6

Liberdade Dentro De Uma Prisão

Viver em sociedade parece ser algo muito simples e inerente do ser humano, mas o grande mistério é que não é assim. A sociedade moderna na qual estamos habitando até que o rapto nos resgate, tem trabalhado com o conceito literal da palavra ‘liberdade’, que é: “grau de independência legítimo que um cidadão, um povo ou uma nação elege como valor supremo, um ideal.” Mas, que tem por extensão:  o poder que tem o cidadão de exercer a sua vontade dentro dos limites que lhe faculta a lei. Simplificando: ‘o direito de liberdade de um indivíduo deveria ir até onde o do outro começa’ e, no entanto, não tem sido assim. O mundo com sua ‘falsa liberdade’, a libertinagem, quer obrigar a todos a verem, conviverem e aceitarem o que é inaceitável.

Liberdade existe? Sim. Porém, é uma liberdade condicional. Liberdade condicional é poder ter e fazer algo, mas depender de uma determinada situação ou autorização. Por exemplo: pode-se ter carros nos modelos e nas cores que se quer? Sim, desde que possa pagar por eles. Pode-se ter uma casa? Sim, desde que siga os padrões de construção em vigor na cidade. E ter milhares de reais, isso pode? Se for de procedência legal, declarado e com os impostos referentes recolhidos, sim. Pode-se ligar o aparelho de som no último volume quando estiver com vontade? Pode, desde que dentro do horário permitido por lei. Porém, mesmo sendo lícito ligar o som no último volume, mesmo que seja dentro do horário permitido por lei, se sabemos que podemos estar perturbando alguém, convém?

Viver em sociedade é seguir normas. A liberdade literal que todos idealizam não existe. Na realidade, liberdade nada mais é que ser livre para andar dentro das leis (regra, prescrição escrita que emana da autoridade soberana…). Mas nem mesmo as leis têm liberdade para serem criadas como a sociedade, ou as autoridades quiserem. Mas o mundo de hoje ignora isso e faz suas próprias leis, passando por cima de tudo e todos, apenas querendo ter seus direitos a “tal liberdade”.

Ninguém é livre para fazer tudo o que quiser. Todos precisam cumprir deveres para obterem direitos. Porém nem todos os direitos convém. Dentro das normas sociais, para o bom convívio é indispensável, em muitas situações, aquilo que chamamos de “bom senso”, e isso tem sido encontrado apenas nos verdadeiros cristãos. E esse sim deveria ser um sentimento inerente do ser humano pois foi “equipado” por Deus. Esse “bom senso” em outros tempos foi chamado de amor, e acreditem, era usado para com o próximo como cumprimento de mais uma parte da Palavra, e no entanto, hoje tem esfriado em muitos. Pessoas dizem não servirem a Cristo, por desejarem serem livres, viverem livremente, mas onde está essa liberdade?

Na sociedade atual, se vê vários tipos de propagandas em livros, jornais, textos, anúncios e vídeos na internet que disseminam a “tal liberdade” oferecida pelo mundo, e até mesmo fomentadas pelo governo. Porém, olhando mais profundamente, nada disso pode ser visto como liberdade se examinarmos os preceitos de uma vida cristã. O próprio ‘Feminismo’, um sistema totalmente falho em suas bases e princípios, promete liberdade e igualdade para as mulheres, mas se explorado a fundo, se vê que os direitos adquiridos pelas/para as mulheres trazem um grande fardo a elas mesmas. Adquiriram a liberdade de caminhar pelas ruas com roupas indecentes, dizendo coisas imorais e juntamente com isso, elas atraíram para si olhares que só as veem como um objeto sexual.

Em sua busca pela liberdade desenfreada a sociedade também conseguiu a liberação de bebidas alcoólicas e cigarros, como se isso representasse uma grande vitória; mas se esqueceram que juntamente com isso vieram péssimas consequências! Consegue-se o direito de fumar e beber, direitos esses que trazem consigo o direito de também adquirirem doenças, dependências químicas, violência familiar, rompimentos matrimoniais e grande destruição nos lares. Conseguiram liberdade para se prostituírem e se divorciarem, e juntamente com isso ganharam doenças emocionais, homicídios e miséria. Alcançaram liberdade e direitos para as crianças e adolescentes de forma que elas possam fazer o que bem entenderem, e com isso ganharam uma geração de delinquentes!

“Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo.”

Colossenses 2:8

Liberdade? Como o mundo pode oferecer essa tão disseminada “liberdade”, se as coisas prometidas por este sistema falido introduzem seus usuários em um mundo de perdição? A verdade é que o mundo oferece ‘Libertinagem’ e não ‘Liberdade’! Um cristão escolhe não pecar, mas a qualquer momento que desejar pode fazer o que quiser, pois ele tem o livre arbítrio. Mas, um pecador viciado em certas práticas, simplesmente não consegue mudar suas atitudes, mesmo que deseje muito. Quantas vezes se ouve alguém próximo se lastimar dizendo: “Se eu apenas pudesse parar de beber, ou fumar! Mas eu simplesmente não consigo!” Isso porque o mundo que os ofereceu Liberdade, os tornaram escravos de suas práticas abomináveis. A carta de Paulo aos Romanos, no capítulo primeiro, fala disso com grande exatidão:

“Porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato e obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si (…)

E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm; estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia; os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam.”

Romanos 1: 21-32

O mundo rejeitou a Palavra de Deus para correr atrás da falsa liberdade de Laodicéia. Por isso, agora Deus os tem entregado aos piores sentimentos e atitudes possíveis de serem praticados. Ser livre é não ser dominado pelo que não queres, por aquilo que te traz prejuízo; e essa liberdade nunca será encontrada no mundo, somente Jesus Cristo a pode oferecer!

“Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres.”

João 8:36

Redação Assim Está Escrito

Comentários(6)

  1. Responder
    maria elisia milaré de sá says:

    ESTE MINISTÉRIO É UMA BENÇÃO NO MEU LAR, MINHA VIDA TEM SIDO DIFERENTE DESDE QUE COMECEI A ASSISTIR OS CULTOS PELA INTERNET. DEUS VOS ABENÇOE!

  2. Responder
    Leonardo Paixao says:

    Excelente!!! Deus continue vos abençoando. Belo trabalho! Parabéns a todos da Redação.

  3. Responder
    Isabela says:

    Que visão clara!!
    Obrigada pelo o esforço de cada um dos irmãos. Deus vos abençoe!

  4. Responder
    sara morais says:

    Maravilhoso! Deus continue abençoando esse ministério!

  5. Responder
    Talita de melo Rodrigues says:

    Eu creio nisso é verdade amém

  6. Responder
    Erotildes de fatima ribeiro da silva says:

    Agradeço a DEUS todos os dias por pertencer a este ministerio . DEUS seja louvado

Postar um comentário: