Vontade Incontrolável de Comer Doces: Quatro Causas Que Você Precisa Conhecer

photo5123019248615139799
O pensamento gera emoções, as emoções geram um comportamento, e um comportamento repetido diariamente torna-se um hábito. Logo, identificar e trabalhar esses sabotadores usando a parte racional do cérebro é a melhor forma de vencer a ânsia por doces.
Você sente uma vontade constante e exagerada de comer doces? Há quem consiga consumir uma barra inteira de chocolate ou um pote de sorvete de uma vez, sem nenhuma explicação.

A maioria das pessoas sabe dos danos que o consumo excessivo de doces causa à saúde: aumento do peso, obesidade, diabetes, complicações metabólicas, gordura no fígado e até câncer.

Mas, por que ainda é tão difícil para alguns se controlarem diante das guloseimas açucaradas? Existem diversas causas por trás da compulsão por doces e vou falar sobre quatro delas:

1ª) De acordo com a neurociência, a mente humana possui sabotadores (padrões de pensamentos e emoções) que fazem a pessoa comer por impulso, em busca de recompensas imediatas como prazer, controle do estresse e alívio de dores emocionais. Esse é um comportamento alimentar típico de quem diz “quando eu vi, eu já comi”.

Os sabotadores estão enraizados nas partes irracional e emocional do cérebro e podem ser ativados em qualquer situação que envolva comida ou não. Comer para fugir de emoções desconfortáveis (ansiedade, tristeza, frustração, raiva, fracasso, rejeição); comer para preencher o vazio da perda de um ente querido na infância; comer como representação de afeto familiar (aquela sobremesa bem açucarada que a avó preparou com tanto carinho e que você precisa comer e repetir para provar que a ama), são alguns dos sabotadores mentais relacionados à alimentação.

O pensamento gera emoções, as emoções geram um comportamento, e um comportamento repetido diariamente torna-se um hábito. Logo, identificar e trabalhar esses sabotadores usando a parte racional do cérebro é a melhor forma de vencer a ânsia por doces.

Uma técnica interessante para ensinar o cérebro a visualizar as recompensas tardias de se evitar os doces é raciocinar antes de agir, ou seja, criar pensamentos anti sabotadores como:

“Vou deixar de comer esse doce por um objetivo maior, para reduzir o meu peso, para melhorar o cansaço, para entrar naquela roupa que está guardada, para melhorar a minha glicose ou para sair do diabetes”.

“Comer essa torta não vai me confortar e não vai resolver o problema que eu tive no trabalho ou com alguém da minha família, só vai piorar”.

“Comer todo esse chocolate é ruim para minha saúde, pois vai me causar sofrimento depois”.

2ª) Muitas mulheres que sofrem de SPM (Síndrome Pré-Menstrual) relatam que o desejo por chocolates aumenta bastante nesse período. Isso pode ser explicado pelas flutuações hormonais características dessa fase, que levam à redução cerebral dos neurotransmissores do bem-estar e felicidade, serotonina e GABA (ácido gama-aminobutírico). Portanto, o corpo “pede” doces na tentativa de aumentar esses neurotransmissores.

Para resolver esse problema, ao invés de se encher de açúcar, é muito melhor ingerir, por exemplo, alimentos fontes de triptofano e tirosina (precursores de serotonina e GABA) encontrados na banana, no abacate, nas amêndoas, na aveia e no chocolate com teor de cacau acima de 70%.

3ª) Deficiências de vitaminas do complexo B, de cromo e de magnésio também podem aumentar a vontade de comer doces. Esses nutrientes atuam no metabolismo da glicose, no metabolismo de hormônios reguladores de fome/saciedade e na redução de tensões nervosas e ansiedade.

Não é difícil obter esses nutrientes em uma alimentação saudável, visto que folhas verdes escuras, brócolis, couve-flor, repolho, cereais integrais (arroz integral, aveia, levedo de cerveja), grão de bico, ervilha, castanhas do Pará, amêndoas, semente de abóbora, semente de girassol descascada, ovos, peixes e vísceras são alimentos comuns, de fácil acesso e ricos em complexo B, cromo e magnésio.

4ª) A Síndrome Fúngica (SF), um vasto assunto que poderá ser melhor abordado em outro artigo, também pode aumentar a compulsão por doces.

Como já vimos, é normal que o trato gastrointestinal possua uma microbiota formada por bactérias e fungos. A anormalidade surge quando há o supercrescimento desses micro-organismos, por exemplo, do fungo oportunista Candida albicans. Os fungos produzem toxinas causadoras de diversas doenças em médio e longo prazo, inclusive câncer.

Fungos em excesso têm a capacidade de comandar as vontades da pessoa, como a ânsia por açúcares, o alimento preferido desses germes. Portanto, cuidar da imunidade e melhorar a qualidade da alimentação por meio do consumo de zinco (frutos do mar, carnes de boa qualidade, castanha do Brasil), de chás (alecrim, gengibre, canela), de temperos/especiarias (orégano, coentro, pimenta preta, cúrcuma ou Açafrão-da-terra) e se expor ao sol (produção de vitamina D) é o melhor caminho para combater a SF.

Esse post lhe ajudou? Então comente e compartilhe com as outras pessoas que precisam saber dessas informações!

Mariana Macedo

Mariana Macedo

Sou Mariana V. T. Macedo, Nutricionista, (CRN9 - 11.884), formada e atuante na área clínica há quase 10 anos. Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional, Nutrição Esportiva e em constante evolução em todas as áreas da vida. Minha missão é ser uma agente transformadora da saúde e pensamento das pessoas, tendo em vista que um corpo saudável necessita de cuidados que vão muito além do peso, além de uma simples dieta e contagem de quilocalorias. Além da estética.


Um comentário

  • Avatar
    Julia Campos

    31/03/2021 as 17:08

    Informações muito úteis. Obrigada, Drª. Mariana. Deus continue te abençoando!

    Comentar

Deixe um Comentario

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *


Sobre nós

O Tabernáculo Belo Horizonte, uma congregação cristã, firma-se sobre as bases do Ministério Assim Está Escrito, edificado com a misericórdia e graça de Deus desde 1976, quando o pastor Wanderley Pereira Lemos começou esta tão grande obra nos pilares daquela mensagem, originada do nosso Senhor Jesus, na busca daqueles que O adorem em Espírito e verdade.


[email protected]

31 2513-0657