Nenhum comentário ainda

Para Que Fostes Chamado?

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,

querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;

Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.” Efésios 4:11-13

Esta escritura é para aqueles que tiveram um chamado adicional. Em I Pedro 2:19-25, o Senhor diz que, todos nós fomos chamados para “sofrer”, e algumas vezes, injustamente. “Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente. Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus. Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente; Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados. Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas”.

Normalmente as pessoas querem saber para o quê foram chamadas. Porém, geralmente pensam apenas em chamados de destaques, aqueles que trazem popularidade e admiração pela posição alcançada. Podemos nos lembrar de Acabe, que alcançou uma grande posição. Porém quando estava morrendo, pediu aos seus soldados que mantivessem-no de pé para que as pessoas não o vissem ferido. Ele se preocupou mais com a posição que ocupava, que com sua vida que estava se esvaindo. Demonstrando assim, tamanha tolice e orgulho.

A propósito, temos um exímio exemplo de sabedoria e humildade. Mesmo Jesus tendo o chamado mais sublime da terra, o qual as promessas ao Seu respeito mostravam que Ele iria ser: Maravilhoso, Conselheiro, Pai da Eternidade, Deus Forte, Príncipe da Paz, e tudo o que os olhos humanos puderam ver, e ainda sim se privou de tudo e em todos os sentidos. Jesus não teve entretenimentos, paz, bens, família, tranquilidade e nem mesmo vontade própria.

Sendo Ele o dono da vida, morreu, morte de cruz, que era a sentença dada apenas para os malfeitores.

Sendo Ele o Príncipe da Paz, morreu em grande agonia.

Sendo Ele o Deus Forte, caiu no caminho do Gólgota, carregando a cruz com os nossos pecados e vitupérios.

Sendo Ele o Maravilhoso Conselheiro, morreu clamando: “Pai, porque me desamparaste?”

Sendo Ele o criador do mundo, não teve onde reclinar a Sua cabeça.

Sendo Ele o dono de tudo, assumiu o lugar de servo.

Sendo Ele o melhor homem que já existiu na terra, foi traído por alguém que Ele ainda assim chamou de amigo.

Sendo Ele Deus, jamais usurpou o lugar do Pai.

 Ao ver Sua morte se aproximar, Jesus suou gotas de sangue no Getsêmani sozinho. E sentindo tamanha aflição, pediu ao Pai que se possível fosse, passasse d’Ele aquele cálice, mas contudo, que prevalecesse a vontade do Pai. E quando dava seus últimos suspiros na cruz, proferiu palavras de perdão aos seus detratores. Diante disso, podemos ver que em tudo Jesus cumpriu o seu chamado e pôde dizer: “Pai, está consumado”. Jesus cumpriu tudo o que d’Ele estava escrito sendo compassivo.

Se fomos chamados para sofrer injustamente, sejamos sinceros conosco: Quem de nós quer se enquadrar nesta escritura (Efésios 4:11-13)? – Sinto muito em informar, mas, essa não é uma escritura opcional. É necessário nos enquadrarmos nela, ou estaremos fora. Muitos de nós quando estamos passando por provas, nos fazemos de “coitadinhos”, pensando que todos e tudo tem que se curvar diante de nós, quando na verdade é o contrário, precisamos manifestar a Cristo, mostrar ao mundo do que realmente somos feitos e qual é o nosso chamado. E desta forma, como pediremos ao Senhor que nos livre dessa hora, se foi para essa hora que fomos designados?

Na mensagem ‘O Dia Da Vitória’, o profeta William Branham diz que Deus tem uma maneira estranha de cuidar de Seus Filhos. Ele nos diz também, que, nenhum filho vem a Deus sem que antes seja testado e surrado. E se até mesmo Jesus teve Seu caráter moldado nas aflições, que dirá nós outros.

É no momento de provação que o céu fica em expectativa esperando para ver como reagiremos. E, existem momentos em nossas vidas, que, somos um soldado solitário representando o Reino de Deus; assim como Jó. E é a nossa atitude que revelará o nosso chamado. Crendo que fomos chamados por Deus cumpramos o nosso chamado com perfeição, seja ele qual for, como o Apóstolo Paulo nos ensina em Romanos 12.

Se olharmos para o chamado de Jeremias, ele foi um fracassado aos olhos humanos sendo até mesmo conhecido como o “profeta chorão”. No entanto, ele fez exatamente o que o Senhor mandou: foi compassivo com o povo. E conforme diz a mensagem ‘A Ele Ouvi’: compaixão significa fazer a vontade perfeita de Deus.

Olhe para o rei Salomão, um homem riquíssimo e sábio, seu reinado ficou conhecido como a ‘Era Dourada’. Salomão governou sem guerrear. E enquanto ele morava no palácio se vestindo de ouro puro, João Batista morava no deserto, vestindo-se de peles de animais, comendo gafanhotos e bebendo mel. Porém, cada um cumpriu o propósito pelo qual foi chamado. João Batista cumpriu o seu ministério em apenas seis meses, e então teve sua cabeça cortada e colocada em um prato a pedido de Herodias. No entanto ele foi considerado por Jesus o ‘maior’ dentre os nascidos de mulher. Cumprindo desta forma, o propósito para o qual foi chamado.

Deus leva o indivíduo a passar por situações extremas para que ele cumpra o seu chamado. Um exemplo disso foi o profeta Oséias, o qual o Senhor ordenou que se casasse com uma prostituta, para mostrar a Israel que a terra estava se prostituindo. E podemos tomar também o profeta Ezequiel (capítulo 24), o Senhor lhe disse que sua esposa iria morrer e ele não poderia chorar e nem fazer um velório para ela. O Senhor falou com Ezequiel pela manhã e à noite sua esposa faleceu. Vemos então, que, Ezequiel foi chamado para servir de exemplo para o povo de Israel. Mostrando a eles que se não obedecessem a Deus, aquele seria o castigo que iriam sofrer.

Por outro lado, vemos Judas, o qual traiu o nosso Senhor Jesus Cristo. Este, foi chamado para ser infiel e destruidor; ser filho de Satanás e traidor do Rei dos reis. Com isso podemos ver também que, até mesmo, existem pessoas que são chamadas para disseminar discórdia no meio da igreja. E isso nos mostra que não importa para o que seja, mas, todos nós temos um chamado que com toda certeza será cumprido em nossas vidas.

Foi encontrado nos pertences do profeta um texto com a seguinte citação: “Alguns são chamados para executar uma determinada obra, e outros para levarem a glória”. E nós, os cristãos tendo o desejo de ser como Deus, saibamos que Ele nos dará uma vida de crucificação e renúncia. Porque Ele quer extrair de nós uma essência que só se extrai na “sombra”.

Em Provérbios 6:16-19 diz: “Estas seis coisas o Senhor odeia, e a sétima a sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente. O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal. A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos”. Todavia, o Senhor sempre tem seus pacificadores; “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus” São Marcos 5:9. Diante disso, reflita sobre sua vida e suas atitudes diárias. ‘Para Que Fostes Chamado?’

Redação Assim Está Escrito

Postar um comentário: