrados foi a primeira nesta transgressão.

E ouvindo eu tal coisa, rasguei a minha veste e o meu manto, e arranquei os cabelos da minha cabeça e da minha barba, e me assentei atônito”. Esdras 9:1-3

Para Esdras agir dessa maneira, só poderia ter sido algo terrível cometido pelo povo. E realmente foi. E é ainda. Esse é o mesmo desespero de um pastor verdadeiro quando vê alguém caindo nessa transgressão. Porque esse foi o motivo pelo qual Deus destruiu o mundo antediluviano.

“E orando Esdras assim, e fazendo esta confissão, e chorando, e prostrando-se diante da Casa de Deus, ajuntou-se a ele de Israel uma mui grande congregação de homens e mulheres e de crianças, porque o povo chorava com grande choro”. Esdras 10:1

O povo se arrependeu e buscou em Esdras uma esperança, assim como nós, quando ficamos desesperados procuramos pelo ministério.

“Eis que eu envio o meu anjo, que preparará o caminho diante de mim; e, de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; o anjo do concerto, a quem vós desejais, eis que vem, diz o SENHOR dos Exércitos”. Malaquias 3:1

O anjo era João, e quem creu em João foi salvo pois foi ele que apresentou Cristo. Os que o aceitaram, mesmo sendo a minoria, eram os verdadeiros Israelitas. Haviam 120 Israelitas verdadeiros assim como foi nos dias de pentecostes.

“Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros”. Malaquias 3:2

Quem suportará o dia da Sua vinda? Todo o brilho falso que porventura há em nós Deus vem com a Palavra e derrete-o. Pois, o nosso testemunho terá que passar pelo fogo.

“Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque roubais a mim, vós, toda a nação”. Malaquias 3:8 e 9

Se você não cumpre a lei do Senhor, Ele não pode te abençoar. Então você se torna vulnerável, sendo presa de alguém que deseja te ajudar por intenção.

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha a maior abastança”.  Malaquias 3:10

Nós roubamos ao Senhor com dízimos e ofertas, mas se dermos seremos bem-aventurados, se fizermos prova Dele. Sendo assim, usemos a Palavra em nosso favor, pois Deus sustenta os Seus filhos com a fé.

“E por causa de vós repreenderei o devorador, para que ele não consuma o fruto da terra; e a vide no campo não vos será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.
E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos”. 
Malaquias 3:11 e 12

 “As vossas palavras foram agressivas para mim, diz o Senhor; mas vós dizeis: Que temos falado contra ti?

Vós tendes dito: Inútil é servir a Deus; que nos aproveita termos cuidado em guardar os seus preceitos, e em andar de luto diante do Senhor dos Exércitos?
Ora, pois, nós reputamos por bem-aventurados os soberbos; também os que cometem impiedade são edificados; sim, eles tentam a Deus, e escapam
”.  Malaquias 3:13-15

O verdadeiro cristão não diz essas coisas. Não vamos olhar para os ímpios, não comparemos nossas vidas com as deles. Nós estamos trabalhando para irmos para o céu. A maneira de Deus tratar com eles é diferente. Por isso devemos ser felizes com a nossa salvação!

 “Então, aqueles que temem ao SENHOR falam cada um com o seu companheiro; e o SENHOR atenta e ouve; e há um memorial escrito diante dele, para os que temem ao SENHOR e para os que se lembram do seu nome”. Malaquias 3:16

Deus nos tem como memoriais Dele (porque tememos o Seu nome). Somos uma joia no tesouro de Deus!

“E eles serão meus, diz o SENHOR dos Exércitos, naquele dia que farei, serão para mim particular tesouro; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve”. Malaquias 3:17

Podemos tomar o exemplo de Davi, ele serviu ao Senhor e o Senhor o poupou, não lhe imputando os seus pecados. Davi transgrediu mas Deus não o matou, pois era o seu filho.

 “Então, vereis outra vez a diferença o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve”.  Malaquias 3:18

Vejamos, Jó era justo, servia a Deus, e um dia ele estava num monte de cinzas cheio de feridas, desesperado… observando a natureza; ele viu como as folhas caiam, e que a vida da árvore estava na raiz, então disse: “ainda em minha carne verei a Deus… porque eu sei que o meu redentor vive”. Mas o ímpio, não há vida nele. Sua raiz foi queimada, o fogo a consumiu. Não lhe sobrou raiz nem ramo. Sua raiz foi extirpada. Satanás pode nos destruir (fisicamente) e queimar nossas folhas, porém Deus guarda a nossa vida na raiz.

“Porque eis que aquele dia vem ardendo como forno; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo”. Malaquias 4:1

Não sobrará nada. Serão cinzas. Então não fiquemos admirando os ímpios, pois é isso que está reservado para eles. Mas o que está reservado para nós Senhor?

 “Mas para vós que temeis o meu nome nascerá o sol da justiça e salvação trará debaixo de suas asas; e saireis e crescereis como os bezerros do cevadouro. E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés, naquele dia que farei, diz o Senhor dos Exércitos”. Malaquias 4:2-3

Nós pisaremos nas cinzas dos ímpios. Não porque queremos, mas, porque desses o Senhor não deixará raiz e nem ramo.

“Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo, que lhe mandei em Horebe para todo o Israel, a qual são estatutos e juízos.

Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor;
E converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição”.  
Malaquias 4:4-6

Só receberá o galardão aquele que receber o profeta. Então estamos inclusos nisso, fomos escolhidos! Nós vamos para o céu e a Palavra está confirmando isso. Pois tememos o nome do Senhor. Vamos apenas lembrar-nos da Lei porque esta escritura é a nossa certeza de arrebatamento. O profeta Elias só veio para quem será arrebatado. Não podemos relaxar. A Palavra vem e nos traz descanso. Podemos passar por tudo, mas descansados é que chegaremos lá.

Comentários(3)

  1. Responder
    Francisco De Paula says:

    Gostei muito destas palavras , que é um curto para nós em casa.A certeza da nossa salvação, é a coisa primordial , e temos a certeza , porque , o que Deus deu , e fez pro profeta Ele faz e dá para o crente fiel a sua palavra == mensagem == A visão de patmos / parag_ 63 eus/ sou muitô grato a Deus por ttudo

  2. Responder
    Carla Leandra Braga says:

    Gostei muito do artigo sobre o livro de Malaquias.
    Deus mostrando seu amor por nós como um pai ao seu filho.
    Redação maravilhosa. Parabéns a todos do site ….. Deus continue abençoando pelo empenho em nos ajudar. Amém

  3. Responder
    Zé Carlos says:

    Maravilhoso!! como sou grato a Deus pela vida dos meus preciosos irmãos …Deus recompense a todos que fazem esse belíssimo trabalho com tanta dedicação e esforço para ajudar a Noiva Predestinada… Deus abençoe!!

Postar um comentário: