Arrebatados Do Reino Dos Sentidos | Pr. Wanderley Vilaça | 02/06/2019

Leitura Bíblica: Apocalipse 1:9-10; Gálatas 6:8

Mensagens Citadas: Israel No Egito; A Visão De Patmos; Liderança Do Espírito De Deus; O Testemunho Deu Uma Verdadeira Testemunha

Os cinco sentidos humanos (visão, audição, tato, paladar e olfato) nos foram dados para que pudéssemos fazer contato com este mundo. Porém, embora nós que somos cristãos também tenhamos que cuidar para que eles estejam funcionando perfeitamente, temos que cuidar mais ainda para que eles não nos dominem e não nos levem a corrupção. A expressão: ‘tirados do reino dos sentidos’ não quer dizer que vamos nos desconectar literalmente do reino natural, no sentido de sofrermos de deficiências físicas. O que essa expressão nos diz, é que quando “nascemos de novo” nós somos desconectados do reino dos sentidos naturais, porque passamos a ter um sentido maior do que estes cinco sentidos. Um sentido que domina todos os outros: O Espírito Santo.

O profeta William Branham era um homem completamente desligado deste mundo. Todos os seus pensamentos estavam em Jesus Cristo. E desta maneira, o profeta vivia “em um outro dia”; no Dia do Senhor; fora de seus sentidos. E de igual forma, para que nos portemos como sendo verdadeiros cristãos, que aceitam e se regozijam com toda a Palavra, é necessário que nós também, não estejamos mais no dia natural, e sim, adentrados ao Dia do Senhor.

Sabemos que para cantar uma música de modo perfeito é necessário estar no mesmo espírito que o compositor. E é assim também, com a Palavra.

Precisamos primeiro entrar no espírito de Quem escreveu e viveu a Palavra (o Espírito Santo), para que só então Ela comece a Se cumprir em nossas vidas.

Quando Abraão aceitou obedecer a ordem de Deus e sacrificar seu único filho (Isaque), ele estava fora de seus sentidos humanos. Abraão sequer hesitou! No instante em que Abraão ouviu a voz de Deus, ele foi ‘arrebatado para o dia do Senhor’, e então parou de ouvir as vozes da razão ao seu redor. E estando Abraão no Dia do Senhor (fora de seus sentidos), teve a certeza de que Deus iria prover para Si um sacrifício. E o “demorar” de Deus em prover para Si o sacrifício, não foi suficiente para frear a fé de Abraão, que estando totalmente fora dos sentidos humanos, colocou seu filho sobre a “mesa do sacrifício” e
levantou o cutelo para matá-lo.

Muitas vezes Deus nos pede coisas que são extremamente difíceis de serem deixadas. E então Ele coloca-nos sob pressão para que assim possamos mostrar que estamos dispostos a sacrificar, a cumprir com o que nos foi pedido. Deus nunca irá nos “arrebentar” e tirar de nós as coisas que são essenciais. Se nos ausentarmos do reino dos sentidos, Ele fará com que nos desapeguemos das coisas naturalmente, e isso não nos causará dano algum. Desta forma, precisamos nos desapegar desse reino, pois, enquanto estivermos conectados nesse reino e em nosso próprio espírito não iremos conseguir ter visões (ver a Palavra). E tudo o que é de Deus, vem pelo Espírito. Nada vem do natural.

Na mensagem ‘O Testemunho De Uma Verdadeira Testemunha’, o profeta falando sobre Davi, nos disse que havia uma grande diferença entre Davi, e Davi no Espírito. O profeta quis nos mostrar que quando um indivíduo entra no Espírito, ele deixa de ser ele mesmo. Quis nos fazer perceber, que, há uma grande diferença entre uma pessoa no natural, e uma pessoa no espírito”; há diferença entre a igreja, e a igreja no Espírito. Vemos que quando Davi esteve no Espírito, ele citou o que Cristo iria dizer anos mais tarde. Vemos também, que o profeta Isaías quando esteve no Espírito foi arrebatado desta dimensão. O profeta Isaías viu todo o sofrimento que Jesus iria passar no calvário; e profetizou sobre a morte de Jesus e o milênio.

Certa vez, em uma de suas viagens ao Oriente, o profeta observou que lá haviam vários tipos de pastores: de cabras, de jumentos, de porcos, e entre outros, pastores ovelhas.

Todos eram eles chamados ‘pastores’. Porém, o pastor de ovelhas possuía uma característica diferente dos outros pastores. Ao cair da noite os outros pastores iam embora e deixavam seus animais presos no redil. Mas o pastor de ovelhas colocava-se à porta e permanecia ali a noite inteira. O pastor assim fazia, porque ele sabia que os lobos não procuram jumentos e porcos para devorar. Os alvos dos lobos eram as ovelhas. E assim também é com a Igreja hoje. A Noiva é o alvo de Satanás neste dia. E satanás tem esperado a noite cair (Laodicéia) para atacar as ovelhas: os nossos jovens, os nossos filhos e as nossas famílias. Por isso é necessário que nos coloquemos à porta para que satanás não entre e cumpra seu propósito.

Satanás não quer receber adoração apenas. Satanás quer fazer com que Deus não receba a adoração adequada. Pois ele sabe que Deus habita no meio dos louvores… se um de nós cair o outro irá adoecer. Irá se esmorecer! E então, quem estará no Espírito? Por isso é que devemos tomar nossas decisões baseados no Espírito.

Quando Deus anunciou a maior mensagem da história à Maria, uma simples jovem virgem, ela estava no Espírito. Estava meditando na escritura que iria se cumprir em sua vida… porém, seu noivo, José, estava em seus sentidos humanos e não acreditou que o bebê que ela estava esperando havia sido gerado pelo Espírito Santo. José só conseguiu acreditar quando Deus o tirou dos sentidos humanos. Depois do nascimento, Maria levou o menino Jesus ao Templo para ser apresentado a Deus.

E no templo estavam um sacerdote (Simeão), que lhe havia sido revelado pelo Espírito que não iria morrer antes que seus olhos pudessem ver a Salvação (Jesus), e Ana, a profetisa que mesmo cega enxergou muito além do que toda aquela nação. Ana reconheceu o Messias e o abençoou. Ambos foram liderados pelo Espírito porque estavam fora dos seus sentidos humanos; e ambos sabiam a respeito da mesma mensagem que Maria e José receberam. A mensagem que estamos recebendo hoje nos mostra, que nós no Espírito somos “Deus”.

Que é Deus assumindo o nosso lugar! Deus está falando através da boca de cada um de nós. Deus quer nos ouvir falar e cantar o que Ele está mesmo sentindo. É um só corpo para duas pessoas: “cada um de nós e Jesus” (o indivíduo e Deus).

Vemos assim, que há uma cronologia ascendente: Deus nos profetas e apóstolos; Deus nos ministros e pastores; e agora, se estivermos no Dia do Senhor que é o que nos deixará completamente fora do reino dos sentidos; Deus também estará em cada um de nós!

Comentários(2)

  1. Responder
    Elias Faleiro Silvério says:

    Como não sentir a presença de Deus num culto como esse. Assisti algumas partes da escola dominical do meu trabalho chorando por não poder estar presente nesta atmosfera celestial.
    Que Deus continue abençoando e derramando cada vez mais do espírito santo sobre o pastor Wanderley Vilaça para nos transmitir a palavra de Deus dessa forma tão cristalina como tem feito.

  2. Responder
    Talita de melo Rodrigues says:

    Eu creio nisso

Postar um comentário: