Onde Devo Congregar ? | Programa AEE Ed. 330 | 16/10/2020 | Assim Está Escrito

Falando no âmbito espiritual, a causa do fracasso de muitos é ser gerado ilegitimamente, porque quando um indivíduo é ilegítimo, mesmo tendo o acesso ao maná (a Palavra), ele nunca entra no Lugar Santíssimo. Mesmo ele tendo o maná, a comida dos anjos, esse maná não tem efeito nenhum em sua vida, pois o único Lugar em que o maná não apodrecida era no Santíssimo.

Leitura Bíblica: Deuteronômio 16:1 – 6
Mensagens Lidas: O Lugar de Adoração Provido por Deus, P. 21.

“Guarda o mês de Abibe, e celebra a páscoa ao SENHOR teu Deus; porque no mês de Abibe o SENHOR teu Deus te tirou do Egito, de noite.”
Deuteronômio 16:1

Lendo essa Escritura, vemos que Deus estabeleceu o mês de Abibe, como sendo o mês determinado para a Páscoa do Senhor. O mês em questão foi escolhido por ter sido esse o mês em que Deus tirou Israel do Egito. Isto é, a Páscoa de Israel, a Saída, o Êxodo foi no mês de Abibe.

Qual é o mês em que Deus nos tirou do mundo? Em outras palavras: qual foi o tempo em que Deus executou um êxodo em nossas vidas? Como mostra o profeta William Branham, nós entendemos que Deus trata conosco individualmente. Deus não nos trata como uma nação ou povo. E muitas vezes, as pessoas descansam demais no lugar o qual pertence e ao povo a quem pertencem, quando Deus está tratando individualmente. Respondendo a pergunta, cada um de nós tivemos páscoas em diferentes dias, pois nosso êxodo e a nossa páscoa foi quando Ele nos tirou do mundo.

Prosseguindo a leitura (Dt. 16:1) até o verso 6, vemos que Deus determinou que eles, o povo de Israel, deveriam celebrar a Páscoa e sacrificar ovelhas e vacas a Ele. Entretanto, tinha um único lugar provido por Deus para congregar e ainda que eles estivessem em outras portas dadas pelo próprio Deus, eles só deviam sacrificar a Páscoa no lugar provido por Deus.

Na mensagem ‘O Lugar de Adoração Provido por Deus’, o profeta William Branham fala acerca das pessoas tomarem estas portas, descritas em Deuteronômio 16:5, como lugares onde elas descansam sua fé. Quando o profeta (William Branham) foi pregar essa mensagem para mostrar que só há um único Lugar que Deus recebe adoração, Satanás trabalhou incansavelmente para atrapalhar a pregação. E a razão pela qual ele o fez, foi porque naquele culto, assim como no decorrer de todo seu Ministério, William Branham, o profeta, estaria denunciando as ações do inimigo, mas, não lá fora, no mundo. Não nas doenças e nas filas de oração. Não no culto de cura divina, mas em um culto onde ele estava mostrando o único Lugar que Deus recebe adoração; o único Lugar que os adoradores são recebidos e o único Lugar que Deus pode abençoar Seu Povo.

Sabendo que Deus só pode abençoar Seu Povo nesse Lugar, o inimigo vem e diz: “Não, não tem problema!” e oferece às pessoas vários outros lugares. Enquanto Deus, diz: “Nem nas portas que dei a vocês, eu não quero que sacrifiquem nelas.” Quais são essas portas? Por exemplo, se nós tomarmos os doze apóstolos e olharmos bem adiante, veremos que Deus os considerou e os representou como sendo doze portas, no entanto, não podemos servi-Lo em nenhum desses homens.

Não se serve a Deus em Paulo, em Pedro, ou no profeta, William Branham, e nem numa igreja, não se serve a Deus em uma igreja. Isto porque, na mensagem ‘Por que não Somos Uma Denominação?’, o profeta desta Era, William Branham, conta que estava lendo uma Escritura onde mostra que o nascido ilegítimo ficava um certo número de gerações sem entrar na congregação. Logo, ele associa esse nascimento ilegítimo às pessoas que nascem de uma denominação; pois elas não entram na Congregação. Mas, onde é a Congregação? É esse único Lugar provido por Deus para adoração.

Por conseguinte, quando uma pessoa nasce em um ‘estado religioso’ e quer desfrutar de Deus, ela diz: “Ora, eu carrego um nome e represento um nome. Eu tenho uma denominação.” Porém, mesmo assim, constatamos que ela continua fora da Congregação.

Podemos, então, entender o porquê de o mundo ser cheio de religião e ainda sim, ser tão fracassado e ter uma geração tão pecaminosa, que não vence o pecado e que não entra no Espírito Santo. Por quê? Porque eles não se alimentam da Palavra no Lugar provido por Deus. Assim como havia um Lugar Santíssimo, onde os sacerdotes guardavam o maná e ele não apodrecia, há um Lugar onde devemos nos alimentar da Palavra. Precisamos entender isso!

Falando no âmbito espiritual, a causa do fracasso de muitos é ser gerado ilegitimamente, porque quando um indivíduo é ilegítimo, mesmo tendo o acesso ao maná (a Palavra), ele nunca entra no Lugar Santíssimo. Mesmo ele tendo o maná, a comida dos anjos, esse maná não tem efeito nenhum em sua vida, pois o único Lugar em que o maná não apodrecida era no Santíssimo.

Precisamos entender que, ainda que o povo de Israel tomasse a ovelha e vaca e sacrificasse no mês de abril, se eles não cumprissem esses requisitos no lugar que Deus estabeleceu, era em vão. De igual forma, ainda que cumpramos a Páscoa, se não for ao Lugar que Deus recebe adoração, mesmo que seja em algumas das portas que Ele próprio nos deu, perde o efeito.

Onde devemos congregar? A questão é entrar atrás do véu.

Ministério

Ministério


Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657