O Sétimo Selo Foi Aberto, Revelado E Explicado, Porém, Não Compreendido | Pr.Wanderley Vilaça | 24/03/2019

Leitura Bíblica: Isaías 7:10-14
Mensagens Citadas: Alimento Espiritual Em Seu Devido Tempo; Um Super Sinal; O Quinto Selo; O Sexto Selo; Perguntas e Respostas Sobre Os Selos; O Sétimo Selo


Deus guia o caminhar da Palavra conforme Seu plano perfeito. Sendo assim, Deus não depende de nossa opinião e nem da nossa compreensão para realizar algo. O que Deus está fazendo é mais importante que a nossa “extrema necessidade”. Desta forma, precisamos compreender que Deus tem um plano, e, o Seu plano é para um povo específico e deve ser cumprido em uma hora específica. E por não entenderem isso, muitos homens que estão presos em seus conhecimentos e intelectos dizem que o Sétimo Selo não foi pregado, e assim não compreendem o cumprimento desse evento.

Ao revelar os Selos, o nosso profeta William Marrion Branham, foi elevado à uma esfera sobrenatural, tornando-se um “super-humano” para manifestar o ‘Super Sinal’: Deus manifestado em carne. Porém, ele só conseguiu trazer essa realidade para nossas mentes “fracas” muito tempo depois de sua partida. E podemos ver, que ao revelar Deus oculto em simplicidade, o Sétimo Selo (a vinda de Cristo), estava acontecendo algo tão tremendo que o profeta teve que realizar um culto de cura para voltar à esfera natural. As vezes pensamos que o ápice do ministério do profeta foi curar e operar milagres, como as pessoas do seu dia pensaram, mas não foi. No entanto, entendemos que não poderíamos compreender as grandezas que nosso Senhor fez/faz nesse corpo cheio limitações. Todavia, devemos observar atentamente não só as maravilhas visíveis aos nossos olhos humanos, mas as invisíveis também.

Deus está aqui através do ministério para nos ensinar e nos ajudar no que devemos aprender. E para isso, Deus usa homens ungidos pela Palavra para nos dar instruções quanto às coisas cotidianas de nossas vidas, e, principalmente, no que se refere aos mistérios que se encontram em Sua Palavra. Homens que, como o profeta e o próprio Jesus tiveram suas mentes humanas “substituídas” pela mente sobrenatural (a mente de Cristo). Tais homens captam a visão, e, ao expressarem-se só são compreendidos por aqueles que carregam a ‘Super’ Semente Real de Abraão. Portanto, devemos aguardar do púlpito a Palavra que precisamos, pois é de lá que virá o alimento necessário para nós.

Captar a plenitude da Palavra e saber identificar o que de fato é mais importante dentro d’Ela, é manifestar o dom de fé. Pois é somente através da ‘fé’ (uma visão que os olhos não podem ver), que conseguiremos mensurar e compreender as coisas que Deus tem operado. E assim veremos, que por mais que nossos olhos possam admirar curas e milagres, devemos nos atentar para o desvelar da Palavra. Precisamos entender que o desvelar da Palavra que é tremendo, e glorificar a Deus mediante o valor identificado. Fazendo isso, estaremos captando de fato o que está sendo pregado. Todavia, para captar e compreender os mistérios inseridos na Palavra, é necessário ter convicção de eleição. Sendo assim, apenas os que são predestinados por Deus conseguirão reconhecer o valor da Abertura da Palavra.

Tudo que provém do diabo, é incredulidade e indiferença mediante à Palavra. Portanto, qualquer coisa que nos levar a crer que as promessas de Deus não são para nós, aquilo é fruto do diabo. Ao tomarmos Sara como exemplo, vemos que ela deu “espaço” à incredulidade em seu coração, permitindo o nascimento de Ismael, sendo que Deus já havia prometido à Abraão que o filho nasceria por meio dela.

Uma virgem concebeu e manifestou o Sinal eterno. Deus desceu na forma de um homem, porém, Ele foi a Palavra em carne humana. E ao crermos nestas coisas e em outras que hão de vir, possuiremos as portas do inimigo. Vamos crer e captar a visão!

Muitos gentios não compreenderam a Palavra nos dias de Jesus. No entanto eles tinham que recebê-Lo porque Deus não pode mudar a continuidade de Sua Palavra. Ele prometeu isso. E assim como a Samaritana, nós, os gentios, também temos que reconhecê-Lo através da fé. O Messias manifestou. Ele é o Seu último ‘Super Sinal’.

Toda ‘Semente Eleita’ O verá, e Ele viverá em seus corações. Assim como a mulher do poço, que ao reconhecer o Messias, não ficou como uma “tartaruga” dentro de um casco quieta e sem reação. Ela saiu pela cidade anunciando que havia encontrado o Messias. E de igual forma, nós também temos que adorar e glorificar a Deus por tudo o que nos tem sido revelado. Pois reconhecer o valor que tudo isso tem, nos mostra que certamente não devemos ser como “tartarugas” dentro do casco.

Postar um comentário: