A Noiva Sendo Parte Da Revelação | Programa 309 | 15/05/2020

Olhando para a vida de nosso profeta, vemos que ele só pôde pregar a Mensagem do seu dia (a Mensagem para essa era) após compreender quem ele era, e conosco não será diferente, pois nesse exato momento Deus está exigindo de nós que nos encontremos na Palavra, que compreendamos quem somos e exigindo que assimilemos o que está reservado para nós dentro deste Plano de Deus, que é a manifestação plena de Jesus Cristo em nós, Sua Noiva.

Título: A Noiva Sendo Parte Da Revelação
Leitura Bíblica: Colossenses 1:9 ao 17; João 14: 5 ao 9; Colossenses 2:9.
Mensagens Lidas: Uma Exposição das Sete Eras da Igreja; Ao Nascer Do Sol, P.73; A Deidade De Jesus Cristo, P.80.
A importância da Revelação para nós, os eleitos, vai muito além do que conseguimos entender e mensurar. Assim como as ações de Jesus Cristo e do profeta William Branham foram/são essenciais para o encerramento do Plano de Deus, de igual forma as ações da Noiva tem um papel fundamental no acabamento desse Plano. Porém, se Ela não obtiver a Revelação de sua função no desenrolar desse Projeto, o Plano de Deus ficará inacabado. Assim, a Escritura de Colossenses 1:9-17, nos exorta e nos chama para caminhar dentro da perfeita vontade de Deus, cumprindo tudo o que Ele escreveu, através de Seus ungidos, a nosso respeito. ‘Precisamos viver tudo o que está escrito a respeito de nossas vidas, assim como Jesus viveu tudo o que d’Ele estava escrito.’
Ainda que a Noiva seja parte da Revelação, há momentos em que Ela demonstra não reconhecer plenamente isso e a partir de então, torna-se necessário a intervenção de Deus para Lhe abrir os olhos, assim como aconteceu com os discípulos de Jesus, quando pediram-Lhe que lhes mostrassem O Caminho e O Pai em São João, capítulo 14, verso 5 ao 9. Ali, naquela ocasião, eles estavam com Jesus, que era O cumprimento das Escrituras e não captaram o que estava acontecendo. Temos que cuidar para que isso não aconteça conosco, porque devemos assimilar o que está sucedendo escrituristicamente no nosso momento. Olhando para a vida de nosso profeta, vemos que ele só pôde pregar a Mensagem do seu dia (a Mensagem para essa era) após compreender quem ele era, e conosco não será diferente, pois nesse exato momento Deus está exigindo de nós que nos encontremos na Palavra, que compreendamos quem somos e exigindo que assimilemos o que está reservado para nós dentro deste Plano de Deus, que é a manifestação plena de Jesus Cristo em nós, Sua Noiva.
Ao ouvirem a afirmação de que Deus está em Sua Noiva, muitos aproveitadores usam pejorativamente a seguinte frase: “Deus está em mim.” Mas o verdadeiro sentido que está por detrás desta afirmação é: ‘Assim como Jesus foi a imagem de Deus, hoje a Noiva é a imagem de Jesus, pois Deus está n’Ela.’ E no compilado ‘Uma Exposição das Sete Eras da Igreja’, na Era de Sardes, o profeta nos mostra que a Noiva foi tirada de dentro de Jesus e agora Ele tem vindo em busca d’Ela para que Ela seja Sua manifestação/revelação hoje.
Deus tem um propósito tríplice que se comprime em mostrar-Se ao Seu Povo, ter preeminência em Seu Povo e restaurar o Reino. Restaurar o Reino é trazer o povo novamente ao seu estado original, no entanto, para que isso se tornasse possível foi necessário que primeiramente Ele nos limpasse, tirando de nós o desejo de pecar, para que assim Jesus Cristo pudesse habitar em nosso coração dando nos de Seu próprio Espírito, para assim ter a preeminência em nossas vidas. E esse processo acontece com cada cristão, porque após receber esse Espírito o indivíduo age diferente; age como Cristo. Vemos isso na vida do profeta que quando dizia, sob a unção, o ‘Assim Diz O Senhor’, era a manifestação plena da preeminência de Jesus em sua vida.
Na mensagem ‘Ao Nascer do Sol’, parágrafo 73, o irmão Branham nos mostra que a Noiva é a manifestação do cumprimento de toda a Revelação, pois como Noiva-Esposa Ela só pode manifestar Ele, O Marido. Isto é, da mesma forma que Deus tinha preeminência em Jesus (Colossenses 2:9) e da mesma maneira que Jesus Cristo manifestou Deus, agora tudo o que é Jesus foi derramado na Igreja. Então, a partir do momento em que esse Povo chega a esse nível ele está pronto para retornar para o Reino Restaurado, pois eles tornam-Se Jesus na terra outra vez. Após assimilarmos que somos esse Povo, devemos crer que essa é uma promessa para este dia, este tempo, por isso a Noiva deve estar atenta às Escrituras e se enxergar dentro d’Elas.
Ainda na mensagem ‘Uma Exposição das Sete Eras da Igreja’, mais especificamente na carta de Jesus Cristo à Noiva que está anexada na Era de Pérgamo, vemos pelas palavras de Jesus que a Noiva e Cristo se tornam a mesma Pessoa, manifestando a Palavra do Deus Vivo em harmonia. Já na mensagem ‘A Deidade de Jesus Cristo’, parágrafo 80, o profeta disse que o mesmo poder que criou o mundo está dentro deste povo da hora final. Essa mesma Palavra que nos guiou até chegarmos aqui, onde estamos, nos deu O Mesmo Poder que criou os céus.
Tendo essa consciência devemos agir como filhos de Deus, pois a Deidade está em nós. Quanto mais rápido nos apegarmos a Isso, mais próximos do Reino estaremos. Lembremo-nos de que não somos um povo acovardado, pois Deus só abre Seus Mistérios aos Seus eleitos. Lembremo-nos de que alcançaremos toda essa Glória num corpo comum.
‘É necessário somente dar preeminência a Jesus.’

Ministério

Ministério


Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657



Newsletter


Categorias