Encontrando Vida Onde A Morte Já Se Estabeleceu | Pr. Wanderley Vilaça | 31/03/2019

Leitura Bíblica: Apocalipse 6: 5-8

Mensagens Citadas: O Quarto Selo; O Quinto Selo

Na escritura de Apocalipse 6, verso 5, o Cordeiro abre o Quarto Selo, e ao ver o cavaleiro do cavalo preto saindo a cavalgar com uma balança em suas mãos, o Cordeiro (Jesus Cristo) discerne a intenção dos pensamentos daquele cavaleiro: vender as bênçãos que Deus havia prometido que daria ao povo de graça. Ao ver a ação do cavaleiro, imediatamente a voz do Cordeiro soa dentre os Quatro Animais Viventes dizendo: “Não danifiques o azeite e o vinho!”

O ‘azeite’ e o ‘vinho’ são dois ingredientes (requisitos) extremamente necessários para que se viva nesses últimos dias. O ‘azeite representa o Espírito Santo’, que jamais pode ser adulterado ou vendido. Esse azeite é necessário porque Deus prometeu que iria enviar uma Mensagem no fim dos tempos, e para crer nesta Mensagem é preciso ter a porção sobressalente do Espírito Santo. ‘O vinho representa o estímulo’, que é necessário para que haja regozijo ao receber a revelação da Palavra. E ao regozijar com a revelação, tendo-a recebido de graça, o cristão prova que é redimível.

Na abertura dos quatro primeiros Selos, satanás veio com um poder diferente em cada um. No Primeiro Selo, satanás vem em um cavalo branco enganando as pessoas leigas, através de um poder religioso. No Segundo Selo, ele vem em um cavalo vermelho, poder político, matando milhares de pessoas com espada. No terceiro Selo, ele vem em um cavalo preto trazendo um poder demoníaco com o objetivo de escurecer a visão do povo para que não pudessem discernir sua última e pior forma: O cavalo amarelo ao qual o inferno seguia. O cavalo amarelo representa todos os poderes (religioso, político e demoníaco) unidos e com o intuito de matar (separar eternamente de Deus) jogando a alma do povo no inferno.

O poder político está agindo no mundo hoje, e não está presente somente na política nacional. A sua unção tem sido disseminada através do enfrentamento que começa entre autoridades, e alcança os lares e as igrejas. Unção essa que leva esposas a enfrentarem seus maridos, filhos a enfrentarem seus pais… e as igrejas a enfrentarem seus pastores fazendo para em si partidos envolvendo muitas vezes ministros e pregadores; atitudes de grupos políticos-religiosos que acabam trazendo morte para as igrejas.

O que é o poder demoníaco? Poder demoníaco é satanás trabalhando para ocupar a mente das pessoas, para que assim não prestem total atenção nos cultos. Fazendo com que assim as igrejas fiquem cheias de corpos, mas poucas almas e espíritos. A ação do poder demoníaco também leva as pessoas a fazerem pequenas escolhas no dia a dia. Escolhas que parecem insignificantes, mas que na verdade são muito significativas; escolherem o celular ao invés da Mensagem.

Ao criarmos um perfil em um meio virtual podemos nos tornar qualquer coisa sem que os outros saibam; de adúltero, a assassinos em série. É isso que nos tornamos quando usamos nosso ‘ID’ (identificação) em certos tipos de sites e em jogos na internet. Os canais virtuais nos permitem ter uma vida “Falsa” diante das pessoas, mas não de Deus. E um dia nossas vidas serão expostas diante dos olhos de Deus.

Contudo, para cada ação de satanás Deus sempre levanta um contra-ataque. Quando o Cordeiro abriu cada um dos Selos e satanás apresentou-se com um poder diferente em cada um, Deus também derramou uma unção diferente sobre Sua Igreja para contrapor (resistir) a satanás, cada uma delas representada pelos quatro evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João.

Para contra-atacar o poder do cavalo branco, Deus apresentou o evangelho de São Mateus (a unção de Leão): combate às mentiras de satanás. No primeiro capítulo de São de Mateus, vemos que a genealogia de Jesus é apresentada para provar Sua legitimidade e destruir a mentira de que Ele, Jesus, era ‘filho ilegítimo’.

Quando o cavalo vermelho se apresentou, Deus anunciou o evangelho de São Marcos (a unção do Boi), que é sobre ‘obras e sacrifícios’. Ao tomarmos o livro de Marcos, vemos que ele começa falando a respeito das ‘obras’ de João Batista.

Para combater o cavalo preto, Deus apresenta o evangelho de São Lucas (a unção do homem), para trazer um conhecimento mais amplo através de estudos, pesquisas… Este livro inicia-se fundamentando em acontecimentos históricos para fazer uma conexão com os demais.

E finalmente, para combater o cavalo amarelo, Deus apresenta o evangelho de São João (a unção de águia), o qual dentre os quatro evangelhos é o único que apresenta o que aconteceu antes do princípio, mostrando que a unção presente nele seria capaz de mostrar uma visão além do mundo natural. O evangelho de São João fala primeiramente de Jesus, para depois discorrer sobre João Batista.

Assim como a unção do cavalo amarelo é a junção dos três poderes anteriores, a unção da águia também é a junção dos outros três animais. Ao tomarmos essa junção compreendemos que, é necessário combater, sacrificar, trabalhar e pesquisar para entender como satanás está trabalhando. A unção de águia foi dada para ver e combater toda ação de satanás. Foi dada também, para encontrar vida debaixo dessa atmosfera de morte que está sobre a terra.

Na mensagem “O Rei Rejeitado”, o profeta William Branham diz, que Israel estava desejando um rei tal qual eram os reis das outras nações. Com isso, eles estavam rejeitando a governança de Deus que estava acontecendo através Samuel. E posteriormente, a mesma rejeição aconteceu com Davi e com Jesus. Da mesma maneira aconteceu também em nossos dias quando um governo celestial foi rejeitado; governo esse que era a nível mundial e poderia resolver todos os problemas na saúde pública, na economia, problemas políticos, religiosos, e mesmo morais. Esse era o governo de Deus no profeta, e outra vez o mundo o rejeitou.

O povo de Israel rejeitou a Jesus e escolheu a Barrabás, e por causa disso Deus lhes enviou o general Tito, que sitiou Jerusalém e destruiu o povo. E hoje é do mesmo modo; pois para aqueles que rejeitaram o governo que Deus enviou, está chegando “O terceiro ai” (a terrível tribulação pela qual toda a terra terá que passar). Porém, não a Noiva do Senhor Jesus Cristo, que não rejeitou o governo enviado por Ele. Ela tem todos os seus pecados removidos pelo sangue do Cordeiro que morreu para ‘dar’ a ela – de graça – o ‘Espírito Santo’ (a saída).

Todos nós podemos eventualmente estar enquadrados nos pecados desse tempo, e vivendo sobre a atmosfera de morte que está pairando sobre a terra. Todavia, para nós há um Redentor Parente; desde que haja em nossas almas um fundo clamando pelo Espírito Santo. O Espírito Santo é o único capaz de nos fazer alcançar vida num mundo onde a morte já está estabelecida por meio das ações do cavaleiro do cavalo amarelo.

Postar um comentário: