O Paralelo Entre O Livro De Rute E Mateus 25

Há uma revelação escondida dentro do livro de Rute, e ao percebermos essa revelação entraremos em Deus. A mensagem da hora não é para ser guardada. Ela deve ser “comida” de imediato, pois através dela o céu estará aberto para nós.

Leitura Bíblica: Rute 1:14; I Tessalonicenses 4:13
Mensagens citadas: O Arrebatamento; O Parente Redentor

Rute e Orfa eram ambas moabitas, mas, havia uma diferença entre elas, a predestinação; a semente que deveria vir através de Rute. O livro de Rute e a decisão de ambas podem ser enquadrados em Mateus 25, cinco virgens prudentes e as cinco loucas.

No velho testamento quando Deus escolhia uma nação, essa escolha sempre era feita com base na eleição, e não por uma qualidade sobressalente que porventura possuísse. Ele escolheu Israel (nação) para ser a menina de Seus olhos. Todo o Velho Testamento é Deus tratando com os judeus, mas mesmo eles, Israel, sendo a nação eleita, Deus nos amou tanto, que abriu uma ‘lacuna’ em seu plano (sete eras da igreja) para doar-Se aos gentios. No velho testamento Deus fala a Israel, mas tudo perdurou para falar conosco também.

Através do profeta Jeremias, Deus havia prometido para os judeus que eles não ficariam cativos por mais de setenta anos. Essa já era uma escritura para a qual os gentios deveriam voltar seus olhos, reconhecendo a revelação que está contida ali. Uma escritura dúplice, que havia de perdurar ao longo do tempo (sete eras), falando aos judeus e também aos gentios, para que saibamos que tudo que Deus falou no velho testamento, ficou nas entrelinhas para ser revelado a nós.

Deus fez no tempo do cativeiro uma tipificação para o tempo do Messias prometido, porém eles não O receberam. Com isso, a intenção de Deus era abrir o tempo da graça para que os gentios entrassem, mas nem todos reconheceram. E usando tipos, vemos que nesses dias finais, somente um grupo reconheceu: As virgens prudentes (a noiva). E através da mensagem do servo de Deus, o profeta, pela Abertura da Palavra de Deus, temos conhecimento de que somos o grupo que reconheceu essa mensagem. Eles tiveram Daniel para lhes revelar, e nós temos um profeta que veio revelar os Sete Selos; William Branham, mostrando que para nós também findou o cativeiro.

Havia um mistério dentro de Zacarias para Israel; setenta semanas eram prometidas. E Deus vai cumprir. O mesmo Deus que prometeu as setentas semanas, dividiu ao meio a septuagésima e lançou/programou seu cumprimento mais para frente. Neste intervalo Deus tem tratado com os gentios, mas tornará a tratar com os judeus para cumprir a metade que ainda falta. E isto está escrito.

Deus ainda está com os judeus, embora não esteja neles. Hoje Deus está na Sua noiva gentia. Orfa voltou a seus deuses e costumes moabitas, porque Deus não estava nela. Contudo, Rute se apegou a Noemi, a qual é o tipo da Palavra de Deus. Deus estava em Rute, através da predestinação; o paralelo do livro de Rute com Mateus 25.

As sete eras da igreja é um período de tempo para que Deus trabalhe com os gentios. Para que Ele salve o mundo, inclusive Israel-Igreja, e não Israel-nação. Todos aqueles que estão dormindo dentro das Eras, só irão sair delas, quando esse tempo que foi tirado dos judeus e dado aos gentios se encerrar.

O anjo ao colocar seus pés sobre a terra e sobre o mar, se preocupou com o tempo da graça, o qual já se fechou; o evangelho tinha que ser tirado de alguém. A oportunidade para as duas mulheres em Moabe foi igual, só que a visão de uma estava voltada para seus deuses e seu antigo marido; Quiliom. Porém a outra, Rute, eliminou todo o conhecimento de seu antigo marido, religiosidade e costumes recebidos até então, quando tomou a decisão de permanecer com sua sogra, tipificando que, o mesmo acontece com as religiões hoje. Elas rejeitaram toda a revelação que o Anjo forte trouxe. O qual mostrou que as Eras da Igreja acabaram, e deste tempo de compreensão, Deus tirou uma noiva.

Rute e Orfã escutaram a mesma proposta, a mesma mensagem. As dez virgens também ouviram o mesmo alarido. Há uma revelação escondida dentro do livro de Rute, e ao percebermos essa revelação entraremos em Deus. A mensagem da hora não é para ser guardada. Ela deve ser “comida” de imediato, pois através dela o céu estará aberto para nós. A nossa revelação será maior! Ao lermos este livro (Bíblia) vemos o que esperou Rute: Boaz. Vemos o que esperou as virgens prudentes: Jesus. O que despertou as “virgens”, foi o Alarido. A Voz de arcanjo foi para a noiva a ressurreição da ignorância (falta de conhecimento) referentes aos Selos. Todavia, Deus não condenará os que dormiram nas eras e não receberam estes Sete Selos.

Tudo o que este mundo rejeita, é o que Deus tem para nós. Assim como, quando Ló rejeitou a terra e ficou para Abraão uma terra pedregosa; Abraão estava descansado pois ele sabia que o Ló não quisesse, seria o que Deus teria para ele e foi ali onde Elohim veio em carne e fez a promessa do Filho em sua velhice. Devemos entender o que Deus quer para nós, pois essa é a visão das virgens prudentes. O Alarido saiu a meia noite, uma hora (era) completamente escura. Deus nos tirou de uma escuridão espiritual e nos levou para a luz; Shalom, um novo dia.

O Sétimo Selo é todo o contexto dos outros seis selos. E Deus colocou tudo isso dentro de um homem; William Branham. Na experiência dos esquilos, onde o próprio profeta teria que falar, para que os esquilos surgissem, Deus estava mostrando que Deus era o Profeta e o profeta era Deus. Assim como em João 17 a comunhão, a unicidade do homem com Deus. Elohim é o subsistente de Si mesmo. O halo de luz eterna. O Logos desprendeu-se de Deus e fez se Jesus, e Nele estávamos nós. Viemos de Deus e vamos voltar para Deus.

Pr. Wanderley Lemos

Pr. Wanderley Lemos

Um ministério aprovado e vindicado por Deus. Está na presidência do Ministério Assim Está Escrito, trazendo com todo temor e tremor à totalidade da Palavra Aberta. Dando segurança e tranquilidade ao seu povo para que digam: “Nisto nós estamos confiados!”


Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657