Convém-nos Entender, Quem é Que Fala Conosco | Pr. Wanderley Vilaça | 30/06/2019

Leitura Bíblica: Hebreus 2:1-3
Mensagens Citadas: Liderança Do Espírito De Deus; A Brecha Entre As Sete Eras Da Igreja e Os Sete Selos; Hebreus Capítulo 2

O nome de Jesus é maior que todos os nomes. É maior que os nomes dos demônios, dos anjos, das enfermidades; é inclusive maior que todos os outros nomes de Deus. Porém, a salvação não está em apenas usar o nome ‘Jesus’. A salvação está em reconhecer/identificar a grandeza, a manifestação deste nome. O nome de Jesus é Sumo Sacerdote, idôneo e compassivo.

A escritura de Atos 2:21 diz, que será salvo todo aquele que invocar o nome do Senhor; porém, implicitamente este versículo mostra que há uma “observação”, pois a salvação dependeria de entender o ministério presente deste nome. Ou seja, para poder invocar Seu nome corretamente seria necessário identificar em qual dos Seus ministérios Ele está se manifestando em cada tempo. E o discernimento necessário para isso  é dado à Noiva de Cristo com exclusividade, através da revelação de que as três dispensações de Jesus são: ‘Filho do Homem’, ‘Filho de Deus’ e ‘Filho de Davi’. E no tempo no qual estamos vivendo Ele se mostra como ‘Filho do Homem’.

 O ministério do ‘Filho do Homem’ é: dois seres usando um mesmo corpo. Um exemplo disso está na Mensagem Liderança, quando o profeta William Marrion Branham faz uma oração por uma irmã, e nesta oração fica claro que nos momentos em que os segredos dos corações das pessoas eram revelados, não era como se Deus contasse tal segredo no ouvido do profeta; Deus assumia o corpo do profeta e falava diretamente com as pessoas através dele. Deus em carne humana, mas sem a participação do lado humano do homem.

Ou seja, Deus usando uma carne humana, porém, Ele assumindo o total controle. Durante todo o ministério do profeta, inclusive na hora da Revelação dos Segredos, Deus não mandou recados para a igreja. Ele mesmo desceu e conversou com Sua Noiva usando a voz do profeta. O homem não teve/tem participação nisso.

Em Hebreus 2:2 lemos: “Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição”, nesse versículo podemos notar que o que foi falado pelos anjos teve o peso da responsabilidade. E se a desobediência ao que os anjos disseram foi cobrada com justa medida, quanto maior será o peso da responsabilidade sobre o que o próprio Deus tem falado?!

É por este motivo que devemos entender “Quem” está falando conosco agora.  Temos que tratar as coisas de Deus com mais seriedade e com muito mais sinceridade. Neste momento importa que nos apeguemos à Palavra de Deus com muita firmeza; pois nós não somos só mais uma igreja que crê em Deus. Não somos mais alguns dos que “recebem recados”. Nóstemos ouvido Deus falando diretamente conosco. Estamos recebendo uma proposta de casamento, de sermos raptados, tirados daqui para uma vida melhor; propostas vindas direto do ‘Dono da Eternidade’.

Quando um rapaz se enamora de uma determinada moça, ele pode não ter nada o que a oferecer (casa, carro, riquezas), porém se ele diz que a ama e irá casar-se com ela, ela se apega àquela palavra com tamanha confiança que ninguém pode fazê-la mudar de ideia. É este modo, e ainda com mais firmeza, que devemos nos apegar à promessa de Deus. Um rapaz faz sua promessa, muitas vezes, baseada em somente um sentimento, porém Deus não usa este tipo de convencimento, Ele é o Pai da Eternidade. Ele nos garante tudo o que tem nos prometido, pois nossos nomes conta em Seus anais. Ele até mesmo já apagou todos os nossos pecados. Ele garante Suas promessas quando diz para cada um de nós: “Quando sua morada terrena se desfizer, Eu tenho um edifício para você morar comigo” (2Coríntios 5:1).

Quando conhecemos quem é o Deus que tem nos dito tudo isso, podemos nos apegar aoque tem sido  dito com mais firmeza, e com toda segurança. E por isso nós também precisamos começar a trabalhar pela Palavra em todos os momentos de nossas vidas. Em Tiago 1:23 recebemos a ordenança de não sermos somente ouvintes mais também, sermos

cumpridores da Palavra. Significando que devemos adorar a Deus em cada oportunidade que tivermos; não somente cantando, dizendo glórias e aleluias por estarmos recebendo a Palavra, mais principalmente testificarmos d’Ele mostrando ao mundo que há uma vida melhor do que esta.

A Mensagem na qual cremos é a “última gota de água”. Ela é o último “suprimento” para a sobrevivência. Portanto, não podemos ficar omissos, deixando que Ela passe por alto; pois isso significa que ainda não entendemos Quem está falando conosco. No entanto ser omisso e deixar passar por alto não significa estar desviado da igreja; somos e fazemos isso quando não colocamos em prática o que ouvimos nos cultos, e lido nas mensagens.

O nosso Deus nos tirou dos vales mais baixos. Ele nos tirou das situações mais sujas dos vales da vida e fez de nós ‘Anjos do Pacto’. Ele colocou em nossas almas ‘aleluias e améns’ para que recebamos bem a Sua Palavra.

Temos que ser diligentes, observando atentamente cada palavra que estamos ouvindo, para sabermos quem as está falando, e discernimos se elas são de Deus ou não. Pois muitas vezes pensamos em Tomé como um incrédulo, porém ele apenas quis provar se o que chegava aos seus ouvidos era realmente verdade (João 20:24). Nós também não podemos e nem devemos crer em tudo que nos é dito, sem antes buscar confirmação na Palavra. Não podemos ser negligentes em relação a essas coisas!

Um eleito não pode se enganar pois ele está o tempo todo em intimidade com Deus, e por isso sabe comparar tudo o que lhe é dito com a Palavra de Deus. O eleito está em constante companheirismo com Deus. E tudo o que Deus quer é que estejamos em companheirismo com Ele. Mas, nós muitas vezes ficamos ansiosos, preocupados com nossos envolvimentos e compromissos naturais e ignoramos o chamado de Deus para ficar a sós com Ele.

Estando em companheirismo com Deus a morte deixa de existir. No companheirismo com Deus reina a vida eterna. Quando tentaram separar o companheirismo que Elias estava tendo com Deus (2 Reis 1:10), desceu fogo do céu e consumiu a todos. Aqueles que tentam separar o companheirismo entre Deus e a noiva nunca escapam. Diante disso, convém que entendamos que é Deus quem tem falado pessoalmente conosco, e assim possamos ficar mais quietos para estar em companheirismo com Ele. Se temos crido que há um outro mundo para vivermos, então podemos deixar o mundo natural, este mundo de lado um pouco mais de lado e começarmos a trabalharmos pela nova vida. Pelo novo mundo.

Postar um comentário: