O Espírito Santo Contrapondo Todos Os Níveis De Demônios | Pr. Wanderley Vilaça | 03/02/2019

Leitura Bíblica: São Marcos 5: 1-20.

Mensagens Citadas: Perguntas e Respostas; Era de Sardes

Em Marcos 5 encontramos a história de um homem gadareno, o qual estava possuído por tantos demônios que não era possível deter sua força, nem mesmo com cadeias e grilhões. Os demônios que habitavam seu corpo lhe davam uma força sobre-humana. Na mensagem ‘Perguntas e Respostas’, o profeta William Branham diz que, no tempo final, o qual já estamos vivendo, 200 milhões de demônios com especialidades e níveis diferentes, seriam liberados. Sim! O diabo não atua em uma só forma. Ele tem diversos níveis para trabalhar.

A forma mais branda, ou o primeiro nível de demônios que há, é o pecado; pessoas fumando, bebendo ou imersas no mundo das drogas, isso é um tipo de demônio trabalhando, em sua forma mais branda.

Outra forma de demônios agirem, ou o segundo nível são as enfermidades, como o câncer, epilepsia, tuberculose. O terceiro nível é o Ódio, que é uma das piores formas de agir dos demônios. O Ódio por uma pessoa impede até mesmo a Deus de atender nossas orações. Quando oramos de acordo com o que a Bíblia ensina, dizemos: “Deus, perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos os nossos ofensores”. E ao dizer isso, criamos um padrão para Deus nos perdoar, e se nós apenas dissermos que perdoamos aqueles que nos ofendem, mas somos incapazes de continuarmos falando, andando e ouvindo tais pessoas, então, Deus estará “obrigado” a somente nos perdoar, mas não estará mais presente em nossas vidas.

O último e pior nível demoníaco é a ‘forma religiosa’, que é um demônio “bom”. Ele apenas nos mantém tentando ser bons e justos, nos fazendo estar satisfeitos com isso, e impedindo assim, que nós busquemos e obtenhamos o Espírito Santo. Esse nível de demônios é o mais perigoso, justamente por causar a morbidade espiritual. O indivíduo possuído por ele nunca se arrependerá disso. Pois pensa que tudo está perfeitamente bem; “descansado estou, e de nada tenho falta”.

Mas o que Deus usa para combater tantos níveis e especialidades de demônios, já que Seus anjos não entram em corpos humanos e são apenas ministradores? Ele usa o Espírito Santo. E apenas as porções do Espírito Santo são o suficiente para combater ‘todos’ os demônios. A força vinda do Espírito Santo pode fazer um paralítico voltar a andar, um doente ficar sarado, faz os ossos de um corpo aleijado endireitar-se.

Vemos na Parábola das dez virgens (Mateus 25) que todas as virgens estavam representando a luz no tempo da tarde. Todas elas estavam dentro da mensagem do profeta, porém, quando o esposo chegou cinco delas não tinham mais azeite. Isso prova que não é suficiente apenas ter a luz da Palavra, é necessário ter o Espírito Santo, que é o que transforma a Palavra em Vida vivida.

Ainda na Mensagem ‘Perguntas e Respostas’, vemos que também existem vários níveis de eternidade. A vida eterna em si é a forma mais branda que Deus tem. Pois na eternidade também haverá ‘lideranças’ e ‘lugares de privilégio’. Não podemos nos preocuparmos apenas em alcançarmos a eternidade, devemos almejar viver uma vida de Glória na eternidade.

A verdadeira igreja que alcançará o mais alto nível de Deus na eternidade, se mostra um povo proativo aqui na terra. Ela aceita a Palavra, busca conhecê-La através de seus olhos bem abertos; ela busca entender além do que está escrito. E isso é a Percepção Profética. Pois só é possível entender além, quando se tem em si a pessoa que escreveu.

Esse nível mais perigoso de demônios é o próprio 4° selo. E a ele, a morte e o inferno e a sepultura seguem. Tudo o que teve um início, algum dia terá um fim. Então a única maneira de não participar da morte (que significa separação) é ser uma parte de Deus. Pois Ele não teve um início. Deus sempre foi eterno. Como obter essa vida de Deus que nunca morre? Ele ainda se reparte em línguas de fogo, tirando de si mesmo e colocando naqueles que buscam e clamam pelo Espírito Santo: “Céus e terra passarão, mas minhas palavras não hão de passar”. É exatamente por causa disso que devemos nos tornar a Noiva Palavra.

Onde estão os demônios do gadareno hoje? Estão no pecado, como o cigarro, bebidas, drogas… porém, se somos muito espertos para cair em tais coisas, satanás elevará seu nível e trabalhará com o último nível de demônios. Ele apenas trará algo que ocupe nosso tempo; ele tentará nos manter em alguma coisa que não é errada, mas que nos impede de buscar e receber o Espírito Santo. Satanás é tão enganador que tentará fazer-nos ‘apenas agir’ como cristãos.

Na Bíblia vemos que Esaú foi considerado devasso e profano porque trocou sua primogenitura (que representa o Espírito Santo) por um prato de lentilhas. E quanto a nós, quando trocamos a oportunidade de clamar pelo Espírito Santo por meros prazeres, também não nos tornamos devassos e profanos?

Onde estão os demônios do gadareno hoje? Estão nos púlpitos fazendo com que o povo se acomode com suas vidas rasas. Estão trabalhando nas mentes de pessoas com a morbidade espiritual.

E onde está o Espírito de ensinamento que saiu de Paulo? O Espírito Profético que saiu de Elias e depois foi para Eliseu? Ele também está aqui; nos púlpitos ensinando a verdadeira Palavra. Está dividido em várias línguas de fogo em meio à Igreja. Se o Espírito de Elias sobre João fez ele agir de acordo, então o Espírito Santo em nós deve nos fazer agir como Cristo!

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento…”. Essa é a posição que devemos estar para alcançar o rapto. Buscando o Espírito Santo para que nós O possamos representar fazendo Suas obras. Assim iremos nos tornar parte Dele, e desta forma também nos tornaremos participantes da Vida eterna e não da morte.

Postar um comentário: